Cinquenta Tons de Liberdade [Resenha do Filme]


Enfim, chegamos ao final da trilogia da história de Christian Grey (Jamie Dornan) e Anastasia Steele (Dakota Johnson) que começou em 2015. Devido ao grande sucesso dos livros de E.L.James, os três primeiros volumes foram adaptados ao cinema (a série possuem outros com o ponto de vista de Grey), ganhando ainda mais fãs pelo mundo todo. Obviamente que todos nós sabemos que os longas não são perfeitos, mas os fãs geralmente não se incomodam com as imperfeições, e acho até que o terceiro filme está melhor desenvolvido do que o segundo.

Nas primeiras cenas vemos Grey e Anastasia se casando e felizes, o casal finalmente consegue acertar todos os problemas no relacionamento, mas existe uma grande complicação, Jack Hyde (Eric Johnson), ex-chefe da protagonista, que busca vingança. E apesar do filme acompanhar a nova rotina do casal e darem mais um passo no relacionamento deles, algo que Grey não esperava, o roteiro tem um plot mais evidente com Jack como um vilão à espreita.

Grey continua bastante controlador, mas dessa vez consegue dar mais espaço para esposa. No entanto, quando Jack se torna uma ameaça, o protagonista começa a temer não só pela vida de Anastasia como também por todos de sua família. Paralelamente à trama do grande vilão da história, temos também o casal passando por algumas questões do casamento e abordagem do tema filhos.


Claro que o filme apresenta alguns problemas, colocar uma cena de perseguição com uma trilha sonora divertida não faz com que a gente se convença da seriedade da situação, aliás, em nenhum momento o longa consegue passar uma verdadeira tensão, nem mesmo nos momentos finais. E a trama não tem muita profundidade, todos os problemas acabam sendo resolvidos facilmente, mas neste terceiro filme, o roteiro parece mais consistente, enfatizando nas questões familiares do casal e um vilão com motivos mais convincentes, como a vingança.

E destaque para a situação profissional de Anastasia que tenta a todo custo passar a imagem de mulher trabalhadora, mas o longa mostra a personagem trabalhando no máximo cinco minutos, ou o Grey aparece, ou algo pessoal acaba tirando a concentração dela, ou ela sai de viagem com o marido, deve ser bem bacana trabalhar dessa forma.

Embora bem adaptado, os fãs devem notar algumas mudanças do livro para o filme, cortes foram feitos, o que até deixaram o roteiro mais ágil, sem perder tanto tempo em coisas que não acrescentam em nada, mas teria sido bom se tivessem focado mais na questão de ter um filho e todo o drama que isso gera na vida do casal. De todas as formas, o filme continua com muitas cenas de sexo e conseguiu mostrar que os personagens mudaram ao longo da história, com uma Anastasia com mais personalidade e um Grey mais compreensivo.


Cinquenta Tons de Liberdade é filme despretensioso e não se incomoda de ser assim, não é para quem não gosta das histórias de E.L James, não é um longa para análises profundas, é um filme feito para fãs e os momentos de flashbacks da história deixa isso bem claro. E apesar das falhas, não se deve subestimar o poder dos fãs, afinal, é uma trilogia que leva muitas pessoas ao cinema.

Talvez não seja um filme para você, caro leitor que não gosta de romances, ou para você que vai ao cinema apreciar a sétima arte em várias camadas, mas ainda que com mudanças, é um filme para os fãs celebrarem o final da história de Anastasia e Grey.

Trailer:



FICHA TÉCNICA

Título: Cinquenta Tons de Liberdade
Título Original: Fifty Shades Freed
Diretor: James Foley
Data de Lançamento no Brasil: 8 de fevereiro de 2018
Nota: 3/5

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

18 comentários:

  1. Oi! Realmente no cinema é difícil levar várias partes do livro para as telas, mas é muito bom para os fãs quando consegue ter pelo menos a essência do livro. É a segunda resenha do livro que leio e diz o mesmo, faltou profundidade e verdade em algumas cenas, o que é horrível. No entanto, concluir uma série é emocionante e espero assistir em breve. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
  2. Oi oi Mi!!
    Na minha opinião esse é o filme mais aguardado por todos. Não li o segundo e terceiro livro, porque achei a história muito cheia de coisas previsíveis..
    Bom, mas espero em breve ver o filme, porque a volta de Jack na trama me deixou ansiosa para saber o que vai acontecer, e sobre esse filho do casal estar chegando e tudo mais, me deixou com uma pulga atrás da orelha para saber como vai se resolver toda essa bagunça.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  3. Amei sua resenha, esse filme gerou muitas expectativas, né? Acho que eles estão fazendo um excelente trabalho e mesmo não trazendo todas as partes do livro, as mais essenciais estão lá. Quero muito assistir!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi
    Eu sou mega fã de 50 Tons (livros)
    apesar de não aceitar ainda os atores escolhidos, consegui gostar um pouco dos filmes
    Não gostei do primeiro, já gostei mais do segundo e espero gostar mais do último!
    Tô ansiosa pra conferir o filme!


    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo(a)!

    Gostei do seu blog, muito bom.

    Estou te seguindo, segue-me de volta =)

    Abraços!

    Att,

    #Tavares_Plug@do

    ResponderExcluir
  6. Oi, Michele!
    Eu não li os livros, por isso, não tive interesse em assistir os dois primeiros filmes. O lançamento deste, no entanto, me lembrou muito da época do lançamento de Amanhecer- parte 1 com o casamento da Bella e do Edwards (com a diferença de ter gostado do longa, apesar dos defeitos..).
    Provavelmente não assistirei esse, mas, concordo com você, acho que deve ser uma boa pedida para os fãs. Beijos

    Versos e Notas

    ResponderExcluir
  7. Eu não li os livros, mas eu assisti os filmes anteriores (em casa), provavelmente devo assistir esse último filme em casa também. De qualquer forma, vai ser bom ver qual vai ser o encerramento dessa história. Gostei muito da sua resenha! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2018/02/resenha-do-livro-nao-se-iluda-nao.html

    ResponderExcluir
  8. Oie. Gostei muito da resenha, embora não goste de 50 Tons... mesmo achando os filmes melhores que os livros, pq são mais caprichadinhos. Com certeza não verei no cinema, mas quem sabe depois que sair pra download rsrsrs.
    O terceiro livro, então, é o que menos gosto, minha empolgação é 0. uheuhuee Uma pena pq gosto muito do Jamie e da Dakota (que até está num post que eu fiz hj). Lindos!

    Bjss

    http://www.cafeidilico.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Mi, tudo bem?
    Esse foi o único livro da trilogia que eu não li, não curti muito a escrita da autora e acabei enrolando para ler esse e... é, nunca mais animei a ler. Quanto aos filmes eu só assisti o primeiro, confesso que nem sabia que o terceiro já tinha sido lançado hahaha
    Lendo sua resenha eu consigo concluir que sem dúvidas não é um filme pra mim, uma pena, tinha esperanças de gostar ao menos das adaptações...

    Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mi.
    Acho que tensão foi a única coisa que não senti com esse filme. Não sei porque mas não consigo gostar da Dakota de jeito nenhum, se bem que tem horas que ela tem um grande carisma, vai entender. Jamie é lindo, maravilhoso e irresistível como sempre, vou sentir saudades!
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  11. Oieeeeee Miiiiiiii
    Li os livros, que não gostei, hihihi
    Os filmes ainda não assisti nenhum, mas quero dar um "zóio"
    De qualquer maneira acho válido a adaptação para os fãs e é uma opção descompromissada de filme para quem não curte Carnaval.
    Excelente feriado, no agito juízo, ou na unidos do sofá bom descanso, pra ti flor e todos aí
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ai olha, eu assisti só o primeiro filme e não gostei real, achei o Christian muito controlador e abusivo e não consegui achar aquilo sexy, então né, já não iria assistir esse último filme de qualquer jeito hahah mas espero que os fãs fiquem felizes com o resultado. Gostei muito da resenha!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  13. Oi
    Não li muito porque ainda não assisti. Mas, assistirei em breve no cinema
    Beijão

    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
  14. Confesso que nunca li nem assisti os filmes, é uma história que nunca me despertou grande interesse! =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  15. Ainda não vi nenhum dos filmes, mas talvez faça uma maratona em breve! Gostei da review, achei-a bastante detalhada! Beijinhos

    http://averamarques.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Olá, Michele.
    Eu queria um trabalho assim hehe. Eu vou assistir, mas tenho que assistir o segundo antes. Mas não consigo ver os filmes com outros olhos, sempre que penso na história só me veem a mente um cara abusivo e uma Bella mal escrita com muitas cenas repetidas de sexo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  17. Eu assisti e não gostei.Achei fraquísimo! Não tem a intensidadeesensualidade do primeiro e segundo.A história perdeu todo o sentido quando o autor resolveu engravidar a Anastasia duas vezes, rsrsrs...

    ResponderExcluir
  18. Incrível! O ator Jamie Dornan se compromete muito com o personagem. O elenco deste filme é ótimo, eu amo os melhores filmes de drama onde Jamie Dornan aparece, o ultimo que eu vi foi Meu Jantar Com Hervé, adorei! De todos os filmes que estrearam o ano passado, este foi o meu preferido, eu recomendo, é uma historia boa que nos mantêm presos no sofá. É espetacular. Pessoalmente eu acho que é um filme que nos prende, tenho certeza que vai gostar, é uma boa história. Definitivamente recomendado.

    ResponderExcluir