Quando o amor acontece [Resenha Literária]


Quando o amor acontece é o segundo livro da autora Eliana Portella publicado pela Editora Coerência, o primeiro foi Terra do Sol, e conhecer a escrita da autora foi uma ótima experiência.

Sophia é uma mulher que divide a vida em várias tarefas, cuida da gráfica do pai e também trabalha como jornalista, um dia em uma reunião com um cliente importante, conhece Lucas, um empresário milionário de família árabe que fica encantando com a protagonista.

O livro começa já quando o casal está em um relacionamento e Sophia finalmente entende que não pode ser jornalista e cuidar da empresa do pai ao mesmo tempo. A decisão é difícil, desagrada a família, mas ela sai da gráfica e inclusive da casa dos pais, em busca de sua independência. No entanto, a profissão de jornalismo investigativo coloca Sophia em risco por mais de uma vez, para o desespero de Lucas, e a segunda vez é a mais intensa, forte e traumatizante. Sophia se sente culpada por não ter percebido que precisava de segurança, conforme o namorado havia avisado, e precisa de um tempo para se recuperar do sequestro vivido e tem em Lucas o apoio de que precisa.


Logo depois do trauma, acredito que para fazer com que o leitor entenda o posicionamento de Lucas, que é bastante protetor, a autora volta no tempo para nos mostrar como o casal se conheceu, o quanto o protagonista é um empresário poderoso e o quanto ele ama Sophia. E sim, Lucas lembra bastante o Grey de Cinquenta tons de cinza, mas sem a parte do BDSM e sem sufocar tanto a protagonista. O fato é que Sophia resolveu fazer matérias muito perigosas e acaba sendo negligente com a própria segurança, o que faz com que Lucas sempre apareça para salvá-la. O personagem é doce, um tanto possessivo e super protetor.

Em nenhum momento a autora nos passa a sensação de que o casal irá terminar ou algo irá separá-los, na verdade, neste quesito a narrativa é bem linear, sabemos desde o início que os dois ficarão juntos, mas no meio do caminho, o casal precisa superar muitos problemas e quando eu digo muitos, são muitos mesmo! Pode até ser exagerada a quantidade de dramas que acontecem na vida do casal, mas particularmente gosto bastante desse tipo de livro, como se fosse uma novela em que de tempos em tempos algo aparece para testar os protagonistas. E ponto para Portella que não colocou nenhuma personagem feminina invejosa tentando separar Sophia e Lucas.



A autora também nos mostrar interessantes personagens secundários, como a família de Lucas e a antipática família de Sophia, ainda que todos de certa forma amadurecerem na história, mas por um tempo é difícil ter empatia pelos irmãos da protagonista, já que são folgados e egoístas. Vale destacar também que em muitos momentos a Portella fala de fé e de superação ao longo da história.

Enfim, Quando o amor acontece tem uma narrativa fácil, fluída e gostosa de ler. É uma história de amor e autora consegue explorar bem o relacionamento dos protagonistas, ideal pra quem gosta de romances leves com pitadas de dramas.

FICHA TÉCNICA

Título: Quando o amor acontece
Autora: Eliana Portella
Onde comprar: CLIQUE AQUI

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

17 comentários:

  1. Oi, Mi

    Aiii, que ótimo que a autora não colocou mulheres uma contra a outra. Acho tão pobre quando tem uma pilantra tentando separar o casal...
    Eu não conhecia o livro, mas gostei dela correr atrás do que quer e esse lance de jornalismo investigativo é muito maneiro, lembro de Spotlight!
    Olha, eu leria o livro... e esse excesso de drama não me assusta, adoro uma sofrência! Hahahaha

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha, acho que esse tipo de história é minha preferida! Já anotei a dica.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Michele
    Eu não conhecia a autora Eliana Portella, mas achei interessante o livro, só que quando você citou que o Lucas para com o Christian Grey eu meio que desanimei para ler o livro, mas quem sabe eu dou uma chance e leio! Amei sua resenha!
    Beijos <3

    estanteclassica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi!
    Não conhecia o livro e nem a autora, mas só de não ter rivalidade feminina eu já quero ler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Quando comecei a ler a resenha, de cara achei o personagem bastante semelhante com o Grey de Cinquenta Tons de Cinza. (risos)
    Gosto de romances leves e que contenha um pouco de drama, pra não deixar a leitura cair demais. Parabéns pelo belo espaço aqui.
    Bjos

    www.momentosdeleitura.com

    ResponderExcluir
  6. Oiii Mi!
    Se você gostou do livro com certeza eu irei gostar! Achei ótimo a autora não ter colocado uma vilã e sim as situações da vida para o casal superar. Fora que eu adorei essa capa❤.
    Beijos
    Ari

    ResponderExcluir
  7. Oi Michele! Que legal essa história, apesar de curtinha. Gosto também quando os autores não colocam duas ( ou mais ) personagens femininas brigando pelo cara, é tão chato isso, como se tudo girasse em torno do cara e nada mais importasse. Gostei também de que o casal já esteja pré determinado a ficar junto, e que tenham somente que ir superando os obstáculos que vão aparecendo.
    Bjox

    ResponderExcluir
  8. Sabe que esta capa me lembrou muito as capas da saga da Megan Maxwell: Peça me o que quiser. Tem o mesmo estilo de flor sabe? A história é o mesmo também, mas acho que o sentido destas livros são assim. Não conheço a autora e não lembro de ler algo da editora mas quando a gente gosta da história é o que vale a pena.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mi!
    Eu estava muito animada para ler esse livro quando vi os primeiros comentários de PI.
    Mas quando peguei para ler, me vi numa trama bem diferente do que tinha imaginado. Ainda estou no começo, mas não estou conseguindo me prender aos personagens, nem à narrativa em si. Espero que isso melhore!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  10. Olá Miiiiiiii
    Não conhecia a autora nem o livro.
    Gostei muito da sua resenha.
    Com certeza vai para a lista dos desejados 😁😁
    Parece uma narrativa bem trabalhada, sem clichê e com personagens bem construídos que apresentam amadurecimento ao longo da leitura
    Dica devidamente anotada
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, gostei de conhecer esse livro pela sua resenha. Só de não colocar uma personagem feminina querendo atrapalhar já gostei mais ainda. Parece interessante o romance.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Michele!
    Eu curti a premissa, achei bem bacana não ter aquela competição feminina que rola em muitos romances. O protagonista ser um pouco possessivo pode atrapalhar um pouco, mas aparentemente não força a barra, então acho que não sentiria raiva dele durante a leitura rs. Adorei a dica!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro e a autora, parece ser uma boa leitura, gostei muito da sua resenha, ficou bem legal. Fico feliz que tenha gostado da leitura, vou indicar para as meninas do blog, pois elas curtem romance!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?

    Eu não conheço a autora, tão pouco o livro, mas achei a capa, o título e a premissa bem interessante. Fico feliz em saber que você curtiu bastante a leitura, e pelo o que li em sua resenha, a trama me agradaria bastante. Fiquei curiosa, viu?!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi, que bacana que foi um livro leve e interessante, e gosto desses que tem tramas previsíveis, mas ainda assim gostosas e com pitadas de drama.

    ResponderExcluir
  16. Olá! Tudo bom?

    Confesso que adoro livro com boy rico hahaha pode me julgar. Adorei essa comparação do personagem com Cinquenta Tons, me deixou bem curiosa já que é a minha série favorita. Gostei bastante da resenha, ainda não tinha ouvido falar da autora mas fiquei bem interessada. Amei a dica ❤️

    Um beijo

    ResponderExcluir
  17. hahaha verdade, não tinha pensado como foi legal não ter outras mulheres ou homens!
    Eu gostei muito do livro, mas diferente de vc eu achava que eles iam se separar toda hora hahah

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir