Do jeito que elas querem [Resenha do Filme]


Alguns filmes possuem a maravilhosa capacidade de mesmo não sendo originais nos deixar leves ao sair do cinema, de nos fazer dar boas risada e nos divertir! Foi assim com Do jeito que elas querem, um longa com quatro divertidas mulheres na terceira idade que quando começam a ler 50 tons de cinza, a vida sexual e amorosa de cada uma começa a mudar bastante!

Vivian (Jane Fonda) é uma mulher bem-sucedida, dona de um hotel e que nunca se prendeu em um relacionamento amoroso, mas ao reencontrar um antigo amor não consegue fugir muito dos seus sentimentos e bem que ela tenta. A personagem é a responsável por apresentar 50 tons de cinza ao grupo de amigas que à princípio julgam o livro que sempre sofreu preconceito literário, mas aceitam embarcar na aventura sexual de Anastasia e Grey.


Sharon (Candice Bergen) é uma juíza renomada, mas não consegue se esquecer do difícil divórcio, ainda mais quando o ex-marido arruma uma namorada super jovem! Ao ler o livro de E.L James, a personagem começa a se arriscar em sites de relacionamentos e descobre que é mais do que possível sexo na terceira idade. Já Carol (Mary Steenburgen) é chefe de cozinha casada por muitos anos e ao começar a ler 50 tons de cinza começa também a querer uma vida sexual mais ativa com o marido. E por fim, a protagonista Diane (Diane Keaton), viúva, com duas filhas que a consideram já incapaz de viver só, o que não é verdade! A personagem vai visitar as filhas e durante uma viagem de avião, de maneira bem cômica, conhece Mitchell (Andy Garcia) que fica encantado com seu modo de ser.

Á medida que as personagens vão lendo a série de livros eróticos, cada uma vai tendo modificações na vida. É bastante difícil para Carol reacender a chama do seu casamento e descobre que o marido Bruce (Craig T. Nelson) se sente bastante pressionado. Já Vivian é uma mulher bem sincera com as amigas, a favor do sexo sem compromisso, mas no fundo tem medo de se relacionar. Já o plot da Sharon é o mais divertido por nos fazer acompanhar uma transformação completa da personagem, de alguém letárgica para uma pessoa ativa sexualmente. 


A personalidade das protagonistas é o ponto forte da trama, bem como a amizade delas. Cada uma se envolve em situações engraçadas que nos fazem rir e com diálogos bem inteligentes que nos mostram que existe vida e sexo na terceira idade, nos fazendo pensar no quanto às vezes subestimamos as pessoas depois dos 60, ou até mesmo antes disso. Melhor exemplo são as filhas de Diane que chegam a ser egoístas demais com a própria mãe ao considerá-la uma incapaz.

O elenco não poderia ser melhor, as atrizes se mostram bem confortáveis em seus papéis e a química delas é perfeita. Além disso, Andy Garcia continua com seu típico charme ao dar a Mitchell um ar de Christian Grey sem o BDSM.

O longa aborda temas bem interessantes a começar pelo preconceito literário e quebra um pouco a imagem ruim que muitos livros eróticos possuem. Afinal, 50 tons de cinza muda bastante a vida dessas mulheres. Também quebra o tabu de sexo na terceira idade e ao colocar protagonistas com mais de 60 anos também trabalha com o estereótipo de atrizes jovens e dentro de um determinado padrão de beleza


Do jeito que elas querem tem literatura, sexo, romance e uma linda amizade entre quatro mulheres! É uma comédia romântica sensível, engraçada, inteligente, com um roteiro ágil e uma boa trilha sonora. vale muito a pena conferir!

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Do jeito que elas querem
Título Original: Book Club
Direção: Bill Holderman
Data de lançamento: 14 de junho de 2018
Nota: 5/5

*conferimos o filme na cabine de imprens
Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. Oie
    Não vejo a hora de assistir este filme, tem um enredo que gosto e atrizes que admiro. Adorei saber sua opinião.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um livro muito leve e com uma capacidade de fazer com que mudanças sejam essenciais. Bela resenha <3

    Blog: obaucultural.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. tem varias atrizes que gosto bastante nesse filme, e adoro esse estilo mais leve e divertido

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi!
    Vi esse trailer há meses e adorei.
    Quero muito assistir, porque adoro essas atrizes, principalmente a Jane Fonda.
    Que bom que você gostou.
    De vez em quando é bom ver filmes assim, despretensiosos, divertidos e entretenimento puro e simples.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mi! Tudo Bem?

    Eu já tinha visto uma foto do filme circulando pelas redes sociais, mas ainda não sabia nada sobre ele. Adorei muito só de saber.
    Gostei da forma como vai apresentar 50 tons de Cinza, afinal, concordo que o livro tenha mostrado para as mulheres que eles podem e devem sentir prazer sexual (Mas confesso que não gosto, porque acho ele meio machista). Mesmo assim, a forma como foi mostrado, é interessante.
    Gosto de histórias que mostram que a terceira idade não é incapaz ou algo assim. Estou assistindo uma série assim que é muito boa.
    Vou com certeza assisti-lo. Prevejo que vou rir bastante.
    Adorei a indicação!
    Beijos,
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mi!
    Eu estou louca para ver esse filme. Bom saber que ele ajuda a quebrar um pouco desse preconceito que as pessoas possam ter com o gênero erótico. Eu até me surpreendi quando li a sinopse, exatamente por isso! Acho que vai ser uma trama legal de acompanhar, sem falar que adoro as atrizes <3
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir