Os Incríveis 2 [Resenha do Filme]


Demorou 14 anos para sair a continuação de Os Incríveis, tanto que já não tinha a menor esperança de sair o segundo, mas saiu! Não sei se o tamanho da espera é proporcional a qualidade da animação, mas o filme não decepcionou!

O foco da animação continua sem dúvida a família, e apesar de Helena/ Mulher Elástica (Holly Hunter) ganhar mais tempo na trama, Roberto (Craig T. Nelson) continua com seu espaço de protagonista, até porque seu plot de aprender a ser um pai incrível toma boa parte do enredo.

O longa começa exatamente depois do primeiro filme e temos a família Pêra (no original Parr), tendo que esconder seus poderes e viver no anonimato e sem emprego, mas Winston Deavor (Bob Odenkirk, no Brasil dublado por Otaviano Costa) quer mudar isso. O personagem e sua irmã, Evelyn (Catherine Keener, no Brasil Flávia Alessandra), contratam os heróis para ajudar o mundo, mas antes precisam mudar a imagem deles, de heróis que cometem muitos erros, para heróis impecáveis. E com isso a Mulher Elástica assume o protagonismo, já que sem dúvida ela é mais esperta do que todos os outros, sabendo arquitetar melhor suas ações e sendo menos impulsiva que o Sr. Incrível. Claro que Roberto não lida bem com o fato de ficar em casa cuidando das crianças, se sente impotente, descartável e o roteiro de Brad Bird não tenta fingir que o ego do personagem não ficou ferido. Ficou sim e ao longo da animação ele vai lidando com isso.


Enquanto Helena enfrenta os criminosos e o surgimento de um novo vilão, Roberto aprende a ser um pai mais presente, uma tarefa nada fácil. Sr. Incrível precisa lidar com a matemática do filho Flecha (Huck Milner), com os problemas amoroso de Violeta (Sarah Vowell) e com o bebê Zezinho e seus super poderes. Não tem como não rir das diversas situações em que a criança se encontra, é uma cena melhor que a outra, sendo sem dúvida o ponto mais forte do filme. E Edna Moda não fica de fora nessa história, tendo que entender todos os poderes de Zezinho (que são muitos), para conseguir fazer um uniforme adequado a ele. As cenas dos dois juntos são hilárias e de todos os poderes do bebê, o bebê demônio é o melhor de todos.

Em relação ao vilão, um espectador mais esperto consegue matar a identidade dele logo no começo e nesse ponto não existem surpresas, é previsível do início ao fim, sabemos como vai terminar o filme, o que não nos causa ansiedade. No entanto, ainda assim, a jornada é engraçadíssima e levanta questões bem pertinentes, como o papel da mulher na sociedade e a importância de um pai não negligente.


Visualmente a animação continua excelente, com detalhes nítidos e cores fortes. E em termos de roteiro, apesar da previsibilidade, o longa acerta na ação, na comédia e consegue adicionar novos personagens na história, expandindo o universo a ponto de um terceiro filmes ser bem cabível. A diversão é realmente garantida para todas as idades, difícil não rir com a família Pêra e não torcer por eles.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Os Incríveis 2
Título Original: The Incredibles 2
Direção: Brad Bird
Data de lançamento: 28 de junho de 2018

*conferimos o filme na cabine de imprensa
Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

9 comentários:

  1. Esperei anos por essa continuação e fiquei muito feliz quando finalmente foi confirmado Os Incríveis 2! Ainda não pude assistir, mas assim que tiver um tempinho quer conferir.

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie Mi =)

    Todo mundo me acha uma ET, quando falo que não curto muito Os Incríveis rs...mas, de verdade o primeiro filme não me cativou tanto, e por isso confesso que não estou muito animada para assistir essa continuação. Se tiver de bobeira em casa e alguém me convidar para assistir pode ser que eu vá, mas não é prioridade.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi!
    Eu te amo mas tem vezes que eu te odeio, como nesse momento. Eu estou louca pra ver esse filme e você vem aqui, esfregar essa resenha na minha cara haahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi!
    EU to mega animado desde que saiu o trailer. Eu esperei esses 14 anos e eu quero esse filme, por pior que ele fosse, o que não é o caso KKK. Eu vi muitas resenhas positivas e por se tratar de uma animação, só em ter esses personagens, eu já pagaria para vê-los. To contando os dias para assistir. Espero conseguir ir no cinema.

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mi!
    Eu estou doida para assistir esse filme <3 Sou apaixonada no primeiro e mesmo que ele seja previsível, sei que vai ter um lugar no meu coração separado para ele hahaha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  6. Ah esse filme é tão família, uma graça.
    Espero que o MC Donalds faça brinquedinhos com esses personagens ♥
    Beijinhos ;*

    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
  7. Oi Mi, tudo bom ?
    Esperei tanto por esse filme, na infância era só o que assistia nos finais de semana, e confesso que pela demora na continuação, já tinha até desistido.
    Adorei a sua resenha, acredito que o filme esteja realmente sensacional.
    beijos boa semana
    http://bellapagina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu não vejo a hora de poder assistir a esse filme! Deve estar demais!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ver esse desenho. Adorei a resenha.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir