Pose [Primeiras Impressões]


Pose é a nova produção de Ryan Murphy e é centrada nas histórias de diferentes personagens com uma mensagem bastante forte de inclusão, diversidade e aceitação.

A série, que tem oito episódios com uma hora de duração cada, é ambientada no final da década de 80 e aborda vários elementos da sociedade de Nova Iorque da época: a subcultura dos ballrooms do Harlem, o surgimento do universo de luxo da era Trump (interpretado por James Van Der Beek), o universo social, artístico e as manifestações sexuais e culturais do momento. 


Diferentes casas acolhem pessoas LGBTQ, com suas “mamas” que cuidam e abrigam de quem é expulso pelos seus familiares por não se integrarem no padrão estabelecido. Essas casas desfilam nas boates com temas diferentes e até se desafiam com danças que misturam poses, o que influenciou Madonna em Vogue. E assim, conhecemos Blanca (Mj Rodriguez) que é constantemente humilhada por seus companheiros de casa, menosprezada por sua “mama”. No entanto, a personagem é extremamente inteligente, criativa e ao descobrir que contrai o vírus HIV resolve ter sua própria casa e abrigar novas pessoas, que assim como ela no passado, não tinham para onde ir. Blanca nasceu no corpo de um homem, mas se identifica como mulher e não teve aceitação na família, sendo obrigada a viver sozinha..


O caminho de Blanca se cruza com o jovem Damon (Ryan Jamaal Swain) que sonha em ser bailarino profissional, mas é expulso de casa quando o pai descobre que ele é gay. Morando na rua e não querendo se prostituir, o rapaz aceita ser acolhido por Blanca que se torna uma verdadeira mãe para ele, incentivando-o a estudar dança. E também o usando como arma para enfrentar sua antiga casa e sua rival Elektra (Dominique Jackson). Junto a eles temos Angel (Indya Moore), uma jovem prostituta trans porto-riquenha que começa a ter sentimentos pelo seu cliente Stan, um homem branco, casado e que trabalha com o Trump. É bastante interessante a cena em que Stan (Evan Peters) e Angel estão em um motel, já que o personagem nunca havia antes saído com uma prostituta trans.


Nos primeiros episódios vamos entendendo melhor o universo LGBTQ da época, com figurinos incríveis e uma ótima trilha sonora. Os personagens são complexos, marginalizados pela sociedade, abandonados pela família e obrigados a trabalharem sem dignidade apenas por tentarem ser o que são. A rivalidade das casas, a moda e uma época que o HIV era uma sentença de morte são elementos bem explorados na trama, assim como as questões familiares.

Pose é uma série com representatividade que aborda o universo LGBTQ com atores LGBTQ, o que faz toda a diferença. Vale lembrar que a série estreia na sexta, 28 de setembro, com todos os episódios de uma só vez no FOX App, para assinantes dos pacotes FOX+ e FOX Premium. Na TV, um novo episódio será exibido por semana, também a partir de 28 de setembro, sempre às 22h, no FOX Premium 1. Pose tem legendas inclusivas em que o artigo “o” ou “A” é substituído por “e”.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Oi Mi!
    EITA, achei muito legal a temática. Não tem como negar que esses conteudos inclusivos e representativos precisam de maior destaque. Não tenho a Fox, mas já vou ficar antenado na data pra tentar caçar pela net e vê. Curti muito o figurino e a fotografia. Pode deixar que vou tentar conferir.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho os pacotes da FOX mas fiquei curiosa. Muito legal a história..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a série. Achei a trama bem interessante.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  4. Oi
    que bom que as primeiras impressões foram positivas, eu vi o comercial dessa série na Fox semana passada e fiquei interessada, quem sabe quando eu tiver tempo eu maratono os 8 episódios.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir