Outsider [Resenha Literária]


Todo mundo já ouviu falar de Stephen King, suas adaptações, da quantidade enorme de livros que já publicou, e como cria histórias aterrorizantes, mas impossível de largar. Em junho Outsider foi publicado pela Editora Suma, e nessa obra King resgata todo o medo clássico de seus grandes sucessos.

Conta a história do assassinato brutal de um garoto de onze anos, em uma cidade pacata, onde todos se conhecem, a polícia local nunca teve tanta facilidade em encontrar o culpado, testemunhas, filmagens e a presença de DNA apontam para Terry Maitland como culpado, o treinador da liga infantil de beisebol, casado e pai de duas filhas.

O caso parece resolvido, mas quando se trata de Stephen King, nada é o que parece, e as poucos a história passa a tomar novas formas, tornando impossível para o leitor confiar completamente na culpa ou inocência de Terry.


Não é possível comentar mais sobre o enredo sem interferir na experiência dessa leitura, mas posso destacar que não há como se decepcionar com o rumo que King dá a um crime que parece extremamente óbvio.

A narrativa é bastante descritiva, tornando todo o caso ainda mais brutal, o leitor envolvido com os personagens e a cada página mais curioso com o desfecho. Não é uma leitura fácil ou rápida, para aqueles acostumados com a escrita do autor a obra está entre suas melhores, engloba o terror sobrenatural típico de King, o suspense policial da trilogia Bill Hodges e as referências a outras histórias do gênero. 

Mesmo com a história girando em torno da acusação de Terry, o destaque vai para Ralph Anderson, o detetive que ordenou a prisão do treinador, e que aos poucos vai se sentindo culpado e receosos de sua decisão, mesmo que no momento a tenha feito buscando proteger seus filhos e as outras crianças da cidade que poderiam ser vítimas de um segundo ataque. É fascinante acompanhar as nuances do personagem e como ao decorrer da narrativa vai se sentindo culpado por toda a vergonha pública que fez Terry passar.

Outro ponto interessante é a facilidade de King em envolver diversas referências em sua história, podemos encontrar um pouco de Edgar Allan Poe, O Iluminado, Agatha Christie e outros. 


De modo geral, para fãs do autor a leitura se tornou indispensável, e as pouco mais de 500 páginas são lidas com facilidade, para novos leitores pode parecer um pouco arrastada no começo, mas vale a pena insistir e descobrir esse novo universo.

A Editora Suma tem se mostrado forte nos livros de terror, edição é linda, com capa e título originais, com a tradução feita rapidamente, já que o livro foi lançado em maio nos Estados Unidos.

FICHA TÉCNICA

Título: Outsider
Autor: Stephen King
Nota: 5/5
Onde comprar: Amazon

 

Rafaela Alves
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários:

  1. Oi, Rafa! Tudo bom?
    Faz uns meses que não leio nada do King, dá até saudade. Fiquei curiosa com esse, mas o tamanho dele me deu uma freada porque eu tô BEM lerda pra leitura com mais de 400 páginas ultimamente. E King é King né :v não economiza na narrativa que a gente sabe.
    Fico feliz em saber que foi uma história tão boa assim, me anima pra quando eu for ler!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafa
    Terror e suspense são gêneros que pouco leio e King apesar de todo renome, não é um autor que eu tenha vontade em ler, apesar de TODAS as resenhas positivas a respeito de suas obras.
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Irei colocar na minha lista. Estou querendo ler mais livros do King, mas nunca sei qual devo ler em seguida, então estou fazendo uma lista dos melhores livros dele,para quem sabe quando eu vou conseguir ler =D

    ResponderExcluir
  4. Oi Rafa!!!

    Meu Deus!! Meu coração não dá conta!! A suma tá de parabéns, e King?! Como faz com ele! Tenho visto só resenhas positivas dessa obra, vou ter que comprar logo pra conferir!!

    Beijos
    Naty!!!

    ResponderExcluir
  5. Amei sua resenha, sempre leio coisas bem positivas sobre os livros dele. Ainda não li nenhum, mas vontade é o que não falta!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Rafa, tudo bem? Eu não tenho o costume de ler livros de terror/suspense/thriller, porque sou facilmente impressionada e amedrontada, mas reconheço meu grande interesse em conhecer a escrita de Stephen King apesar disso. Adorei a resenha que me deixou interessada nessa história que, talvez, não me assuste tanto com as questões sobrenaturais quanto outros livros do autor que já vi comentários na blogosfera.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Rafa!
    Acho a capa deste livro muito show! *-*
    Eu nunca li nada do King, estou a procura de uma obra pela qual começar...
    Achei legal Outsider ter referências do Poe e da Agatha no livro, gosto bastante deles *-*
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, Rafaela.
    Andei me decepcionando tanto com os livros do autor que nem me arrisco mais hehe. Até lia bastante livros dele antes, quando era só o que tinha na biblioteca para ler, mas hoje que tenho acesso a outros, não leio mais. Acho os livros dele muito maçantes. Pleo menos metade do livro é só enrolação, só fica bom mesmo do meio para o fim.

    Prefácio

    ResponderExcluir