Ele - Quando Ryan Conheceu James [Resenha Literária]


Quando eu soube que a Paralela iria lançar esse livro aqui no Brasil, não pude conter minha felicidade. A história de Wes e Jamie foi uma das histórias mais bonitas e engraçadas que já li na vida.

Antes de começar a resenha propriamente dita, alguns avisos básicos. Pela capa, percebemos que o casal principal do livro são dois homens e uma das autoras - Elle Kennedy - é conhecida aqui pela série new adult Amores Improváveis. Logo, a história aqui não é aquela típica história LGBT YA que estamos mais acostumados a ver nas prateleiras. Ou seja, teremos cenas bem descritivas e sensuais entre os dois homens. Por isso, se você já sabe que não vai se sentir à vontade lendo cenas assim, sugiro mude de leitura.

E o outro aviso é que a história aqui não tem nada a ver com as histórias da série Amores Improváveis. Os personagens não se conhecem e ambas séries se passam em lugares completamente diferentes.


James Canning (Jamie) e Ryan Wesley (Wes) se conheceram em um acampamento de verão de hóquei, se tornando bem amigos durante os anos. Porém, Wes guarda um segredo: ele sempre foi apaixonado por Jamie. Após anos sem contato, os dois se cruzam em um campeonato universitário de hóquei.

Jamie conta ao amigo que virou monitor no antigo acampamento que eles participavam e, decidido a reatar a amizade entre os dois, Wes decide também vira monitor no mesmo lugar. Com a convivência diária, Wes percebe que seu sentimento por Jamie não mudou; e Jamie percebe que está com sentimentos diferentes em relação ao seu amigo. 

O livro é narrado em primeira pessoa, alternando a narração entre Wes e Jamie. Pra quem já conhece a escrita da Elle, sabe o quanto ela é envolvente e divertida. Bom, a da Sarina também vai pelo menos caminho. A escrita das duas são tão parecidas e combinam de uma forma que você não sabe quem deu vida a Wes e quem deu vida a Jamie.


Como falei lá no começo, o livro conta com cenas de sexo bem descritivas. Não pense que elas são inseridas aleatoriamente. Eu vi em algumas resenhas comentando sobre como os dois homens só pensam em sexo, mas essa questão faz todo sentido na história. Wes é bem confortável com sua sexualidade, não escondendo de ninguém. Já com Jamie é diferente. De repente, ele se vê desejando o melhor amigo - detalhe: que é homem - e decide explorar essa atração mais a fundo. Logo, há muita pegação entre os dois. O que mais gostei foi como as autoras utilizaram desses acontecimentos para desenvolver o sentimento e o relacionamento dos dois.

Jamie e Wes são dois personagens engraçados e apaixonantes. O diálogo entre dois me arrancou risadas e os momentos fofinhos entre eles me fizeram suspirar. Os protagonistas têm um bom entrosamento antes mesmo da amizade evoluir para algo mais. Ambos têm características bem parecidas, como o amor pelo hóquei, senso de autoconfiança e também algumas inseguranças.

Eu vi algumas resenhas comentando o fato das autoras terem colocado Jamie pra não surtar (muito) com sua atração pelo melhor amigo. Nunca li nada da Sarina, mas pelo que já observei da Elle, ela não se foca muito nesses detalhes, preferindo abordar melhor o relacionamento do personagem (como sobre um certo detalhe em O Acordo).


Ele é o primeiro de uma duologia. O segundo livro se chama Us (Nós) e o legal dele é que foi escrito por conta do pedido dos fãs. Mas não se preocupem que o final desse aqui é fechado.

Então, se você está à procura de um romance engraçado, fofo e sexy, Ele - Quando Ryan conheceu James é mais que recomendado.

FICHA TÉCNICA

Título: Ele - Quando Ryan Conheceu James
Autor: Elle Kennedy & Sarina Bowen
Nota: 5/5 ♥
Onde Comprar: Amazon

Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Oi Lu!
    Eu recebi o livro e fiquei naquela de ler ou não porque eu não curto romance LGBT, mas aí fui ver umas resenhas e vi uns comentários tão negativos, de que tinha assédio sexual e etc, que eu fiquei com um pé atrás. Agora to confusa haha
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu.
    Estou super a fim de conferir este livro. Adorei saber mais sobre ele.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Luiza.
    Eu vi resenhas bem negativas desse livro. Que bom que com você a leitura parece ter sido diferente. Eu não sei se leria, pois é um gênero que não gosto, mas por ter amado os livros da Elle quem sabe hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lu! Tudo bom?
    Infelizmente a Duda criticou tanto esse livro que prefiro passar bem longe. Ela fez questão de fazer quase uma live no messenger só pra ir comentando os pontos que achava absurdo, e eu tive que concordar.
    Mas que bom que a leitura salvou pra ti.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu,
    Confesso que fiquei chocada que não tinha reparado que eram dois homens na capa HAHAHAHAH
    Só depois de que li a sinopse que percebi que era LGBT. Confesso que não leio muito essa temática, mas seria bom para conhecer, né? Além do fato de que representatividade é importante!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir