Contos H. P. Lovecraft – Volume 2 [Resenha Literária]


Contos H. P. Lovecraft – Volume 1 (para ler nossa resenha CLIQUE AQUI) da Martin Claret aborda o mundo de sonhos do autor. Já no texto de introdução, Daniel Dutra nos mostra a semelhança entre Lovecraft e o autor Dunsany e como os dois também foram influenciados por Allan Poe.

O texto mostra alguns exemplos das semelhanças com Dunsany como A Nau Branca e Idle days on the YannCelephaïs e A coroação do Sr.Thomas Shap. Aliás, Lovecraft foi tão influenciado que em determinado momento acredita que seu modo de expressão se perdeu por um tempo no meio de uma onda dunsaniana. No entanto, apesar da inspiração, o autor consegue criar seus próprio mitos, com identidade própria, tratando da realidade de dos sonhos de modo bastante poético.

Dessa forma, os contos desse volume são unificados com o tema dos sonhos, o Ciclo dos sonhos de Lovecraft ou fase dunsaniana com histórias escritas entre 1919 a 1921.


O primeiro conto é Celephaïs onde um homem passa a vida buscando encontrar uma cidade incrível que ele conheceu, pelo mundo dos sonhos, na sua infância. Totalmente desajustado da sociedade londrina, o protagonista espera ansiosamente pelos momentos em que dorme como uma espécie de escape da vida real e dura para poder se aventurar em um lugar mágico e completamente surreal. É interessante notar o quanto o personagem é solitário e o quanto ele é mais feliz em sua própria bolha. 

Em A busca de Iranon temos um artista popular que por meio de sua música tenta levar alegria aos lugares que passa, sempre cantando sobre um cidade maravilhosa onde seu pai era rei. Em Teloth, Iranon foge do trabalho e encontra um companheiro que assim como ele, passa buscar a tal cidade. No entanto, ao longo dos anos, a realidade vai tomando força na vida de seu amigo e Iranon que não envelhece vai caindo no esquecimento. É um conto bonito, ao mesmo tempo triste e melancólico.

A nau branca mostra a história de Elton, zelador de um farol que conhecia histórias sobre viagens pelo oceano e no período da lua cheia ele embarca numa misteriosa nau para conhecer lugares incríveis. O conto se remete um pouco à histórias de aventuras de fantasia, de um modo também melancólico e onírico.


A maldição que atingiu Sarnath mostra uma cidade bastante antiga, lugar de moradia para criaturas estranhas, mas o homem destrói tudo, ficando apenas uma escultura em pedra verde-mar de Brokug. Mostrando a natureza destrutiva do homem e seu ímpeto de desafiar até forças sombrias, o conto é bastante descritivo e sombrio.

Os gatos de Ulthar é um dos meus contos preferidos da coletânea e consegue manter um bom suspense durante a narrativa, mostrando mais uma vez Lovecraft tratando o gato como um ser místico. Numa pequena cidade ninguém pode matar o animal, mas um casal estranho mata todos que conseguem, inclusive o gato de um garoto egípcio em uma caravana. No entanto, consequências acontecem por esse ato.

Em Os outros Deuses temos a descrição de uma época em que os deuses não se manifestavam para os humanos, mas Barzai um especialista no assunto, parte em uma aventura por uma montanha misteriosa, já que ele acredita ser lugar de moradia dos deuses. E mais uma vez temos a busca pelo desconhecido, numa jornada de autoconhecimento, abordando um pouco a relação do homem e o mítico. 

Já em Hipnos acompanhamos o narrador encontrando e sendo amigo de um homem muito misteriosos e juntos eles passam por muitas experiência, uma especialmente aterrorizadora. Neste conto Lovecraft usar das descrições para criar um clima de terror, nunca nos contando exatamente o que acontece, apenas nos deixando com muita curiosidade.


A chave de prata mostra um protagonista com grandes sonhos, mas que tentou durante um tempo usar a ciência e religião como fonte de sabedoria e estímulo. No entanto, ele descobre uma chave que o faz sonhar como na infância. Um conto mais reflexivo, em que o autor novamente força a ideia de que a realidade nunca é tão boa quanto à fantasia.

Por fim, A estranha casa alta na névoa. Uma moradia fica localizada no alto de um penhasco, mas o caminho para chegar lá é um completo mistério. Os moradores dizem que existe um homem capaz de conversar com a névoa e conseguir encontrar o caminho para tal lugar. O conto tem uma mescla de sobrenatural, fantasia e suspense e Lovecraft usa mais uma vez de boas descrições e uma ambientação para nos inserir na história. 

Os sonhos são o tema principal da obra, mas existe uma recorrência em falar de cidades e lugares místicos, com criatura estranhas que aparecem constantemente, como A maldição que atingiu Sarnath e Os gatos de Ulthar, snedo bem provável que as cidades citadas sejam lugares esquecidos da Terra. O jogo entre o real e o imaginário instiga, com a busca onírica pelo desconhecido, narrado quase sempre de modo poético. As belezas pastorais às vezes se mesclam com lugares sombrios, surreais, deixando a ambientação sempre muito rica.


A edição da Martin Claret tem uma capa bem elaborada que combina perfeitamente com o tema que une os contos. A cada início dos contos temos também ilustrações que se remetem perfeitamente á história.

Contos H. P. Lovecraft – Volume 2 é uma dica dica para quem quer se aprofundar mais na narrativa do autor e conhecer mais o universo criado por ele, repleto de lugares incríveis.

FICHA TÉCNICA

Título: Contos H. P. Lovecraft – Volume 2
Autor: H.P Lovecraft
Nota:4/5
Onde Comprar: Amazon

 

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

16 comentários:

  1. que edição linda! eu sempre quis ler os contos do lovecraft, adorei conhecer esses livros!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho ouvido falar bastante desse autor ultimamente, mas confesso que até hoje não entendi direito as premissas dos livros rs. Fico curiosa sobre a escrita e porque tantas pessoas gostam dele, espero ter a oportunidade de ler em breve. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  3. Oi, Michele! :D
    Há um certo tempo estou querendo ler algo de H. P. Lovecraft, pois sempre ouvi muitos comentários a respeito dele e me parece o tipo de história que eu gostaria de ler. Porém nunca sei exatamente qual livro dele devo comprar para começar, pois são tantos e às vezes fico bem perdida! hahaha Mas amei essa edição da Martin Claret, ainda não conhecia e a achei lindíssima! O fato dos contos também estarem relacionados com a ideia dos sonhos me atraiu muito, pois estudei algumas coisas sobre isso na faculdade. Adorei a indicação e acho que vou atrás dessa edição assim que puder! Entre os contos que você mencionou, o que mais me interessou foi "A maldição que atingiu Sarnath". Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Acredita que ainda não conhecia os livros? Achei a proposta incrível e a capa do livro ainda mais. Já anotei a dica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Ainda pretendo ler esses contos do Lovecraft. Lembro que ganhei um ebook dele na Amazon faz uns anos e até hoje não separei para ler =/
    Mas amei a resenha, gosto muito de contos, principalmente se for na vibe de Edgar Allan Poe =D

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    O autor realmente parece criar contos incríveis, já que são super bem recomendados. Vi que nesse livro os personagens estão mais em viagens para encontrarem algo que anseiam, achei interessante. Irei anotar a dica!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Eu acho essas edições maravilhosas e estou louca para comprá-las. Eu li uns poucos contos do autor quando era mais nova, mas quero muito poder conferir essa coleção de contos reunidos nos dois livros. Adorei ler a sua resenha e ver um pouco de como está essa volume. Adorei a sua indicação, se eu já estava morrendo de vontade, você me deixou ainda mais interessada.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?
    As obras que tem sido lançadas do autor tem edições lindíssimas, não é mesmo? Tanto essa quanto a da Darkside estão um primor! Eu nunca tive muita vontade ler nada do Lovecraft, então acho que não sou o público alvo dessa edição, no entanto, deve ser um baita presente para os fãs que podem se aprofundar um pouco mais em seu universo. Curti muito sua resenha e anotei a dica para os amigos que gostam ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Primeiro preciso te parabenizar por fazer uma resenha tão esmiuçadinha assim, parabéns! Imagino o trabalho que tenha dado. Essa me parece ser uma ótima leitura, principalmente pra quem tá querendo entrar no mundo de Lovecraft né? Obrigada por essa resenha tão lindinha, a edição da obra nesse formato tão lindo só veio pra somar.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Michele!

    Mesmo sendo apaixonada por contos nunca tive a oportunidade de ler nada do autor. Eu gosto de obras que tem esse tom melancólico e mitológico, com aqueles toques sobrenaturais, mas a verdade é que nem cheguei a ficar interessada em nenhum dos contos dessa coletânea. :( Não descarto a possibilidade de ler, mas não será nem tão cedo.

    Acho legal essa abordagem dos sonhos, esse "universo" tão misterioso e complexo. E como eu disse não digo que não lerei um dia.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Primeiramente, tenho que dizer qu essa edição está um arraso! Muito caprichada. Amei poder conhecer um pouquinho sobre cada conto através do seu post, pretendo ler logo alguns textos do autor.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Michele! Nunca li nada do Lovecraft. Sei que ele é um dos precursores do terror, mas confesso que não é o meu gênero literário favorito. Mas também achei essa edição muito bacana, dá vontade de comprar mesmo não curtindo terror. rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Acho interessante as edições que tem surgido ultimamente do Lovecraft, são sempre muito caprichadas. Não li nenhuma delas, mas acho que para o público que ama terror é sempre a oportunidade de ler contos bem interessantes.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  14. Essa edição é tão linda! Quero muito ter a oportunidade de ler algo completo do H.P. porque só li um conto, e tem tempo. Acredito que a escrita dele vai me impressionar ainda mais. Não sou fã de contos no geral, mas por esses eu largo essa birra de lado.

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  15. Oi!

    Acho que eu nunca li nada completo do Lovecraft, mas tenho muito interesse em ler, porque apesar do gênero não ser exatamente o que eu gosto de ler, acho que ele pode me surpreender, sabe?Adorei a sua resenha, e a temática desse segundo livro ser dos sonhos. Acho que vou curtir!

    beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Oi tudo bem? Tenho uma amiga que adora os contos de Lovecraft, ela me tem incentivado em ler mas ainda não tive um tempo, agora lendo sua resenha me deu um parâmetro de tudo relacionado e acho que irei me apaixonar que nem ela, parabéns pela sua resenha muito bem detalhada, espero logo ler fiquei curiosa, bjs!

    ResponderExcluir