Medo Profundo [Resenha do Filme]


Quem já assistiu ao filme Tubarão de Steven Spielberg sabe que essas criaturas marinhas podem mesmo aterrorizar os espectadores. Sua forma de predação associada a uma boa trilha sonora, faz do mar o ambiente perfeito para um bom suspense e Medo Profundo usa bastante dessa fonte para desenvolver toda a história das protagonistas, presas numa gaiola no fundo do mar.

Lisa, interpretada pela talentosíssima Mandy Moore, está de férias em outro país com sua irmã, Kate (Claire Holt). As duas têm personalidades opostas, enquanto Lisa é mais receosa com as coisas, Kate é mais aventureira, mais corajosa. Saindo do término de um relacionamento, Lisa aceita mergulhar com a irmã, dentro de uma gaiola e tirar fotos do mar, inclusive dos tubarões, acreditando estar protegida pelas barras de ferro. Tudo, simplesmente tudo, indica que a situação é uma tragédia iminente. O barco em péssimo estado, a gaiola não parece ser forte o suficiente, os tubarões próximo a eles por conta das iscas que soltam no mar e ainda o fato de Lisa não ter muita experiência com mergulho. No entanto, para Kate tudo não passa de mera bobagem da irmã que é, evidentemente, mais medrosa do que ela. 


As duas descem na gaiola, mas não estão muito longe da superfície e tudo transcorreu muito bem, até Lisa ter uma ataque de pânico e pedir para o capitão do barco subirem as duas. A corda que segura a gaiola arrebenta e elas caem no fundo no mar. Se a situação já não fosse bem desesperadora, o oxigênio delas é pouco e elas não conseguem se comunicar com o barco. 

Kate sai da gaiola e sobe um pouco para fazer comunicação e descobre que não podem subir nadando para a superfície porque podem sofrer uma descompressão. Isso ocorre quando os gases dissolvidos no sangue formam bolhas que obstruem as vias sanguíneas, podendo levar à morte, além de narcose por nitrogênio, que pode levar o mergulhador a ter delírios. E não podemos esquecer que no meio disso tudo ainda temos os tubarões!

Quase toda a trama se desenvolve com as protagonistas no fundo do mar. Kate é mais ativa e tenta resolver a situação de maneira mais racional, mas Lisa está sempre desesperada e em pânico. A cada tentativa de sair da gaiola, um novo drama acontece e por diversas vezes me senti convencida de que não havia solução para elas, a morte seria inevitável.


De modo gradativo vamos acompanhando a luta das irmãs por sobrevivência e isso vai nos deixando angustiados e agoniados, o suspense vai muito além de um simples ataque de tubarão, principalmente pelo fato do oxigênio ser pouco. Claro que ficar no fundo do mar com muitos tubarões à espreita causa uma enorme sensação de terror.

Não seria muito justo tentar fazer comparações do clássico Tubarão com Medo Profundo, aliás, não seria justo com nenhum filme e neste caso menos ainda, já que os tubarões acabam sendo quase coadjuvantes na trama. As motivações de Lisa para aceitar a aventura no mar é bastante supérflua e o longa apresenta cenas e situações bem exageradas, mas o filme tem seus méritos. O drama das irmãs consegue nos prender, nos causa bastante ansiedade e no final me agradou mais do que imaginava.

Trailer:



FICHA TÉCNICA

Título: Medo Profundo
Título Original: 47 Meters Down 
Diretor: Johannes Roberts
Data de lançamento: 08 de março de 2018
Nota: 3,5/5

*Conferimos o filme na cabine de imprensa

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Eu estava justamente querendo assistir algum filme de tubarão, amei a dica e hoje mesmo já quero assistir haha

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu nem sequer sabia deste filme e mesmo achando que talvez não tenha um roteiro tão profundo, acho que ele consegue prender a nossa atenção, mesmo que seja pelo desespero e pela agonia.
    Vou tentar assistí-lo porque fiquei bem curiosa.
    Adorei a resenha.
    Beijos.
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  3. Não gosto de filmes de tubarão, kkkk.
    Mas quem sabe eu não dê uma chance :)

    Beijos, Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir