Champions [Resenha da Série]


Champions é uma série de comédia americana da NBC, disponibilizada pela Netflix, e conta a história de Vince (Anders Holm), dono de uma academia quase falida, que vive com seu irmão mais novo Matthew (Andy Favreau), no Brooklyn, em Nova York. O protagonista pensa em vender a academia, até que sua namorada do colegial Priya (Mindy Kaling) aparece com seu filho de 15 anos, Michael (J. J. Totah) e tudo muda.

Vince sempre soube que tinha um filho e na época optou por se afastar, o que é uma grande surpresa para o seu irmão e funcionários da academia. Sua relação à princípio com Michael não é das melhores, mas aos poucos os dois vão estabelecendo um forte vínculo. O adolescente, de origem indiana, é assumidamente gay e disso resulta plots bem interessantes na trama, como o episódio em que Vince tenta falar sobre sexo com o filho.


Numa mescla de comédia de escritório com drama familiar, Champions agrada bastante por ter aquele tipo de comédia reflexiva e muitas vezes o roteiro ri de si mesmo, tirando sarro de alguns momentos mais melodramáticos. A vida de Vince muda bastante ao longo da primeira temporada com Michael passando a viver com ele, mas o garoto se adapta muito bem a cidade de Nova York, até porque seu tio temperamental Matthew é um dos grandes apoios.

Os personagens que trabalham na academia são non sense e peculiares, Matthew às vezes me incomodou bastante com sua carência e egoísmo, mas Michael é sem dúvida o grande destaque na trama, com piadas engraçadíssimas, com referência à cultura pop, sendo um adolescente até mais maduro para sua idade. J. J. Totah rouba a cena diversas vezes com todo seu carisma! E também gostei de ver Anders Holm na comédia, o ator já era um rosto conhecido por participações em séries e filmes (Como ser solteira), mas em Champions a química dele é muito boa com o adolescente Totah.


Infelizmente, a NBC não renovou Champions que se tornou mais uma excelente série sem continuação. Não dá pra entender porque o roteiro é muito bom, aborda temas bem interessantes como preconceito, sexualidade na adolescência, entre outros. É uma série engraçada, inteligente e com boas atuações. Apesar de ter só uma temporada, vale a pena conferir.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. Oiii Michele

    Eu ouvi falar que a NBC não quis renovar a série, parece que teve baixa audiência por la... realmente é uma pena porque era divertida e ao memso tempo abordava temas bem atuais.

    Beijo

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi!
    Menina, eu amo esse ator mirim. Nossa, melhor pessoa.
    Desde que você me indicou, já adicionei na lista da Netflix.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Gostei da dica Mi. Não conhecia a série e fico triste em saber que a mesma já foi cancelada pela Netflix. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Apesar de ter sido cancelada, pretendo assistir futuramente porque adoro o Anders e a Mindy. Eles juntos então, melhor coisa haha.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  5. Oie
    Não conhecia a série, mas gostei do enredo, parece ser bem animada.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi
    realmente a série é boa, fiquei triste quando cancelaram, não da para entender a logica desses canal, esperava bem legais na segunda e agora só vai ficar na vontade.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir