Homem-Aranha: No Aranhaverso [Resenha do Filme]


Se Homem-Aranha: No Aranhaverso tivesse estreado no Brasil em 2018 eu diria que teria sido uma das melhores animações do ano, mas por aqui só estreia agora e posso dizer que 2019 já começa bem!

Miles Morales (Shameik Moore) é um jovem negro do Brooklyn que sem querer, em uma noite com seu tio, é picado por uma aranha radioativa. No mesmo dia encontra o verdadeiro Homem-Aranha (Chris Pine) que tentando evitar que o Rei do Crime unisse universos paralelos acaba morrendo. Agora com o falecimento de Peter, Miles vai assumir uma responsabilidade que não queria.

O protagonista é bastante simpático, tem dificuldade em se adaptar na nova escola e tem um pai policial bastante rigoroso, em alguns momentos me lembrou o desenho Super Choque. Muito abalado com a morte do herói, em cenas que até emocionam, Miles vai tentar descobrir todos seus poderes e falha bastante nisso, afinal, ele precisa de ajuda. E essa ajuda chega de maneira inesperada com um Peter Parker (Jake Johnson) barrigudinho e divorciado de Mary Jane, Spider-Gwen (Hailee Steinfeld), Peni Parker (Kimiko Glenn), Homem-Arranha Noir (Nicolas Cage) e Spider-Ham/Porco-Aranha (John Mulaney) de outras realidades paralelas. Todos de alguma forma possuem a vida mudada por uma aranha radioativa.


Gwen foi picada por uma aranha e era amiga do Peter Paker em sua dimensão, infelizmente por lá o herói também morre. Peni tem uma relação de amizade com a aranha radioativa que mora dentro do seu robô e vem do futuro. Homem-Aranha Noir é o mais interessante de todos, apesar de ser o mais sombrio também, sendo de um universo preto e branco que o faz ficar mega curioso com um cubo mágico colorido. Noir também é um Peter Parker, no caso um repórter respeitado, mas problemático que vive em 1933, durante a Grande Depressão. Já Spider-Ham/ Porco-Aranha é o mais bizarro de todos, sendo o Peter Porker.

O grupo precisa se unir para combater o Rei do crime e Doc Ock (Kathryn Hahn) que não se importam em nada com as consequências da união dos universos paralelos. E nessa jornada, Miles amadurece bastante e passa a entender melhor não só seus poderes, como também o tamanho de sua responsabilidade. Sua relação com o Peter Parker da outra dimensão é o ponto forte do filme, uma vez que o clássico herói não quer ser pais, mas mesmo sem querer acaba tendo um relacionamento muito próximo com o protagonista. E Gwen é sem dúvida uma das melhores personagem, sarcástica e com personalidade forte, uma verdadeira girl power!


A parte técnica também agrada. Talvez o espectador estranhe um pouco o estilo de Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman, já que é uma animação em forma de quadrinhos, inclusive o traço é bem característico de obras do estilo. Temos cortes bruscos e rápidas mudanças de cenários como também por vezes balões de diálogos na tela. O visual chama bastante atenção e muda de acordo com o heróis de maneira harmoniosa, Peni, por exemplo, representa o estilo anime sem causar incômodo nenhum. A dublagem original é boa e a trilha sonora melhor ainda!

Anos tendo a mesma história recontada, o universo de Homem-Aranha: No Aranhaverso ousa sair da antiga fórmula, se reinventa de maneira original, com humor, dinamismo e surpreende positivamente com um enredo forte e envolvente. Um dos melhores filme do Homem-Aranha!

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Homem-Aranha: No Aranhaverso
Título Original: Spider-Man: Into the Spider-Verse 
Direção: Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman
Data de Lançamento no Brasil: 10 de janeiro de 2019
Nota: 5/5

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. Ai que fofoooo! Não sou muito fã de herois, mas amo animações demais. Vou super conferir!!!

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi, tudo bem?
    Quero muito ver esse filme, deve ser mega bom!!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  3. Achei a história e enredo bem diferente e criativa.
    Bom restante de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi! Tudo bom?
    Confesso que pulei a sua resenha só pra fugir da ansiedade que eu tô vivendo porque PRECISO VER ESSE FILME AKFNASOJBSAOBGSAOASBAOSUGBSBGSA todos os elogios não são suficientes pra ele, aparentemente, gosto assim <3

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amei seu post, Mi. Confesso que sempre tive receio de ver esse tipo de filme, até que vi um parecido na televisão esses dias e fiquei doida para explorar um pouco mais desse universo. Já quero ler esse!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Mi!
    AFF EU QUERIA MUITO VÊ ESSE FILME T.T Mas nem vou. Não esse mes. O que tinha gastei do DBZ </3 Mas quero. O visual tá incrivel e eu achei muito legal da Sony pensar em construir um universo compartilhado animado. Seria muito interessante, até porque, nao temos ainda, e dá muitas possibilidades. Nos Quadrinhos, Miles é meu aranha favorito. To bem curioso para saber como eles trabalharam a história dele.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Talvez pela história, talvez pelo traço, deve ser uma experiência bem diferente e interessante ver esse filme. Sem contar que adoro super-heróis.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oiii Mi

    Dos super heróis o Homem Aranha é um dos meus favoritos de sempre por possuir um senso de humor e uma jovialidade que acho super leves. Achei lindo essa animação, tocante e divertida ao mesmo tempo, acho que tem tudo pra dar certo e fazer sucesso. Ótima dica.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Michele,

    Eu não curto na que envolva super heróis, já tentei gostar mais não é minha praia.

    Será que essa animação é melhor? rsrs

    Até mais!

    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Mi!!!Ouvi falar demais sobre esse assunto nos últimos dias mas não tinha parado de fato pra ler.. Adorei saber que eh uma animação, curto demais heróis, ainda mais animados!
    Beijinhos
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
  11. Oie Mi =)

    Uma das minhas metas é ir mais ao cinema esse ano, então em Janeiro esse filme e Como Treinar o seu Dragão 3 estão na minha lista.

    Confesso que não curti muito os filmes do Homem Aranha, mas vai que essa animação me surpreenda?

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir