Dumplin’ [Resenha do Filme]


O que dizer dessa adaptação que foi um sucesso por onde passou? Apenas que Willowdean conquistou meu coração. 

Mesmo que você não seja um fã, é difícil não amar Dolly Parton. Você não precisa ser um especialista para sentir o caloroso abraço do seu sotaque e para ser estimulado por suas letras animadoras. Dolly não aparece no filme – apenas adentra na trilha sonora -, mas sua energia está sempre presente.

A adolescente texana Willowdean Dickson (Danielle Macdonald), filha da ex-rainha da beleza Rosie (Jennifer Aniston), foi ensinada por sua tia a amar Dolly Parton e a si mesma, apesar de sua moldura não se alinhar com o espetáculo típico dos padrões de beleza. Agora, após a morte de sua tia, ela decide entrar no desfile local, que é o mais antigo do Texas – e que sua mãe agora dirige - como forma de protesto.


Will conta ainda com sua melhor amiga Ellen que decide embarcar nessa aventura, e de quebra ainda inspira Millie e Hannah a enfrentar os vários estereótipos que lhe foram colocados durante suas vidas.

O filme foi baseado em um romance YA com o mesmo nome que foi elogiado por sua positividade, Dumplin’ é uma comédia leve com um toque de emoção e uma protagonista forte que foi muito elogiada por sua atuação em Patti Cake$ em 2017. 

Uma subtrama de romance no filme apresenta um garoto, Bo, que trabalha com Will no restaurante local e parece gostar dela, mas ela realmente não acredita que alguém como ele gostaria de estar com ela. Mas com a ajuda das outras meninas que entram no concurso acabam com alguns de seus ideais mais arcaicos. E tendo uma ajudinha de algumas drag queens, elas acabam por encontrar sua Dolly interior e, mais importante, seu verdadeiro eu. 

É impossível não amar todos os momentos do filme. Macdonald nos apresenta uma performance profunda e honesta como Dumplin’, reconhecendo sua dor e insegurança sem deixar que isso a domine. E é divertido assistir Aniston, a nossa eterna Rachel Green, toda arrumada e agindo de forma tirânica. 


Enquanto Dumplin’ tem sua carga de comédia, ele certamente é pesado. Você irá rir, irá chorar e esperançosamente se sentirá mais confiante no final. Acrescente a ele uma trilha sonora apropriada, e terá um motivo para sorrir. O filme não só abrange o mundo adolescente, mas também esclarece os danos causados pelos padrões tradicionais de beleza impostos às mulheres, e mostra como superar esses padrões. A história te atinge em cheio no coração e te dá uma nova visão de mundo.

Apaixonante, denso e delicado, Dumplin’ nos ensina a ter empatia em um mundo que tem nos mostrado diariamente o quão está difícil viver. 

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Dumplin’
Título Original: Dumplin’ 
Criador: Anne Fletcher 
Data de lançamento: 08 de fevereiro de 2019
Nota: 5/5
Para ler a resenha do livro CLIQUE AQUI
Netflix

Natália Silva
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários:

  1. Bom dia,

    Assisti ontem e gostei demais, realmente aborda assuntos pesados e importantes, recomendo demais....ótima resenha...abraço.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Natália!

    Já vi muitos elogios pra esse filme e sua resenha me deixou ainda mais curiosa com o filme. A carga pesada da história parece ser bem importante, vou deixar a dica anotada pra assistir no final de semana!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Hey Natália! Tudo bem?
    Acredita que u tinha acabado de colocar esse filme na minha lista do netflix? Quero muito assistir ele mesmo não tendo lido o livro.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ Blog Misto Quente
    ~ Siga no Instagram
    ~ Curta no Facebook

    ResponderExcluir
  4. Oi Natália! Ainda não conferi o filme mas to doida pra dar aquela olhadinha, ainda mais com uma resenha ótima dessas. O livro não li mas já acho que também é bem legal. Quero ver!
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nat!
    Estou pretendendo ver esse filme depois do Oscar, que estou fazendo maratona hahahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oi
    eu ainda não li o livro, mas assisti o filme e simplesmente adorei, ele me passou um sentimento tão bom, uma história envolvente que todos deveriam assistir.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não cheguei a ver, xará.
    Mas nem li o livro ainda. Quero conferir antes de assistir.

    Tenha uma ótima semana!
    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Natália, não sou lá muito fã desse gênero não, mas quem sabe dou uma chance a ele, né? xD

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir