Entrevista com Tracy Banghart, autora de Graça e Fúria


Tracy Banghart é a autora do tão elogiado livro Graça e Fúria (CLIQUE AQUI) que é uma fantasia Young Adult e foi lançado aqui no Brasil pela Editora Seguinte. Esse livro é o primeiro volume de uma duologia e já tem resenha disponível aqui no blog. Graça e Fúria entrou para a minha lista de favoritos da vida, o enredo é cheio de reviravoltas e mensagens bem empoderadas. 

A autora nasceu e cresceu na zona rural de Maryland, nos Estados Unidos. É formada em inglês pelo Davidson College, na Carolina do Norte, e pós-graduada em editoração pela Universidade Oxford Brookes, na Inglaterra. Atualmente, Tracy se dedica totalmente à escrita e viaja o mundo com o  marido, o filho e seus animais de estimação.

Ela é muito simpática e concedeu para o blog uma entrevista exclusiva falando um pouco sobre o processo criativo de Graça e Fúria e que podemos esperar do próximo livro que irá sair lá fora o ano que vem!

Graça e Fúria é um livro que traz uma mensagem muito forte e necessária neste tempo de luta das mulheres pela igualdade. Em Viridia as mulheres não há voz ativa e nem direitos. Como foi para você escrever essas partes em que mostram a luta dessas mulheres por uma vida melhor?

Tracy: Escrever sobre a opressão que essas mulheres vivem foi difícil. Mas acho que muitas de nós nos sentimos frustradas ou limitadas por atitudes semelhantes, mesmo que isso leve ao extremo. E descobri que foi especialmente gratificante escrever os momentos em que as mulheres prevaleciam e recuperavam seu poder. 


Como surgiu a ideia de criar o reino de Viridia?

Tracy: Eu queria criar um reino que tivesse uma vida luxuosa no palácio, com um ambiente um pouco sombrio. Eu estudei no exterior na Itália e pensei que seus belos alimentos e arquitetura seriam um pano de fundo. A parte sombria veio dos meus próprios medos e ira sobre a forma como as mulheres são tratadas no mundo real. 

Serina e Nomi são personagens maravilhosas e com uma força incrível. Você se inspirou em alguma mulher da sua vida para criá-las?

Tracy: Não há mulheres com quem elas sejam inspiradas, mas eu fui abençoada por ter muitas mulheres incríveis na minha vida. O senso de irmandade no livro veio dos meus relacionamentos estreitos com meus amigos. Nós andávamos pelo fogo um pelo outro.

O próximo livro Queen of Ruin será lançado no próximo ano. O que podemos esperar dele e especialmente das irmãs?

Tracy: O primeiro livro é sobre estabelecer esse mundo sombrio e difícil. Já o segundo livro é sobre derrubá-lo, esperançosamente para construir algo melhor em seu lugar. Serina e Nomi terão estradas muito difíceis pela frente. Rebelião nunca é fácil!

Eu gostaria de saber como você é como leitora. Que tipo de livros você mais gosta de ler?

Tracy: Eu leio muito fantasia Young Adult, porém ultimamente eu estou me aventurando pelos romances contemporâneos. Eu amo histórias com finais felizes e empoderadas, e se há garotos bonitos com humor sarcástico, fico super feliz! 


Tracy também mandou um recadinho para os leitores brasileiros:
Muito obrigada pelo seu apoio e entusiasmo por Graça e Fúria! Vocês são fãs incríveis e espero que um dia eu tenha a chance de ir ao Brasil para conhecer um pouco de vocês e para conhecer esse país lindo! 
Espero que vocês tenham gostados dessa entrevista com a Tracy! Eu amo Graça e Fúria, sem dúvidas foi a melhor fantasia Young Adult que eu li esse ano, e para mim foi uma honra conseguir essa entrevista com a autora.

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. Que entrevista incrível, só vejo comentários positivos sobre essa obra e autora parece ser uma querida!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro, mas amei essa entrevista e a autora parecer ser uma pessoa incrível!
    Mil Beijos!
    https://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com/2018/12/top-5-novidades-da-semana.html

    ResponderExcluir
  3. Oi Ariane, tudo bem? Parabéns pela entrevista! Eu gosto de saber um pouco mais sobre a construção da história e dos personagens, mesmo que ainda não tenha lido o livro. Achei interessante que a autora se baseou nas suas relações com amigos para estabelecer a irmandade da história e teve como referências mulheres importantes da sua vida na hora de criar os personagens, sem se apegar de fato a um.
    Muito legal.
    Beijos, Adri
    Espiral de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ariane! Que tudo sua entrevista! Desde que o livro saiu eu estou louca para ler, mas infelizmente não pude comprar ainda. A autora parece ser um amor de pessoa e eu imagino que essa obra seja incrível.
    Beijo

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ari!
    Mulher, você só arrasa nas entrevistas!
    Para ser sincera, eu não tenho muita vontade de ler esse livro, mas também não descarto ele da listinha de leitura.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Natal Literário 2018: 5 kits, 10 ganhadores. Participe!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ari! Tudo bem?

    Eu estava curiosa sobre este livro que eu ainda não li, porém, fiquei ainda mais curiosa por ver como a autora fala sobre o desenvolvimento de suas protagonistas que parecem ser tão empoderadas. Espero poder lê-lo.

    Beijos,
    Blog Magia é Sonhar
    Canal Magia é Sonhar

    ResponderExcluir