Uma estranha em casa [Resenha Literária]


Em Uma estranha em casa fui apresentada a personagem Karen Krupp, uma mulher correta que nunca na vida ultrapassou o limite de velocidade, sempre dentro da lei e honesta, mas um dia acordarem hospital sem ter ideia do que a levou até li. 

Tom Krupp, marido de Karen, no dia anterior ao chegar em casa do trabalho, encontrou a porta aberta, a bolsa da esposa com todos os documentos, o jantar já meio caminho andado, mas nenhum sinal de sua mulher. Sem conseguir imaginar o que poderia ter acontecido, ele recebe um noticia um tanto quanto inacreditável, sua mulher havia se envolvido em um acidente de carro, ultrapassou o limite de velocidade e bateu em um poste... e a culpa foi toda dela. 

Sem conseguir creditar na infração cometida, Sr.Krupp vai encontrar a amada para entender o que houve e para a infelicidade de todos ela não se lembra de nada, com uma amnésia temporária a Sra. Krupp vai fazer policiais, investigadores, sua amiga e seu marido duvidarem até de si mesmos. 


O que levou essa mulher tão exemplar a sair desesperada de casa, ir ao lado perigoso da cidade e bater seu carro? Esse então é o momento crucial de toda a trama que me manteve de olhos bem abertos para descobrir o que acarretou esses acontecimentos. 

Em contra partida com o acidente de carro, houve um assassinato em um bairro perigoso. Um homem foi morto e não se sabe quem é ele, apenas se tem noção de que quem o matou o fez a sangue frio. 

Um erro, um momento de desespero do culpado fez com que uma luva fosse esquecida no caminho... A utilidade dessa luva me fez surtar durante todo o livro, não conseguia imaginar como ela poderia ser tão importante, acreditem em mim, essa coisinha rosa (a luva) será mencionada até a última página. 

Apesar de toda a trama ser boa alguns acontecimentos são óbvios demais o que me levou até a seguir outra linha de raciocínio, não podia acreditar que estava correta. Eu gosto de ser surpreendida e fiquei um pouco chateada por não ter acontecido um plot twist no momento em que eu esperava. 


Um ponto negativo que tenho também que mencionar é que Shari Lapena perdeu a oportunidade de criar mais situações que me gerassem dúvidas, na metade do livro podemos desvendar 90% da trama. E depois só se desenrola a questão de “Quem matou o homem em um bairro perigoso?”. Por mais que isso seja fundamental ao suspense ela poderia ter marcado como parte 1 e parte 2 para deixar bem claro de que em 50% do livro já se pode entender todos os personagens, já que depois a trama começa a ser concluída até chegarmos no culpado que é a outra parte da história. Eu realmente fiquei na espera de aparecer mais alguém no enredo, de acontecer alguma coisa louca de última hora. 

Entretanto, a autora conseguiu me conquistar com a rápida narrativa, não enrolou, foi direta, deu seu suspense no momento certo, o amor do Tom pela Karen não foi exagerado e a chata da vizinha por mais que tenha me deixado louca com seu amor quase doentio teve um papel marcante na obra, o que eu realmente não esperava, então não deixe de valorizar a amargurada da Brigid, ela também vai estar até na última página do livro... ou melhor na última linha! 

FICHA TÉCNICA

Título: Uma estranha em casa 
Autora: Shari Lapena 
Nota: 4/5
Onde Comprar: Amazon

Kethlyn Galdino
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

12 comentários:

  1. Nunca li nada da autora e esse não é um género literário que aprecie muito, mas quando leio algo desse género, gosto que me dêem luta, que tenham vários twists, que me façam duvidar e desconfiar de tudo e de todos.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  2. Oie Kethlyn =)

    Não é um gênero que eu aprecie muito, mas pela sua resenha a a narrativa me pareceu bem interessante para quem curte um bom suspense. Já sei para quem vou indicar ^^

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Kethlyn! Tudo bom?
    Menina que minha decepção com esse livro foi tão grande que dei só 1 estrela :v UHASUHASUHASUH quando acabou fiquei com a maior cara de "UÉ?" possível. Como tu disse, a falta de plot twist e as obviedades da trama foram absurdas demais pra mim. Não consegui perdoar; ainda mais porque a autora tinha uma premissa fabulosa em mãos. Tava tão óbvio e chato que aaaaa por que faz isso, livro?

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Amazing post, dear! A big hello from Germany!
    Hugs ♥
    LIANA LAURIE

    ResponderExcluir
  5. Oiiii keth, minha amiga parabatai.
    Como vai?
    O ponto negativo do livro me deixaria brava. Odeio quando consigo desvendar segredos de livros.
    Não sei se leria esse livro.
    Amei o post. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não tinha visto nada sobre esse livro, mas gostei bastante da história. Já anotei a dica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. to querendo ler mais livros de misterio e thriller, pena que esse pela metade já fica meio manjado :/

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  8. Oi, Keth!
    Eu tive um problema parecido com o outro livro da autora. Ela determina todo o final e tira o suspense logo no meio do livro. Isso me deixa um pouco desanimada, pois parece que o restante da leitura é uma perda de tempo. Mesmo assim, quero ler. Vai que eu gosto mais desse do que do outro, né?
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  9. Olá, Kethlyn.
    Quem é fã de um bom livro de suspense sempre fica esperando que algo aconteça para nos surpreender e que não seja aquilo que a gente já deduziu hehe. Mas infelizmente tem livros que isso não acontece. mas ainda assim, eu fiquei co vontade de ler ele porque sou curiosa e preciso saber o que aconteceu hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi Kethlyn. Como vai?
    Eu não conheço a autora e com certeza nunca li nada dela. Gostei muito da sua resenha e te confesso que lendo suas considerações não será desta vez que irei me arriscar em um livro dessa autora.
    Bjus
    Doces Letras

    ResponderExcluir
  11. Oi Kethlyn, tudo bem?

    Adorei a resenha!
    Livros com essa premissa me interessam muito, um suspense com policial investigativo, mas não tenho lido muito do gênero ultimamente.
    Adoro plot twist também e acho que ficaria decepcionada com a história que já se resolve perto da metade do livro, mas gosto de conhecer narrativas de autores que não conheço e fiquei muito curiosa para saber o desenrolar da história.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ketlhyn
    Eu não tenho interesse em suspense mas eu adoro um mistério, fico muito curiosa e se pudesse te pedia spoilers. Infelizmente não vou ler e acabarei morrendo sem saber o que aconteceu.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir