Sicario: Dia Do Soldado [Resenha do Filme]


Sicario: Dia Do Soldado é a continuação do longa Sicario: Terra de Ninguém, estrelado por Josh Brolin e Benicio Del Toro.

Na trama, a guerra contra o tráfico de drogas na fronteira dos Estados Unidos com o México é intensa e os cartéis estão atuando na entrada de terroristas pela fronteira. Para combater essa guerra, o governo americano convoca o agente federal Matt Graver (Josh Brolin) que volta a trabalhar em parceria com Alejandro (Benicio Del Toro).

Para solucionar o aumento do tráfico e seus poderes na fronteira, Matt tem o plano de colocar uns contra os outros e para isso inicia uma série de missões de assassinatos e inclusive sequestra a filha de um dos chefes de um dos cartéis para colocar a culpa no cartel rival. No entanto, quase no final da missão, em que Isabel (Isabela Moner) passaria pela fronteira e seria entregue a sua mãe, a garota foge colocando em risco toda a operação. E como os planos de Matt não dão certo, a operação é cancelada e agora a agora só depende de Alejandro para ajudá-la.


Alejandro está na missão e cuida de Isabel durante o sequestro sem que a garota saiba sua identidade, mas ela é esperta e logo descobre que o personagem teve sua família morta por culpa de seu pai traficante. E por mais irônico que pareça, os dois estabelecem uma relação de confiança, em que Alejandro fará de tudo para salvar a vida da adolescente. E a tarefa não é muito fácil, já que com a missão cancelada eles ficam sem o apoio do governo para ajudá-los a passar pela fronteira e Isabel por ser filha do dono de um cartel poderoso é um alvo fácil.

Paralelamente a isso temos a história de Miguel (Elijah Rodriguez), um adolescente que entra para a vida do tráfico e da violência, mas parece constantemente em dúvida e perdido, até que em determinado momento as histórias se cruzam e começam a fazer sentido.

Pelo fato do primeiro ter recebido boas críticas, o espectador talvez tenha altas expectativas em relação ao longa, mas o roteiro tem algumas falhas. As cenas de ação e a ambientação são boas, com bons efeitos sonoros. Entretanto, sem muita profundidade a trama se arrasta em alguns momentos e as histórias de Miguel e Alejandro demoram bastante para se cruzarem e com isso, o personagem de Elijah Rodriguez parece bastante aleatório na história. 


Josh Brolin e Benicio Del Toro estão bem em seus personagens e Isabela Moner se mostra uma boa atriz, embora o filme não consiga se aprofundar no drama.

Sicario: Dia Do Soldado tem cenas de ação bem coreografadas, excelente fotografia e uma premissa interessante que consegue ir além de uma velha história com tráfico mexicano, com personagens até complexos, mas peca em não saber aproveitar a trama, se tornando raso e apresentando apenas um filme comum de ação.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Sicário: Dia do Soldado
Título Original: Sicario: Day of the Soldado
Diretor: Stefano Sollima
Nota:3/5

*conferimos o filme na cabine de imprensa
Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Oi Mi,
    Eu ainda não vi nem o primeiro, rs.
    E posso ser sincera? Não me animei. Eu gosto de filmes dramáticos, com histórias meeeesmo, sabe?
    Acho que vou deixar passar...
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi!

    Não conhecia o filme, e confesso que não faz muito o estilo que costumo assistir :(

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi!
    Eu até gosto de filme de ação, mas prefiro quando são bem balanceados entre personagens femininas e masculinas. Pra ser bem sincera, esse não parece com nada do que eu assistiria, deixou a impressão de que eu não chegaria até o fim dele.

    bjs
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  4. Oii Michele.
    Tenho percebido que muitos autores se perdem na hora de construir profundidade que ou fica sem ou perde-se no contexto geral do filme.
    Apesar de gostar de filmes de ação essa falha me irritaria bastante porque sou mais adepta a ter uma história bem elaborada do que das cenas de ação. Obrigado pela resenha. Assim sei que não é meu tipo de filme.
    Beijos.


    Blog: https://fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não assisti ao primeiro. Preciso ver pra entender esse.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir