Top 5: Autoras Harlequin


Se existe algo que detesto é preconceito literário! Tudo bem não gostar de um gênero, ninguém é obrigado a gostar de nada, mas se você nunca leu como sabe se é ruim? E ter tanta gente falando mal de romance de banca sem nunca ter lido uma linha, é um fato capaz de me impressionar bastante. Assim como pessoas que adoram Cinquenta tons de cinza e dizem detestar os famosos romances Sabrina, Jéssica, entre outros, mal sabendo o quanto boa parte daquela premissa a gente encontra há décadas nos romances da Harlequin: mocinhas pobres, virgens se relacionando com homens bonitos, ricos e problemáticos! Daí é só jogar um trauma de infância e pronto, receita feita! Ou seja, a base é a mesma, mas se você não curte nem a base, eu entendo, fica difícil ter empatia pelas obras. Não é meu caso. Adoro aqueles títulos clichês, com capa de causar vergonha alheia! E para provar que não estou mentindo, resolvi fazer meu top 5 de autoras do gênero!

Maureen Child: A autora também tem alguns pseudônimos: Ann Carberry, Kathleen Kane, Sara Hart e Regan Hastings. Maureen geralmente escreve sobre protagonistas fortes, modernas e independentes.

Adoro a série Os reis da Califórnia e O clube dos milionários as quais ela escreveu com outras autoras. Porém, meus preferidos são: Kiss Me, Cowboy! E a trilogia Three-Way Wager, onde três irmãos gêmeos apostam com o irmão mais velho, um padre, que podem ficar sem sexo durante três meses! Nem preciso dizer o quanto isso não dá muito certo, né? E o melhor, as protagonista dessa série não são mocinhas que cedem muito facilmente, para o desespero dos irmãos!

Maya Banks: Todo mundo conhece a Maya Banks pelos romances eróticos dela. Pois é, eu conheci a Maya quando ela ainda escrevia romances sem quase nada de sexo! Aliás, eu gosto mais da Maya menos erótica do que erótica.

De qualquer forma a autora escreve uma boa trama como ninguém, Histórias cheias de momentos dramáticos, sempre com personagens fortíssimos. Meus livros preferidos: Revelação, Rebeldia e Traição.





Lynne Graham: O que mais gosto da Lynne Graham é a frequência com a qual ela me faz ter raiva dos protagonistas. Sou masoquista, fazer o que, né? A autora é irlandesa e tem cinco filhos, sendo quatro adotados do do Sri Lanka e da Guatemala!

Graham adora uma trama com vingança, maridos italianos, árabes, gregos, casamentos de conveniência, enfim, tudo que um bom romance do gênero precisa ter! Meus preferidos são: Esposa decidida, Imagem Real, Chance de Amar, Amante Seduzida.
Penny Jordan: Uma das primeiras autoras a me fazer ter contado com os romances Harlquin. A autora se chama na verdade Penny Halssal, sendo que Peny Jordan é um dos seus pseudônimos como Caroline Courtney, Melinda Wright, Lydia Hitchcock e Annie Groves.

A autora é uma das maiores escritoras inglesas de ficção romântica da atualidade e embora seus playboys e italianos sejam maravilhosos eu não resisto a um Sheik árabe da Jordan! Alguns dos meus livros preferidos: Possuída pelo sheik, Paixão no Deserto, Missão: seduzir e Amante por engano


Diana Palmer: Falar da Diana Palmer não é fácil, afinal é minha autora de Romances Harlequin preferida, por isso até já escrevi sobre ela em outra ocasião (clique aqui)! As personagens da Diana servem bem para a década de 80 e 90, já atualmente suas mocinhas seriam consideradas ultrapassadas e irreais, se é que já não era na época. O fato é que a maioria das heroína da Diana esperam o casamento para perderem a virgindade, mas não são moças frágeis, são mulheres capazes de aguentar os homens ogros, machistas e ciumentos. Muitas vezes odiei os mocinhos da Diana e muitas vezes ela me fez amá-los depois. Os Cowboys da autora são os mais famosos, mas ela tem protagonistas médicos, advogados, agentes do FBI, mercenários entre outros. Outro aspecto interessante da autora é que nem sempre seus protagonistas são "bonitos", muitas vezes foram soldados de guerra, perderam um braço, ou sofreram queimaduras na pele, enfim, neste quesito ela foge por completo do padrão. Livros preferidos: Corações em fúria, Feridas de amor, Casamento Acidental, Amor Frágil, Tudo por um Cowboy e To Love and Cherish. Ah, os homens do Texas da Palmer são sensacionais!

Enfim, espero, espero que sabe, ter aguçado a curiosidade de vocês com esse top!

Michele Lima

Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

15 comentários:

  1. Olá,
    Ah é verdade, pessoal nem imagina que esses romances já faziam escola de muita coisa que anda fazendo sucesso hoje, inclusive romances de época.
    Esse Rebeldia da Maya eu não curti muito. Minha favorita mesmo é a Lori Foster.

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi,
    Eu tenho aqui em casa caixas desses romances de banca. Minha mãe era viciada!!! HAHAHAHA
    Eu li muito Maya Banks e Diana Palmer. São minhas favoritas! <3
    E realmente, é tudo clichê, mas a gente ama! HAHAHAHAHHA
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Michele.
    Eu não entendo essas pessoas que tem preconceito com os romances de banca mas amam romances de e´poca e eróticos hehe. Eu já li muito na minha vida, hoje não leio tanto. Das citadas eu lembro que gostava muito da Penny Jordan. Mas as que eu amava mesmo eram a Janet Dailey e a Barbara Cartland.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Olá, Mi!
    Tenho muita curiosidade com os livros da Harlequin. Já li alguns livros eróticos da Maya e acabei não curtindo taaanto :(
    Adorei o post! Fiquei ainda mais interessada, hahah.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  5. Bom dia! Tudo bem?
    Faz bastante tempo que tentei ler um romance desses de banca e não gostei mesmo, e até hj nem passo perto deles, inclusive de cinquenta tons. Mas sempre respeitei quem goste e nunca saí por aí falando mal não... Adorei o teu post, de fato quem gosta desse gênero e está iniciando agora vai poder conhecer 5 autoras incríveis mesmo!
    Te desejo um excelente carnaval.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  6. eu adoro a Maureen, mas a minha preferida é a Lori Foster
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mi!
    Confesso que esse tipo de leitura não chama mais minha atenção. Depois de ler tanto do mesmo clichê, sinto falta de histórias mais elaboradas, com algum tema importante a ser transmitido ao leitor. No entanto, esse top é um prato cheio para os fãs :)
    Beijos

    Versos e Notas

    ResponderExcluir
  8. Eu nunca li nada assim acredita? Não por não gostar, só não tive oportunidade! Gostei das suas indicações, é sempre bom pra quando queremos nos aventurar em novas leituras.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  9. Oi

    Eu não acredito que tem gente que gosta do "Cinquenta tons" e não gosta de Julia haha.
    LI muitos livros da Harlequin na minha juventude. Confesso que acho que de tanto ler acabei enjoando um pouco ,mas fez parte da minha vida cono leitora

    Babi Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  10. Oi Mi,
    É uma pena existir esse preconceito com esses livros.
    Confesso que eu não leio, mas gosto de acompanhar os lançamentos da editora.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  11. Que livros maravilhosos, não conhecia nenhum deles!
    Ótimas sugestões.
    Beijos.
    https://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Mi! Eu já li muito romance de banca e não tenho vergonha nenhuma. Das autoras indicadas preciso conhecer a Diana Palmer. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Oi, Mi. Eu acho muito legal você falar sobre esse preconceito literário que eu vejo muito. Ás vezes a pessoa simplesmente não gostou da premissa, tipo o caso de Cinquenta Tons, mas gosta de criticar a autora, dizendo que a escrita dela é ruim, e cara, nada a ver. O pessoal gosta de meter o pau em tudo, é um saco.
    Eu adoro romances de banca! Demorei a descobrir eles, e o primeiro que li foi um de época, mas fiquei apaixonada e vez ou outra eu leio algum. Gosto porque as tramas geralmente são simples, mas que acabam encantando a gente. Eu acho que já vi da Lynne Graham sobre algum sheik, tenho aqui no celular e acho que é dela, mas ainda não li.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Mi

    Se eu te falar que nunca li um romance de banca você acredita? Pois é... e realmente as capas são de causar vergonha alheia, têm umas que só a misericórdia! Hahahahaha

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  15. Michele que post otimo... Eu adoroooo romances da Harlequin, conheci muita autora otima graças a esses romances de banca e os da Harlequin. Diana Palmer, Maya Banks e tantas outras ótimas, conheci graças ao fato de ler romances Harlequin. Preconceito não é bom pra nada, deixa a gente ¨burro ¨pra muitas situações não é mesmo.

    Abçs
    Ana Paula
    Paixão por Leituras

    ResponderExcluir