13 Reasons Why - 2ª Temporada


A segunda temporada de 13 Reasons Why já começa com uma aviso dos atores sobre os temas difíceis tratados, reforçando o que já haviam feito ano passado, mas que ainda gerou muitas polêmicas.

Agora a série é movida por novas tramas: o julgamento da família Baker contra a escola e o fato de Hannah (Katherine Langford) poder ter sido apenas a ponta de um iceberg imenso de podridão. Cada episódio é narrado por um personagem diferente, já que todos passam a ser mais explorados que a temporada anterior.

Justin (Brandon Flynn) desaparece e Jessica (Alisha Boe) fica um tempo fora da escola. Quando volta sua história está toda distorcida e as pessoas passam a falar dela, justamente como fizeram com Hannah e confesso que esperava mais dos pais dela. Não consigo imaginar um pai e uma mãe deixando a filha voltar pra escola em que o estuprador dela estuda. Alex (Miles Heizer) está vivo, mas não se lembra dos acontecimentos no último mês. Aliás, sua tentativa de descobrir o que poderia ter impedido, como está escrito em seu bilhete antes do suicídio, é o que move o personagem, bem como sua visível agressividade. Tyler (Devin Druid) é um dos mais rejeitados na trama e assim como os outros continua sofrendo com bullying, mas encontra numa nova amizade um novo rumo, mas parece que não aprende.


Já Clay (Dylan Minnette) está bastante diferente da temporada anterior. Um pouco mais agressivo também, sem muita paciência e irritado o tempo todo, mas ainda é um bom namorado, que se preocupa com o psicológico de Skye, que é uma garota fragilizada emocionalmente, apesar das aparências. Clay tenta ajudar seus colegas de escola que estão se recuperando, assim como ele, de todo trauma. E quando alguém deixa uma mensagem em seu armário, dizendo que Hannah não foi a única, um novo mistério aparece na série, trazendo mais problemas para o protagonista.

Kevin (Derek Luke) agora é mais linha dura e está de olho em Bryce (Justin Prentice), parece tentar fazer tudo aquilo que não fez antes do suicídio de Hannah e ele tenta, de verdade, até senti bastante pena no depoimento nele. Tony (Christian Navarro) continua com seu topete e sendo um cara mais maduro para a idade que tem e seu relacionando com Olivia Baker (Kate Walsh) é um dos pontos mais interessantes da série. Já Justin (Brandon Flynn) é um dos personagens com a trama mais pesada, embora as cenas de desintoxicação dele tenha me parecido bem superficial. E Zach (Ross Butler) me agradou bem mais nessa temporada!


Acredito que todos estão passando por momentos difíceis, com remorsos, e os pais sentem dificuldade em confiar neles. A escola se torna um ambiente pior do que era, os personagens sofrem e cada um reage de uma maneira. Olivia quer que a história da filha se seja exposta e se sente ao mesmo tempo culpada, acreditando que poderia ter feito algo para salvar Hannah. Aliás, falando nela o recurso da série pra continuar usando Hannah não é nada original e particularmente não me agrada, ainda dá um toque de loucura a Clay que achei desnecessário.

O julgamento nos traz novas perspectivas de alguns fatos e conclui de uma maneira bem interessante o plot de alguns personagens. No entanto, o que mais me chamou atenção no tribunal foi ver uma advogada mulher querendo culpar as adolescentes, se mostrando extremamente machista, claramente uma representação da sociedade.

Confesso que quando anunciaram a segunda temporada da série torci o nariz, acreditando que não teria mais assunto para ser tratado, mas fico feliz em estar enganada. Bullying, assédio sexual, drogas, luto, culpa, o valor da amizade, sexismo, empatia e tantos outros assuntos continuam sendo explorado. 


Alisha Boe está excelente no papel de Jessica e domina muito bem as cenas de trauma, assim como Brandon Flynn se mostra um bom ator. Além da Kate Walsh que é sempre um show e Derek Luke como Kevin também merece destaque, principalmente no dia do julgamento. 

A segunda temporada de 13 Reasons Why nos mostra um novo lado da história, o que me pareceu bem positivo, mas não tem o mesmo impacto da primeira temporada e algumas questões não tiveram muita profundidade. No entanto, me emocionei em alguns depoimentos e acho que o final, apesar de não ser como eu gostaria, foi bem condizente com a realidade. 

A série com certeza poderia ter menos episódios, mas apesar das ressalvas continua sendo uma boa trama, com um roteiro bem organizado, com personagens complexos.

Comentários com spoiler:


Achei a cena da briga no corredor da escola no episódio 11 sensacional, aquele time de beisebol merecia levar uma surra há muito tempo.

Super torci pelo Zach e Hannah, mesmo já sabendo que não daria certo. As cenas do namoro deles me surpreendeu positivamente.

Tyler é uma garoto doente desde a primeira temporada e acho que o bullying só piorou o psicológico dele, não sei se um dia ele surtaria de qualquer forma, mas com certeza o final da série pra ele foi o mais pesado. Eu já havia ficado bem impactada com a cena de estupro na primeira temporada e a de Tyler foi muito, muito difícil digerir. Confesso que mesmo com o aviso das cenas forte da Netflix, eu mesma fui buscar informações de algumas cenas para poder me preparar psicologicamente, se você, assim como, tem dificuldade em ver algumas cenas, talvez seja o caso de procurar spoiler também.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

24 comentários:

  1. Oi, Mi! Tudo bom?
    Eu não tenho muuuita vontade de ver 13RW por causa das problemáticas apontadas na primeira temporada; achei muita coisa na série um desserviço, até porque ignorou basicamente tudo que dizem que deve ser usado na hora de abordar temáticas pesadas como essa. Se até a OMS se manifestou contra, é porque tem coisa errada.
    Achei bom, tho, que eles pegaram as críticas e levaram a sério para melhorar. Pelo menos foi o apontado nessa segunda temporada.
    Ainda pretendo assistir pra poder fazer uma crítica embasada, mas vou esperar meu emocional estar preparado.
    Gostei muito da resenha.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ainda estou assistindo,por isso não irei ler a parte com spoilers, mas até agora achei a série muito boa, acredito que esteja no mesmo nível que a primeira temporada e com tramas igualmente relevantes =D
    Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi!
    Eu também torci o nariz quando fiquei sabendo dessa segunda temporada. Afinal, não tinha mais livro para se basear e eu imaginava uma trama bem aleatória só para continuar com a série. Porém, tenho visto comentários de todos os tipos. Pessoas que amaram, que odiaram e quem ainda não se decidiu. Eu vou assistir para tirar minhas conclusões, mas espero gostar.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi,

    Comecei a assistir a primeira temporada quando saiu, mas não cheguei a finalizar.
    O pessoal anda falando bem da trama da segunda temporada e fiquei feliz em saber que conseguiram continuar a história.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Sempre ouço comentários positivos sobre essa série. Ainda não assisti, mas quero começar ver! Amei seu post.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Michele.
    Estou assistindo e por enquanto só estou passando raiva. Depois de tudo o que aconteceu, parece que não aconteceu nada e as pessoas fingem que está tudo bem. Espero que isso mude no decorrer dos episódios, se não poderia ter acabado na primeira mesmo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Mi!
    Com certeza a primeira é muito melhor, sem duvidas. Mas essa temporada teve sua relevância, não tem como negar, embora o final também tenha me feito raiva. Nossa, eu fiquei puto. PUTO DEMAIS. Mas a série quis realmente mostrar isso eu acho, que a na vida real, o resultado seria aquele ou algo parecido, o quão sem voz foi a declaração da menina.
    E sim, o Tyler é muito afetado. A transformação dele fica bem evidente desde o primeiro episodio dessa temporada e sim, a cena dele foi horrivel. Eu não quero nem ter que relembrar.

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da sua resenha. Ainda não terminei a primeira temporada.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  9. Oie, estou vendo a série agora, quase terminando... mas por enquanto não tenho gostado tanto como a primeira.
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  10. oi Mi, eu estou assistindo, tava no auge da empolgação, mas o spoiler meio que deu uma murchada no foco, mas eu também gostei e me surpreendi com o que vi até agora, acho que a trama traz enredos interessantes pra debate, contextos que precisam ser explorados, dialogados e afins, um show de interpretação pros atores que realmente encarnaram seus personagens. A personificação de Hannah na trama não me incomoda, acho até oportuna, uma vez que em partes ainda é a história dela
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh Thaila, não era a intenção murchar não rsrsrs

      Excluir
  11. Oi Michele!
    Eu ainda não consegui assistir a primeira temporada, e mesmo tendo um pé atrás com tudo que foi falado da série, quero assistir para tirar as minhas próprias conclusões.
    Todas as críticas que li sobre essa segunda temporada foram bem negativas, dizendo que ela foi bem desnecessária. Vamos ver...
    Não sei quando conseguirei pôr em dia, mas quem sabe nas férias...
    Adorei saber a sua opinião.
    Bjss

    https://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Mi
    Eu estou bem relutante em ver essa nova temporada, sendo bem sincera. Vi dois episódios até agora e não sei o que pensar. Eu estou bem revoltada porque não vi mudanças alguma na forma como a escola lida com seus alunos. Eles praticamente resolveram somente excluir o problema e fingir que ele não existe. Mas eu vou terminar de assistir, um episódio por dia.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  13. Infelizmente eu não curti a primeira temporada e nem mesmo do livro, tentei mesmo ler, assistir e gostar, mas infelizmente eu não curti como a depressão foi abordada nesta obra, mas essa segunda temporada eu quero ver, justamente por abordar outros temas e pode ser que me agrade, pois eu gosto da proposta do livro, só não como foi trabalhada.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Apesar de toda badalação dessa série confesso que não procurei assistir pelo fato dela ser bem densa né? Sobre a segunda temporada, vejo que apesar do pouco impacto ela foi positiva em abordar e fechar algumas outras questões. Enfim, espero que os fãs da série gostem do rumo tomado.

    Beijos
    http://ventoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Fiquei com muito medo dessa segunda temporada estragar a história toda. Quando vi o primeiro episódio e percebi que iam trazer coisas da Hannah que nunca tinha sido comentados meio que torci o nariz, mas acho que foi necessário mostrar a história toda, tanto o lado dela quanto dos outros.
    A cena do Tyler foi muiiito forte, fiquei com o coração pesado.
    Espero que tenha segunda temporada, pq aquele final...
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Tenho lido em alguns grupos o quanto essa temporada está pesada mas sei la, vi dois episódios e ainda nao me vi envolta na trama, tudo me parece ser arrastado demais, eu nao sei se torço para que as coisas fiquem melhor ou rezo para nao ter cenas pesadas como todo mundo diz. Achei sua resenha bem esclarecedora.

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Eu ODIEI a primeira temporada, porque justamente negligenciaram o suicídio e os transtornos, a série toda é cheia de gatilhos para as pessoas que possuem transtornos psicológicos. Não recomendaria para ninguém, acho que é um desserviço a sociedade. A segunda temporada teve críticas bem perigosas, mas passarei bem longe dela. Sua crítica está ótima, pelo menos os atores se sairam bem nos papéis, rs.

    beijooos!

    ResponderExcluir
  18. Oi Mi! Estou em dúvida se vejo ou não esta temporada. Tem muita gente falando mal, dizendo que ela está uma verdadeira escola de como bulinar, como abusar, como usar drogas e mais uma gama de coisas ruins. Que você não deve confiar nos seus pais, na escola ou no sistema. De uma uma irresponsabilidade gigante. Estou pensando em ver pelo Clay e pelo Toni, meus personagens favoritos. Não tenho problemas com cenas pesadas, mas sinto que vou ficar num poço de ódio por esta temporada.


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  19. Essa é uma série que não me atrai de modo algum. Muito pelo contrário: eu fujo dela como o diabo foge da cruz! Os temas abordados na trama são muito pesados e dolorosos e sei que ficaria no chão se desse uma chance à série. Não vai rolar, acho que é uma série que jamais assistiria. E nem quero ler o livro.

    Mas seu post fez eu sentir falta das séries que acompanho, mas faz meses que não consigo ver. :(

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que peguei ranço desta série pela maneira irresponsável como o suicídio foi abordado na primeira temporada e, por isso, já estava decidida a não ver a segunda. Aliás, nem terminei a primeira. Ainda assisti alguns episódios da nova temporada com uma amiga, mas achei que, apesar de trazer temas relevantes, a Netflix mais uma vez se preocupou mais em chocar do que em fazer uma abordagem séria e pensando nos impactos que poderia ter. Li alguns artigos de psicólogos contestando várias coisas na série e, pelos poucos episódios que vi, concordo integralmente com eles.
    Fico feliz que você tenha gostado desta segunda temporada e que, apesar de algumas ressalvas, você foi positivamente surpreendida. Porém, vou passar a dica desta vez.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Ahh confesso que pulei algumas partes para não pegar spoilers. Assisti a primeira temporada e fiquei satisfeita. Como já conheço o livro e sei que nunca será igualzinho, não sei o que esperar dessa segunda temporada. Mas fico contente que você curtiu e espero gostar também da proposta apesar de achar que pouco terá a acrescentar.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  22. Olá,

    Não sei dizer exatamente o que achei dessa segunda temporada, achei muito importante o reforço na mensagem de abuso sexual, machismo e bullying. Porém, me senti incomodada com algumas coisas que preciso analisar melhor. A cena do Tyler foi de destruir mesmo, fiquei em choque, mas acho que é uma realidade que precisa ser retratada, afinal não é só garotas que são estupradas. Tenho mania de shippar os crushs da Hannah, mesmo sabendo que não tem como hahaha. Ri horrores na cena de pancadaria, sei que não era a intenção dos roteiristas, no entanto achei engraçado demais.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi querida, eu discordo de você... Achei a trama da segunda temporada muito repetitiva e um verdadeiro desserviço para os adolescentes e jovens que vierem a assistir. Não existe uma menagem de esperança de justiça no enredo e a impressão que eu tive é que nenhum adulto pode ser de confiança. Eu não gostei e não recomendo que assistam.
    Beijos

    ResponderExcluir