Sob Águas Escuras [Resenha Literária]


Eu ainda não tive oportunidade de ler os outros livros de Robert Bryndza que contam a história da detetive Erika Foster, mas tenho certeza que Sob Águas Escuras é mais um livro fabuloso dessa série. 

Sob Águas Escuras têm um prólogo desconfortável e arrepiante, e uma vez que eu li, fiquei completamente viciada. Este é um daqueles livros que você não pode deixar de ler, e a cada capítulo terminado você apenas “precisa ler mais um”, e quando você se dá conta o dia amanheceu! Este é o terceiro livro da série da Detetive Erika Foster e, embora você possa lê-lo como autônomo, eu te aconselho a ler a série, primeiro porque a narrativa e o envolvimento que temos com a história é fantástico e segundo Robert Bryndza cria histórias de crimes mais que envolventes. 

Erika Foster é uma detetive que está envolvida em um grande caso de assassinato, ela é direta, determinada, destemidamente e incrivelmente boa em seu trabalho. O livro também traz um pouco mais de sua história e sua família, o que adiciona mais profundidade à sua personagem. Erika enfrenta um caso muito complexo quando o corpo de Jessica Collins de sete anos é encontrado em uma pedreira vinte e seis anos depois de seu desaparecimento, sem testemunhas e com pouquíssimas informações a respeito, o que irá testar suas habilidades de policiamento até o seu limite máximo, é um caso mergulhado em mentiras, segredos em uma trama inimaginável. 


Não vou revelar muito da história, o que posso dizer é que há personagens obscuros o suficiente – os pais que parecem relutantes em se abrir para Erika e para a equipe, o advogado que talvez seja apenas um pouco prestativo, os pedófilos locais, suspeitos na investigação original, mas que a polícia não conseguiu encontrar evidências conclusivas para condená-los – que você ficará tentando adivinhar o que aconteceu, e que irá te motivar até o final do livro. Embora eu acreditasse que sabia quem e porquê, fiquei extremamente surpresa com o final e a tragédia de várias perdas de vida, que se tornaram ainda mais comoventes e emocionantes com todos os envolvidos. Ainda que a simpatia final seja sempre poupada para Jessica Collins há, no final, tantas vítimas nesta história que é difícil saber a quem se sentir realmente triste. 

O sofrimento da família era crível e apertou meu coração diversas vezes, e Bryndza se destaca quando consegue capturar nossas emoções em cada página. É uma história trágica, como seria a morte de qualquer criança. Que leva Erika e a equipe ao limite, especialmente Peterson, que tem seus próprios demônios para lutar quando se trata de lidar com pessoas que atacam jovens garotas. E, no entanto, é uma história muito envolvente, que nos deixa com muitas perguntas em aberto, principalmente porque as pessoas próximas à investigação parecem mais atentas a manter uma miríade de mentiras e proteger seus próprios segredos do que ajudar a descobrir a verdade do que aconteceu com Jessica. 


O que eu gostei sobre a escrita de Robert Bryndza foi sua capacidade de descrever cenas com tanta convicção, que você sente como se estivesse ao lado de Erika e sua equipe, as visões, cheiros e a atmosfera saltam das páginas para uma leitura verdadeiramente deslumbrante. Você sente todos os tipos de emoções ao lidar com a dolorosa investigação do caso de Jessica. 

É uma leitura densa e convincente e eu achei Sob Águas Escuras a própria definição de “thriller de crime”

Na minha opinião, o livro é emocionante da primeira página até a última, inquietante e perturbador, as ações dos personagens demasiado humanos levam a um clímax devastador e tenso. É uma história que transmite intriga e muita tensão. Alguém está indo muito longe para encobrir seus rastros, a vida de Erika está em perigo, já que o envolvimento dela no caso se torna arriscado para os responsáveis. 


Eu posso e recomendo de todo coração esse livro para quem procura uma história de crime original, mas com todas as características de um conto verdadeiramente emocionante. 

Realmente amei a história e está entre os meus favoritos lidos nesse ano. Mal posso esperar pra ver o que virá no próximo livro da série da querida Detetive Erika Foster.

FICHA TÉCNICA

Título: Sob Águas Escuras
Autor: Robert Bryndza
Nota: 5/5
Onde Comprar: Amazon

 

Natália Silva
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

10 comentários:

  1. Oi, Natalia!
    Nossa que essa capa ataca minha tiprofobia que Jesus amado!
    Eu nunca li nada do autor, mas já vi muitas resenhas positivas sobre o livro. E fico feliz que a leitura tenha sido prazerosa pra você.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi sua linda!! Eu sabia que iria sentir vontade ler o livro após a resenha RS. Não imaginava o que o enredo traria, também não conhecia o autor, e agora quero conferir de pertinho. Vai para a lista de desejos (a série toda hahaha) resenha maravilhosa 💕

    ResponderExcluir
  3. Oi, Natalia!

    Sempre tenho vontade de ler esses livros investigativos, mas acabo dando preferência pra leituras leves como de romance. Adorei a resenha, saber que a leitura é assim frenética e que prende o leitor me animou pra enfim pegar logo o livro em mãos e conferir a história!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nat

    Eu tenho um livro do autor, só esqueci o nome, é com essa detetive também, porém, ainda não tive a oportunidade de ler.
    O que me chama a atenção é o fato de termos uma detetive mulher e o fato da vítima ser uma criança, isso deixa tudo maia revoltante por mais que tenha passado tempo. Quero ler pq adoro o gênero.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  5. A capa já deixa um ar perturbador então já da para imaginar o quanto a história também é..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Natália! Tudo bem?

    Uau! Que resenha foi essa? Sabe quando você já está empolgado e quando acaba é como se estivesse lendo ao livro e então você não tem o final e fica: "Eu preciso deste livro". Foi justamente assim que você me fez sentir.
    Não me lembro de ter lido outra resenha deste livro, mas já tinha visto algumas coisas sobre ele no instagram, mas nunca algo tão empolgante. Faz tempo que não leio um livro deste gênero, então fiquei bem curiosa.

    Adorei mesmo a sua resenha!

    Beijos,
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  7. Oi Natália, tudo bem? Eu já gostei mais de thrillers de crimes e não é que não gosto mais, mas comecei a ficar um pouco atemorizada com as histórias, saia na rua olhando para todos os lados, apavorada de qualquer coisa que pudesse acontecer como eu já havia lido nos livros ou assistindo em filmes, por isso decidi dar um tempo nesse gênero, mas sempre tenho aquele pingo de curiosidade latente quando leio uma resenha que enaltece um livro assim.
    Posso dizer que fiquei ainda mais curiosa pelo prólogo e acho bárbaro quando um autor consegue escrever um livro que nas primeiras páginas prenda o leitor dessa forma.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá Natália! Tudo bem?
    Ameeei sua resenha! Ando super curiosa com alguns dos recentes thrillers lançados, mas esse me chamou super atenção por causa dessa coisa de ser emocionante e perturbador! Já quero!!
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Natália!
    Eu amo um bom suspense e essa capa me deixa com muita vontade de ler.
    Sua resenha foi super envolvente e sua animação me deu certeza de que preciso ler esse livro hahaha Ele já está na lista e vou tentar ler os outros antes, para não ter problema.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  10. Tenho visto várias resenhas desse livro e ele parece que realmente é bastante interessante. Eu não tenho muito costume de ler livros do genero, mas acho que mais por falta de oportunidade mesmo, já que sempre acabo me interessando pelas tramas. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir