Celular [Resenha Literária]


Celular, escrito pelo notável Stephen King é uma leitura viciante, obrigatória para quem gosta de histórias de desastres ou “zumbis”!! O livro é mais que um conto moderno, condenando a tecnologia de um jeito inteligente, quase dissimulado do próprio autor, ocultando-a em um enredo apocalíptico. 

Em Celular, às 15h03m do dia 1° de outubro é emitido um Pulso, que é transmitido para todos aqueles que têm um celular em mãos. Eles se tornam como zumbis, e aí, você pode imaginar o que acontece, levando em conta a vasta rede de histórias com zumbis que temos visto. 

Tanto o líder de nossa jornada de sobrevivência quanto provedor dos pensamentos de King sobre a vida – em tantos aspectos quanto você esperaria da escrita inteligente – é Clayton Riddell, um artista gráfico que acaba de ter o melhor dia de sua vida. Ele está longe de casa, e acabou de sair de uma importante reunião. De repente, ele percebe um caminhão de sorvete (lembre-se, sempre desconfie de um desses veículos aparentemente inocentes em uma dessas histórias), quando todos os celulares tocam, e em pouco tempo tudo enlouquece.


Clay está convencido de que ele deve chegar em casa para descobrir o que aconteceu com sua esposa e filho. Seu filho tem um celular, mas geralmente ele está embaixo da cama. Assim, ele torce para que este seja o caso quando O Pulso acontece e que de alguma forma sua esposa e filho tenham sobrevivido ao caos e aos ataques.

Clay conhece Tom e Alice, que se juntam a ele em sua jornada, e assim eles partem em busca de sobrevivência, para escapar das pessoas insanas que consumiram a sociedade “normal”. Tom é um homem simpático, e Alice uma doce adolescente, mais tarde Jordan, um menino muito inteligente se une a eles. A maioria das ações acontece com esses personagens, e quando Jordan aparece, a história ganha uma força maior. O importante é como King nos faz sentir diante destes personagens, e nós genuinamente nos importamos com o que acontece com eles.

Com o passar do tempo, eles percebem que o que ocorreu não era apenas um evento aleatório, mas sim algum tipo de mensagem subliminar que fez todos àqueles que estavam com celular se transformarem em coisas horríveis... e os “zumbis” começam a se modificar em algo... terrível...


O brilho do livro fica pela maneira com que King consegue misturar a exploração da humanidade com uma história apocalíptica poderosa e envolvente. Aqueles famintos por descrições mais macabras, até mesmo horríveis, do autor podem ficar felizes, está tudo na obra. E vale lembrar que esses “zumbis”, são mais semelhantes aos humanos encontrados em George A. Romero – a quem o livro é dedicado.

Conforme as páginas avançam e quando alguns companheiros de sobrevivência entram em cena, a revelação desses “zumbis” é mostrada, e isso traz uma camada mais profunda para o processo. O que poderia ter sido um absurdo exagerado, se torna, na verdade, exagerado e fascinante. As áreas que King se envolve são tão satisfatórias e chocantes, a abundância de descrições te deixa de queixo caído. 

Celular ocasionalmente percorre um sentimentalismo, principalmente ao entrar no passado dos personagens-chave como Alice, e o fato crucial de que Clay tem um filho que pode ou não ter se tornado um zumbi.

Os personagens são agradáveis, tem profundidade. A descrição do livro é clara e concisa, permitindo ao leitor imaginar cenas perfeitamente - adicionando suspense. O enredo é emocionante e foi fascinante da primeira palavra até a última.


Celular representa uma exploração refrescante, arrepiante e muitas vezes poderosa da natureza da humanidade, e mostra o que acontece com uma sociedade quando as regras são retiradas e é cada um por si durante o caminho. Como sempre, King é incomparável em sua descrição de coisas que vão desde o fora do comum até o mundano. 

É um livro perfeito para ler quando você está em casa sozinho em um quarto um pouco escuro onde sua mente pode vagar e fazer você se sentir como se isso pudesse realmente acontecer.

A edição da Editora Suma está lindíssima, a diagramação está perfeita, e não encontrei dificuldades na leitura. A capa (que capa!), foi criada em alto relevo e se encaixa perfeitamente com o livro. 

FICHA TÉCNICA

Título: Celular
Autor: Stephen King
Nota: 5/5
Onde Comprar: Amazon

 

Natália Silva
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

13 comentários:

  1. ah gostei viu! li coisas do stephen king na adolescência e quero muito ler mais alguma coisa dele, por isso fico sempre de olho nas resenhas do autor

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nat!
    Esse foi o primeiro livro do King que li e me fez virar fã do cara <3 Super feliz que a Suma relançou ele com essa edição maravilhosa.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi Lu!!!

      Ahh que lindo!! Sou suspeita pra falar do King! E a suma arrasou na edição!!!

      Beijos
      Naty!

      Excluir
  3. Olá,
    Estou lendo esse livro e ele é bem viciante mesmo. To amando as descrições.
    Curiosa com a Alice. Espero curtir.

    até mais,
    Nana e Leticia - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  4. É um clássico que ainda não li, mas será uma das próximas leituras.
    Amei a resenha ❤️

    ResponderExcluir
  5. Oi Natália!
    A premissa é interessante!
    Nunca li nada do King, será q seria uma boa ideia começar por esse?
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol!! Tudo bem?

      Geralmente os livros do King são pesados no terror, te confesso que esse é uma ótima pedida pra iniciar por ter sim uma parte psicologia, mas não tão densa como os outros livros dele!!
      Super recomendo pra começar!!

      Beijos
      Naty!!

      Excluir
  6. Oi Natália, tô me encolhendo de medo só com a imaginação do que esse livro reserva. Acho que é notório que sou mega medrosa, fujo de livros de suspense/terror, mas tenho uma curiosidade gigantesca em ler algum livro do Stephen King e escolhi esse livro para ler que, apesar de todo o suspense e terror que os zumbis me causam, poderá ser uma boa leitura, mas lerei com as luzes acesas e companhia, hehehe.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adri!!

      Esse livro do King é uma ótima pedida pra adentrar nesse mundo do King! Tem alguns livros dele que são bem pesados e nesse aqui o suspense que fica mais à tona. Por ter zumbis e com uma característica diferente dos outros livros super recomendo!!!

      Beijos
      Naty

      Excluir
  7. Não é o gênero que gosto, então nem posso opinar muito. Fico feliz de saber que você gostou da leitura, e que a edição está maravilhosa, adoro!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Hey Natália! Como vai?
    Eu nunca li nada sobre zumbis, mas acho que gostaria de ter esse tipo de leitura rs. Não conhecia o livro.
    Obrigada pelo carinho lá no meu blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  9. Oi, Natália. Tudo bem?

    Nunca li nada do Stephen King, mas sou apaixonado pelo gênero. Você elogiou a capa e eu fiquei pensando: o autor tem tanto prestígio, que basta o nome dele para a capa ficar maravilhosa.

    Abraço!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir