Trama Fantasma [Resenha do Filme]


Qualquer filme com Daniel Day-Lewis atrai atenção, afinal, ele já ganhou três vezes o Oscar de melhor ator e ao anunciar sua aposentadoria faz de Trama Fantasma o último filme de sua carreira, o que nos deixa ainda mais curiosos, não só por sua atuação, mas também pelo enredo com um egocêntrico estilista. Confesso que quando o filme acabou, não sabia o que dizer de tão inesperado que foi o final.

Reynolds Woodcock (Daniel Day-Lewis) é um solteiro convicto, mora com a irmã, Cyril (Lesley Manville), que ajuda a gerenciar seu negócio e faz da sua casa seu ambiente de trabalho. Assim como grandes gênios, Reynolds tem um péssimo temperamento, uma pessoa fina e elegante, que não suporta barulhos no café da manhã, que jamais desce do pedestal em que foi colocado e que faz de seu trabalho sua vida. Um dia ao viajar conhece a garçonete Alma (Vicky Krieps), por quem fica encantado e a leva para sua casa. O romance não é dos mais fáceis, impulsivo, viciado no trabalho, temperamental, Reynolds nem sempre dá o devido valor que Alma acredita merecer, já que ela é extremamente leal e visivelmente apaixonada.


Aos poucos Alma vai querendo ocupar um lugar de grande importância na vida de Reynolds e a relação dos dois começa a ficar bem complexa. E ainda temos a figura da irmã no meio dessa história, que embora não demonstre ciúmes do irmão, Cyril possui um lugar de extremo destaque em seus negócios.

O longa mostra com perfeição os bastidores da alta costura, os desfiles de moda da década de 50, sendo esteticamente perfeito, com valorização nos detalhes, design de figurinos, som e uso de câmeras. E os detalhes também se encontram na narrativa, que é lenta e vai construindo aos poucos o relacionamento entre Reynolds e Alma, explorando bem a personalidade de cada um e demonstrando toda a elegância que envolve o mundo do estilista. A falta de movimentação nos faz acreditar que nada demais acontece, quando na verdade, uma trama sutil vai se formando, até que no terceiro ato fica claro o plot principal do longa de um modo bem surpreendente.


Alma à principio parece uma personagem sem graça, sem grande impacto na narrativa, mas aos poucos vai se impondo de uma maneira inesperada e enquanto ela se fortalece, vamos acompanhando a completa desconstrução de Reynolds. Alma é o caos na vida do protagonista, o completo oposto do que estava acostumado, uma mulher que simplesmente não se enquadra nos padrões de vida do estilista, mas que vai à força se encaixando nela.

Daniel Day-Lewis está mais uma vez perfeito e de uma maneira perturbadora o ator compõe um personagem egocêntrico e que nos causa irritação, mas Lesley Manville e Vicky Krieps também merecem destaque, já que atuam com excelência, muitas vezes sem diálogos, nos passando sua emoções apenas com discretos olhares.


Trama Fantasma não é um filme dinâmico e que explique o próprio enredo com clareza, tem um ritmo bastante devagar, que vai nos mostrando muito lentamente uma trama inesperada e surpreendente. Quando termina, certamente o espectador ficará digerindo a complexidade do relacionamento dos protagonistas.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Trama Fantasma
Título Original: Phantom Thread
Diretor: Paul Thomas Anderson
Data de lançamento: 22 de fevereiro de 2018.
Nota:4/5

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

7 comentários:

  1. Estou doida para ver esse filme. Adoro os trabalhos de Day-Lewis e não posso deixar de ver esse, ainda mais sendo o último de sua carreira =(
    Minha expectativas estão altíssimas e espero não me decepcionar XD
    Ótima resenha como sempre =D

    Beijão
    Toca da Lebre
    Universo DC 52

    ResponderExcluir
  2. Michele, não conhecia esse filme. Mas pela sua resenha, parece incrível!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi!
    Mirmã, eu nem sabia desse ator direito e ele já vai se aposentar hahahah
    Eu só vou assistir por causa do Oscar, não vou mentir.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderExcluir
  4. Esse filme não faz meu tipo, mas fiquei super curiosa e pelas fotos eu amei a vibe dos atores hahahhaa

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  5. Oieeeeee Miiiiiiii
    Sou apaixonada pelo ator confesso que a aposentadoria dele faz com que minhas perspectivas estejam láááááááá nas alturas.
    Deve ser um filme bem diferente, focado em personalidades diversas e camadas que se descortinam de repente diferente do que posso imaginar e fico pensando no que vc sentiu quando disse que ficou pensando no final que a surpreendeu!
    Queroooooooo assistir loguinho
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mi

    Nem a indicação ao Oscar me anima. Se fosse para assistir seria apenas pelo figurino. Filme paradão não é comigo...

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Mi, tudo bom ?
    Adorei a dica, ainda não conhecia sobre o filme e fiquei mega curiosa com esse enredo fantástico, mas tenho receio da lentidão do filme.
    Beijos bom final de semana
    bellapagina.blogspot.com.br
    Face: Bella Página

    ResponderExcluir