Buscando... [Resenha do Filme]


A princípio Buscando... pode parecer uma trama comum que se passa de um modo diferente: diante da tela de um computador. No entanto, aos poucos, vamos entendendo que mais do que se passar em tela, o filme tem reviravoltas que o tornam um excelente suspense e não desconfiei do final em nenhum momento!

Todo o longa é filmado de modo que a gente tenha a visão dos personagens diante de um computador. Os diálogos são em chats, vídeos conferências, os acontecimentos em vídeos da web, pesquisas em site de buscas e é dessa forma que David Kim (John Cho) busca desesperadamente por sua filha desaparecida. 

Margot (Megan Liu) estuda longe de casa e depois da morte de sua mãe parece que guarda muitos segredos do seu pai. David é um pai presente e ao mesmo tempo tenta dar independência a sua filha, mas quando ela some ele descobre que Margot não tinha amigos e mentia para ele. A partir disso, David começa uma incansável busca usando a internet e a tecnologia a seu favor. A polícia faz o trabalho de campo, mas é o protagonista que começa de fato a descobrir as coisas. Entrando nas redes sociais da filha, em fóruns, conversando com conhecidos e desconhecidos, David vai montando o quebra-cabeça sobre Margot e vai se surpreendendo ao longo da trama e nós espectadores o acompanhamos em suas surpresas. 


Apesar de ser em tela o filme não se torna cansativo, em poucos minutos esquecemos desse detalhe e somos envolvidos pelo drama de Kim. E a edição está perfeita, tiveram todo o trabalho de traduzir tudo de modo que, com a exceção dos diálogos em vídeos, tudo está escrito em português! A legenda é o próprio texto da tela e edição simplesmente teve refazer quase que o filme todo.

John Cho tem uma ótima atuação como um pai preocupado e incansável para descobrir o que aconteceu com a filha. E Debra Messing é uma excelente Detetive Vick, mostrando que a atriz pode muito bem sair da comédia e atuar em dramas mais fortes. 

Além da boa atuação do elenco e incrível edição, o longa nos traz uma boa reflexão sobre o uso da internet. De fato, os rastros que deixamos online é forte e facilmente detectáveis e isso nem sempre é algo ruim, já que foi por meio desses rastros que David segue pistas sobre sua filha. Outro ponto que me chamou atenção foi que Margot se sentia muito mais confortável conversando com amigos virtuais do que com amigos offline, uma realidade para muitas pessoas.


Buscando... é um longa ousado, um drama policial com reviravoltas de tirar o fôlego! O roteiro, que sabe que o espectador também age como detetive, vai nos dando pistas sobre a trama, mas confesso que não desconfiei do final e fui bem surpreendida positivamente com o desfecho. Um dos melhores do gênero nos últimos tempos.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Buscando
Título Original: Searching
Direção: Aneesh Chaganty
Data de lançamento: 20 de setembro de 2018
Nota: 5/5

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Oi Mi! Adoro filmes nesse estilo, e fiquei super intrigada, o que será que aconteceu no final? Super curiosa!!

    Beijos
    Naty

    ResponderExcluir
  2. Amo filmes que surpreendem no final, esse ainda não conhecia. Mas já anotei a dica para poder assistir!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Oiii Mi

    Ah quero demais assistir esse filme, o formato é bem diferentão, o suspense parece ser ótimo e o final ter sido uma surpresa pra ti me alegra demais, sei que vou gostar, legal essa refelxão que o enredo traz, bastante atual e necessária

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi!
    Desde que vi o trailer desse filme, estou querendo assistir. Fiquei com medo de que ele ficasse um pouco monótono, mas já percebi que não e que vou gostar muito. Quero assistir em breve!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir