Não conte a ninguém [Resenha Literária]


Sabe aquele livro sofrido, que te deixa com o coração apertado? Sabe aquele livro que te faz refletir sobre certas situações que logo de cara você julgaria? Sabe aquele livro que te prende do início ao fim por ser viciante e conflitante ao mesmo tempo? Sabe aquele livro que ou você ama ou você odeia? Então, Não conte a ninguém foi exatamente esse tipo de livro! A obra me fez refletir, me fez ficar indignada com os acontecimentos da história, me fez querer bater na porta da autora e fazê-la refazer as partes que me deixaram com o coração partido, me fez sentir todos os sentimentos possíveis que uma boa história pode me apresentar.

Na trama, temos a história de amor proibido entre Will Greene e Jessica Hart. O protagonista tem quase quarenta anos, uma namorada de longa data e uma filha por quem ele daria sua vida. Porém, ninguém sabe do seu passado e que na verdade ele se chama Matthew Landley. Jessica Hart é uma chef de cozinha aclamada, cheia de amigos e com namorado bonito e bem-sucedido. Tudo parece correr bem, até ela reencontrar Matthew, o único homem que ela verdadeiramente amou e com esse reencontro muitos segredos e sentimentos que estavam enterrados começam a vir à tona.


Como a história é narrada pelo o ponto de vista dos dois, podemos acompanhar melhor a versão de cada um deles. Jessica nos narra o presente, como ela está se sentindo ao reencontrar Matthew e ela vai nos mostrando também como ela viu os sentimentos dela pelo personagem anteriormente.

Já a narração do passado fica por conta de Matthew que nos mostra como é ser um jovem professor de matemática de 25 anos numa escola de cidade no interior da Inglaterra. E principalmente vai nos contando como foi conflitante seus sentimentos por Jessica e como ele se envolveu com ela, já que na época ela era aluna dele e só tinha 15 anos de idade.

Não conte a ninguém não é mais um livro com o enredo de professor e aluna, ele tem uma história emocionante e realista. Em nenhum momento a autora Rebecca Done se posicionou sobre esse tabu, ela escreveu o livro de uma forma que faz nós leitores tomar a decisão, se enxergamos o relacionamento dos dois como uma coisa boa ou má. A autora logo de cara, através da narração de Jesse, já nos mostra as consequências que o relacionamento proibido dos dois tiveram. Ela mostra que cada um recebeu de certa forma o seu castigo e aos poucos ela vai nos mostrando como chegaram essas consequências.


Como a narração foi alternando entre presente e passado, em vários momentos me encontrei querendo saber longo o que aconteceu com o Will/Matthew, quais foram as consequências impostas para ele e o que deu de errado para os dois não estarem juntos. E confesso que na metade do livro tomei a decisão de olhar o final porque eu já não aguentava mais o suspense e eu precisava saber o rumo dos personagens. No entanto, quando realmente cheguei no fim, fiquei em choque e senti mais raiva e tristeza ainda ao ler as páginas que faltavam ao descobrir os acontecimentos que separam os protagonistas no passado. 

Em vários momentos Matthew se pergunta se o que ele sente por Jéssica é errado e se ele é um pedófilo por gostar de uma menor de idade. O personagem não parece um monstro ou pedófilo, mas se deixou levar pelos seus sentimentos e Jéssica também fez suas escolhas de modo bem consciente. No entanto, o mais incrível é ver os protagonistas se questionarem, se perguntando se o relacionamento fosse no tempo atual as pessoas veriam os sentimentos deles de uma forma diferente, se estariam juntos e felizes. Eu mesma questionei várias coisas ao longo da minha leitura.


Em suma, Não conte a ninguém é um livro polêmico, apaixonante, com personagens reais e nos traz bons questionamentos.

FICHA TÉCNICA

Título: Não conte a ninguém
Autora: Rebecca Done
Nota: 4,5/5
Onde Comprar: Amazon

 

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. Oi, Ari!
    Olhando essa capa, eu nunca iria imaginar que essa era a história desse livro. Fiquei bem curiosa agora com sua resenha.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ariane! Me conta o que aconteceu guria, eu preciso saber. Eu particularmente não leria porque eu estou evitando esse tipo de enredo, e também porque sofro muito com histórias assim, mas estou curiosa!
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Ariane!
    A capa desse livro é bem bonita, né? *-*
    Pra mim era mais um thriller, mas pela sua resenha parece q foca bastante em desvendar o relacionamento entre os dois personagens né? Não sei se eu leria... Mas adorei a resenha!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Legal a autora usar essa ideia de fazermos pensar e termos nosso próprio ponto de vista.
    Eu não saberia o que pensar da história, mas fiquei curiosa para saber o desfecho hahaha.
    Gostei muito dessa capa, sem dúvidas não era nem o gênero que eu estava pensando, mas me fez querer ler.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Ariane! Resenha maravilhosa que me deixou com muita curiosidade sobre essa história e o que acontece na vida desses dois, quais são os castigos pelo relacionamento proibido... já foi pra lista de desejados, espero ler ainda esse ano porque fiquei super instigada pela história. E a capa é bem interessante, mas não me deixou nenhum pista em relação a história. Só lendo para saber!
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiii Ariane

    Ah eua doro livros cuja trama mexe tanto com a gente, nos faz refletir, sofrer, amar e odiar, tudo ao mesmo tempo. O relacionamento dos dois deve ser bem complicado de ler, e saber que a autora conduziu de uma maneira que deixa cada leitor ter sua própria opinião é bem legal. Vou anotar na lista.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir