Especial Halloween: O Exorcista


Já se passaram 45 anos e nenhum outro filme de terror conseguiu se tornar um fenômeno pop maior do que O Exorcista de 1973. Foi a primeira vez que um filme desse gênero quebrou barreiras e concorreu em dez indicações no Oscar, inclusive na categoria principal. 

Baseado no livro do autor William Peter Blatty (que afirma ter se baseado em fatos reais), O Exorcista conta a estória da menina Reagan, cujo demônio Pazuzu a possuiu. O diretor William Friedkin, consagrado anteriormente com o espetacular Operação França, comanda um excelente elenco em meio a uma atmosfera asfixiante da primeira a última cena. 


O tempo todo a presença de algo maligno se faz presente, não só pelo viés do sobrenatural mas também pelo retrato sufocante dos EUA naquele momento. Com efeitos práticos e maquiagem impressionantes, Linda Blair (dublada por Merceds McCambridge na versão demônio) então com 14 anos, interpreta Reagan com muita convicção, auxiliada pelo desempenho dramático de alto nível dos talentosos Ellen Burstyn (no papel da mãe), Jason Miller e do grande ator sueco Max Von Sydow, ambos nos papéis dos padres de personalidades distintas.

Ainda que exista um excesso na parte final, o que teria causado desmaios e até infartos em algumas exibições, nada tira de O Exorcista o adjetivo de "marco do cinema de horror", cujas imitações genéricas ao longo desses 45 anos nunca abalaram sua reputação.

Para ler nossa outras postagens do Especial Halloween CLIQUE AQUI

Italo Morelli
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

3 comentários:

  1. Oi, Italo!
    Nunca assisti O Exorcista e eu fico com torcicolo só de olhar essa guria de cabeça virada ahahahah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ítalo
    Conheço a história do filme e as cenas principais mas era tanto medo em relação a obra, que hoje em dia não sinto vontade de assistir, acho que perdeu o efeito terror que eu sentiria. Mas é um clássico, né.
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Italo,
    Conheço toda a repercussão e a fama de O Exorcista, mas sei que não tenho estômago para assistir.
    É muuuuito forte e eu sou medrosa demais para me arriscar.
    Mas com toda a certeza, é um clássico do gênero!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir