Real, Meu, Remy [Resenha Literária]


Quando peguei o ebook do livro Real eu não achava que iria gostar tanto dessa série, mas entendo que talvez não sejam livros que agradem a todos, não só porque não é todo mundo que gosta de histórias com cenas eróticas, mas principalmente por causa do protagonista Remy: um homem bem problemático que com atitudes bem questionáveis. No entanto, depois de ler os três livros, entendi que Remy tem uma doença que o faz ter um grave transtorno de temperamento, sendo às vezes um homem dócil e outras vezes mais perturbado.

Brooke é uma garota comum que depois de uma contusão não pode mais fazer aquilo que sempre amou: correr. Tentando mudar de vida e trabalhar com o esporte, mesmo agora não sendo uma atleta, Brooke vai assistir a uma luta a pedido de sua amiga Melanie, e lá fica hipnotizada com o lutador Remington Tate. A verdade é que todos ficam. Bastante agressivo, Remy dificilmente perde no ringue e a atração por Brooke e imediata! Remy chama a garota para trabalhar com ele, mas é só uma desculpa para ficar perto dela.


O relacionamento dos dois é bem complicado. Remy tem transtorno de personalidade e seus assistentes e amigos estão bem acostumados a chamar garotas para ficar com ele quando o lutador está no seu momento mais obscuros. No entanto, agora Brooke é sua namorada e os dois vão precisar aprender a passar pelos momentos mais difíceis juntos. Com as lutas, a pressão sobre Remy é grande e ao conhecer seus pais descobrimos que a infância do protagonista não foi das melhores, afinal, eles o internaram e se afastaram do filho por conta de seus transtornos. Já Brooke tem uma personalidade mais dócil, mas é insegura e como Remy é bem conhecido do submundo das lutas, acaba sendo constantemente assediado.

Em Real vamos acompanhar o início do relacionamento dos dois e em Meu temos os desdobramentos do caso da irmã de Brooke, já que a moça se envolve com um homem perigoso e isso acaba afetando o casal protagonista, já que o lutador vai ajudar a irmã de sua amada. No segundo livro também temos um desenvolvimento maior dos personagens. Já no livro Remy temos basicamente a mesma história de Real, mas sob o ponto de vista do protagonista, geralmente não curto muito livros assim.


A série de Katy Evans é mais do que os três livros citados, já que em Devasso e Ídolo acompanhamos os relacionamentos amorosos de Melanie e Pandora, amigas de Brooke. Real, Meu e Remy conta uma história de amor cheia de problemas e confesso que não é fácil aguentar Remy em alguns momentos e nem Brooke com suas inseguranças, mas a narrativa da autora acabou me envolvendo.

Os três livros possuem uma narrativa fácil, fluída, com uma boa trilha sonora e um romance forte e tenso! Agora quero ler os próximos da autora!


FICHA TÉCNICA

Título: Real Real # 1, Meu Real # 2, Remy Real #3
Autora: Katy Evans
Onde Comprar na Amazon: Real (CLIQUE AQUI), Meu (CLIQUE AQUI) e Remy (CLIQUE AQUI)

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Olá, Michele.
    Livros assim é raiva na certa hehe. Já não gosto desse estilo de capa, com homens seminus, e muito menos da personalidade do protagonista. Por isso eu não leria. Não sei qual a necessidade de escrever a mesma história sob o ponto de vista do outro, não dá para fazer isso no mesmo livro? hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Uau, legal quando a gente gosta tanto da escrita do autor, e a gente só quer mais e mais!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir