Submersão [Resenha do filme]


Submersão apresenta uma história de um casal com vidas completamente diferentes, James More (James McAvoy) um espião, Danielle Flinders (Alicia Vikander) uma cientista que estuda o fundo do mar. O longa apresenta três frentes narrativas e o espectador vai montando partes da história até que se chega no ato final.

A narrativa de James é a mais interessante, espião do Serviço Secreto Britânico e preso na Somália por terroristas, sua luta em sair do cativeiro e sobreviver à torturas físicas e psicológicas é impressionante. Aos poucos James sofre com a degradação humana e presencia fatos de puro terror. Na outra frente temos a história de Danielli, uma bio-matemática trabalhando em um projeto nas profundezas do mar para provar sua teoria sobre a origem da vida no planeta e todo o plot dela em suas pesquisas é simplesmente entediante. Por fim, temos o encontro do casal em um hotel em Normandia., onde os dois se preparam para sua missão. No entanto, Danielli não sabe bem quem é James e quando embarca para sua missão no mar se preocupa com o fato do namorado ter sumido, sem dar nenhum sinal de vida.


Ao longo da trama vamos acompanhando a história dos dois e o roteiro alterna nas três narrativas, oras em cenas tensas e angustiantes com James sendo torturado, oras no romances dos dois em Normandia e por vezes com Danielli sofrendo pelo silêncio repentino de James em uma narrativa lenta demais, mas ao estilo do diretor Wim Wenders (O Sal da Terra, Asas do Desejo) apresentando um ritmo reflexivo, com caprichos em algumas cenas, com divagações, mas que infelizmente, neste caso, não conseguem prender porque a trama se torna rasa demais. 

Importante notar que cada protagonista é submerso em seus próprios problemas, mas é de fato o amor que os sustenta em suas dificuldades. No entanto, apesar de ter dois atores e peso, James McAvoy e Alicia Vikander, não é o suficiente para tornar seus personagens carismáticos, ou para nos envolver suficiente na trama de cada um para nos fazer esperar ansiosamente pelo terceiro ato conclusivo, torcendo por um final feliz, na verdade, estava tudo tão apático que o sentimento foi de indiferença.

Submersão é baseado no romance de J.M. Ledgard, um jornalista que cobria política através da África para a revista The Economist e se inspirou nas experiências vividas na Somália. O longa apresenta romance, aventura no fundo do mar, um tanto de suspense e muito drama, tudo de um modo muito poético, mas que não convence por nos apresentar personagens sem carisma e uma história completamente esquecível.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Submersão
Título Original: Submergence 
Diretor: Wim Wenders
Data de lançamento: 19 de abril de 2018
Nota: 2,5/5

*conferimos o filme pela cabine de imprensa

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Oie
    Não conhecia o filme, mas já fiquei mega curiosa. Achei bem interessante o tema e já quero assistir.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Wim Wnders anda perdendo a mão nos filmes e fazendo uns filmes tão meia boca ....

    clebereldridge.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi!
    Apesar de amar o James McAvoy, acho que vou passar essa dica de filme.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi
    Já não ia muito ao cinema ultimamente e com essa nota aí, com toda certeza não vou nem cogitar a possibilidade em ler o livro haha
    Essas partes lentas da narrativa me dão tédio, prefiro nem ver.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir