Leve-me com você [Resenha Literária]


O selo DarkLove da DarkSide® Books tem a enorme tendência de fazer me emocionar com qualquer livro da linha e com Leve-me com você não foi diferente.

August Shroeder é um professor de ciências que perdeu um filho e é um alcoólatra em recuperação. Todos os anos nas férias de verão ele pega a estrada com seu trailer, percorre quilômetros nas rodovias para visitar os belíssimos parques e reservas naturais. No passado, ele queria fazer a viagem com seu filho ao Parque Nacional Yellowstone, mas agora ele viaja com as cinzas dele guardadas no porta-luvas, em uma garrafa de chá.


No entanto, tudo muda quando o trailer quebra e August conhece um mecânico que tem dois filhos. Wes está prestes a ir para a prisão e consegue convencer o protagonista a ficar com as crianças e levá-las em sua viagem. Á princípio August não aceita, mas é convencido pela simpatia dos meninos. Seth é o irmão mais velho, um menino sério e corajoso. Henry é o caçula, bastante tímido e quieto, e, embora saiba falar, escolhe sempre o silêncio. 

Durante a jornada dos três, acompanhada pelo cachorro Woody, eles desenvolvem uma bonita amizade, mais do que isso, August se torna naquele período o pai que os meninos nunca tiveram. Wes também é alcoólatra, mas ao contrário de August, não tenta se recuperar e isso afeta bastante a vida das crianças. Tanto que eles já passaram por abrigos que fizeram com que Henry se tornasse um garoto retraído e Seth participa das reuniões de Alcoólatra Anônimos com August durante a viagem para tentar entender melhor o pai.


O livro é divido em três parte sendo as duas primeiras com Seth e Henry ainda crianças e acompanhar o desenvolvimento deles é bastante bonito. Existe uma enorme delicadeza em simples gestos de August para proteger os meninos, ao menos tempo que tenta não se apegar a eles, afinal, isso tornaria a despedida ainda mais triste. Na terceira parte existe um grande salto temporal na história e uma enorme inversão de papéis que fez me emocionar bastante.

Os personagem são bem reais e é possível perceber a evolução de Seth e Henry para a vida a adulta e os traumas que os dois carregam por ter um pai alcoólatra e viverem sem mãe. Mas August se torna uma pessoa presente na vida deles e os laços que os une é muito forte. Muito difícil não chorar ou se emocionar com o final dessa linda história.



Leve-me com você tem uma ótima ambientação, sendo um livro muito sensível e que trata de temas pesados como o luto, o maus tratos na infância, abandono, de uma maneira leve, se aprofundando em algo essencial na vida de todos: o amor. De modo muito honesto e realista, Catherine Ryan Hyde prioriza o amor como fonte transformadora da vida e nos mostra que o sentimento vai muito além de laços sanguíneos. 

E para finalizar, sempre vale destacar a edição da DarkSide® Books, em capa dura, com uma mapa do trajeto dos personagens e folhas com bordas azuladas.

FICHA TÉNICA

Título: Leve-me com você
Autora: Catherine Ryan Hyde
Nota: 4/5
Onde Comprar: Amazon

 

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. Oi, Mi! Tudo bom?
    Eu fiquei tããão curiosa pra ler esse livro porque capa/edição, como sempre, chamam demais a atenção.
    Mesmo sendo uma leitura mais pesada, tratar essas temáticas com sutileza parece um ponto alto da narrativa. Gosto quando as histórias fazem isso.
    Vou manter ele na wishlist e esperar promoção!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi,
    Eu amo as edições da DarkSide, mas as obras...
    Não sei, mesmo sendo a DarkLove, eu não consigo me apegar, sinto que sempre falta algo. :(
    Uma pena, mas posso até me arriscar com outras histórias, até achar alguma que me encante.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  3. ai gente, deu vontade de ler haha adorei a resenha

    beijo
    *me acompanhe no novo blog
    Adoletas

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi!
    Menina, eu não sabia desse livro não... Essa capa é linda demais! Adoro esse tom e combinação de cores. Mas eu acho que ela não passa o que a história é de verdade, sabe?
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mi!
    Que coisa mais linda a resenha desse livro.
    Pela capa e por ser da Dark Side eu imaginava algo completa e totalmente diferente.
    Sinto que é mesmo daquelas histórias que tocam o coração.
    Adorei a capa, apesar de que por esse primeiro olhar ser ter lido a obra não parece condizer tanto.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Mi!
    Linda capa a desse livro! Ainda n tinha lido nenhuma resenha sobre ele.
    Parece ser uma história bem delicada e emocional, gostei do enredo e fiquei curiosa!
    Bjs
    https://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. oI, Mi
    Faz algum tempo que não leio tramas com um foco em relação familiar e eu adoraria conhecer essa história. Nunca li nada da Darkside, mas as edições são maravilhosas demais, fico sempre impressoionada.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Mi! Primeira resenha que leio sobre o livro e posso dizer que já me rendi, acredito que vou adorar essa história. As histórias que trazem relações familiares estão mais presentes nas minhas leituras desse ano e estou adorando essa temática, mesmo sabendo que me emociono horrores com elas. Enfim, adorei a resenha e quero ler esse livro que tem uma edição lindíssima.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito da resenha, da capa e do mapa! Legal ver um livro dramático mas com uma capa tão alegre e misteriosa. A história parece bem interessante e tensa ao mesmo tempo. Muito legal. Parabéns, Michele. Beijo!

    Rapeize Dinâmica < link

    ResponderExcluir
  10. Olá, Michele.
    Eu sempre fico com receio de comprar os livros da editora porque apesar da beleza das edições geralmente as histórias deixam a desejar. Mas esse além de estar lindo parece ser marcante. E já me emocionei de ler a resenha, imagine lendo o livro então. Vou querer é claro.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. adoro os livros da Darkside ... fiquei com vontade de ler , fora que toda a diagramação dos livros desta editora são fantásticas ...

    ResponderExcluir