O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos [Resenha do Filme]


O Quebra-Nozes dos diretores Lasse Hallström e Joe Johnston dá vida a uma nova versão da história adaptada do francês E. T. A. Hoffmann, muito famosa por ser contada no ballet de Tchaikovsky. Talvez, a expectativa para este filme seja imensa, já que mistura fantasia, arte e beleza em 1 hora e 40 minutos de filme. 

Na versão original, toda a história não passa de um sonho de Clara que vai para um mundo onde todos os brinquedos se tornam humanos, inclusive o Quebra-Nozes que tem em seu comando um batalhão para guerrear contra as ratazanas.

Já na versão adaptada, Clara (Mackenzie Foy) é uma heroína: garota forte, independente e muito inteligente. Na véspera de Natal, antes de ir para a festa de seu padrinho Drosselmeyer (Morgan Freeman), seu pai entrega os presentes de sua esposa falecida para seus filhos. Clara é a única que recebe um presente misterioso, que será desvendado durante a festa. 


O presente é a “chave” para um mundo mágico, o mundo dos Quatro Reinos, que são compostos pelos Reino das Neves, Reino dos Doces, o Reino das Flores e o sombrio Quarto Reino. Por lá, Clara encontra seu novo amigo, o Quebra-Nozes, que a ajudará a recuperar a confiança e desafiar o medo.

O elenco, de fato, gira em torno dos personagens dentro dos Reinos e cada lugar tem seu represente. O destaque fica para a Fada Açucarada, do Reino dos Doces, interpretada pela Keira Knightley. A personagem ganha uma evolução no enredo, que traz à tona uma interpretação diferente da atriz, que é conhecida pelos seus papéis mais duros e até insosso, como em Orgulho e Preconceito e Piratas do Caribe.

Drosselmeyer é o grande mentor de Clara, mas suas aparições são tão breves que não ajudam no desenrolar da história e quem perde é o telespectador porque não há uma cena que favoreça o desempenho de Freeman por conta de um roteiro básico. 


Esse é um grande problema da adaptação de O Quebra-Nozes, o roteiro se perde, o desenrolar da história é extremamente lento, há discursos repetidos, cenas mal estruturadas e muitos erros de continuação. A consequência é simples, leva o telespectador a acreditar que é apenas mais um filme qualquer de Natal. 

É uma obra totalmente despretensiosa com o roteiro, existe um cenário impecável, figurinos estonteantes, apresentação de ballet apaixonante com os bailarinos Misty Copeland e Sergei Polunin, elenco de ponta e trilha sonora clássica. 

Mas, por fim, é um filme que tem como seu público-alvo bailarinas que sonham em dançar em um espetáculo de Quebra-Nozes, e ter a sensação de estar dentro de um sonho, rico em muita fantasia e magia. 

Trailer


FICHA TÉCNICA

Título: O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos
Título original: The Nutcracker and the Four Realms
Diretor: Lasse Hallström, Joe Johnston
Data de Lançamento: 1 de novembro de 2018
Nota: 2/5
Disney/Buena Vista

*Conferimos o filme na cabine de imprensa
Yanes Sarah
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

10 comentários:

  1. Estou doida para ver o filme e quero assisti-lo o mais rápido possível, quem sabe nesta sexta-feira devido ao feriado... Mas agora irei com as expectativas mais baixas graças a resenha. Pelo jeito vai ser um filme bonitinho de ver, com um visual incrível, mas com um roteiro que deixa a desejar...
    Só espero que valha o ingresso XD

    ResponderExcluir
  2. ah o filme parece muito lindo, perfeito para assistir no final do ano, enquanto eu nao consigo ver um ballet do quebra nozes no teatro municipal com certeza quero assistir o filme

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha.
    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Quando eu vi o trailer do filme no cinema eu fiquei louca para assistir, mas acabei enrolando e nem fui ver ainda, apesar de querer muito! Adorei sua resenha, espero conseguir ver ainda no cinema!

    Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  5. Oi, Yanes! Tudo bom?
    Que pena que o filme se perde dentro do roteiro. É um desperdício, realmente, porque o visual e o elenco são espetaculares :/
    Eu ainda pretendo conferir no cinema, mas no momento minha prioridade é pra Halloween :P

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, Yanes.
    Eu vi sobre a estreia desse filme hoje cedo no jornal e fiquei muito interessada, achei o figurino belíssimo. Mas agora desanimei um pouco lendo seus comentários. Que pena, poderia ser o filme. Mas vou querer conferir para ver o que acho hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Yanes!
    Vou confessar que essa história do Quebra nozes nunca foi uma das minhas preferidas, rs.
    Uma pena a o filme não ser tão bom, mas pelas fotos está bem bonito!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Yanes,
    Confesso que sua crítica foi um balde de água fria, rs. Não, isso não foi ruim porque aí eu não vou com tanta sede ao pote e também não gasto horrores em um ingresso de cinema para sair frustrada.
    Até porque se o enredo é um problema, o filme já não vai valer a pena. Mesmo com essa fotografia belíssima. :(
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi! A crítica não me surpreendeu, já que eu havia achado o trailer bem fraco. Uma pena, até mesmo por termos bons atores no elenco.Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Oi!! Minhas expectativas para essa adaptação estavam altas, agora sei que preciso lidar um pouco com isso. Sempre gostei desse clássico, e com certeza irei assistir!!!

    Beijos
    Naty

    ResponderExcluir