Especial: Halloween - 1978 [Resenha do Filme]


Com o orçamento irrisório de 300 mil dólares que rendeu 47 milhões, Halloween é um verdadeiro exemplo de como uma ideia na cabeça e uma câmera na mão podem fazer milagres.

Simples na estrutura e simples na sua condução e acabamento, o longa que em 2018 completa 40 anos, não perdeu sua importância e sua força. Para tanto, o mestre John Carpenter dá uma verdadeira aula de direção pra contar a história do psicopata Michael Myers que ainda criança comete um assassinato e em sua fase adulta foge do manicômio para cometer mais crimes em plena noite de halloween. A heroína da vez é ninguém menos que a incrível Rainha do GritoJamie Lee Curtis, filha de outra Rainha do Grito, Janet Leigh de Psicose. Estreando no cinema aos 20 anos, Jamie convence num papel difícil - como convencer a platéia de que realmente a personagem está sentindo medo sem cair na caricatura? Ela sabe! Também merece destaque o saudoso e talentoso Donald Pleasence no papel do psiquiatra Dr. Loomis.
 

Além de caprichar na criativa direção e nos movimentos de câmera, Carpenter também compôs a inesquecível trilha sonora, responsável por reforçar o suspense nas cenas mais tensas. A máscara usada por Michael Myers custou 2 dólares! Era na verdade uma máscara do Capitão Kirk toda pintada de branco - assustadoramente incômoda.


Tido como um dos primeiros filmes no que veio a ser classificado slasher movies, Haloween teve quase uma dúzia de continuações e até duas refilmagem, mas nenhuma chegou ao nível do original, que ainda continua como referência quando o assunto é cinema de horror, baixo orçamento & criatividade e direção inspirada.

Passados 40 anos, Halloween ainda impressiona e encanta.

Italo Morelli
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

1 comentários:

  1. Oi Ítalo!!!

    Minhas expectativas aumentam e diminuem, a minha maior espera do ano é esse filme!! Tenho medo do que posso encontrar no cinema, mas como uma fã enlouquecida por Myers vou lá conferir!!! Adorei, principalmente quando disse que ainda encanta, fico mais calma depois disso!!

    Beijos
    Naty!!

    ResponderExcluir