Escape Room [Resenha do Filme]


Escape Room é um jogo onde um grupo de pessoas entram em salas temáticas e tentam, geralmente em uma hora, desvendar alguns mistérios e escapar do lugar. Já fui em alguns bem criativos, mas nada será igual depois de ter visto esse filme, a claustrofobia gritou em alguns momentos. 

O longa começa com uma cena bastante tensa de um dos personagens enfrentando uma sala que vai se fechando aos poucos e o risco de morrer esmagado é enorme, o que dita logo o tom do filme. Ben (Logan Miller) é um jovem que trabalha etiquetando produtos num supermercado e gostaria muito de ser caixa, mas infelizmente não é muito sociável para o cargo. Zoey (Taylor Russell) é uma gênia que tem problemas também para se socializar na faculdade. Jason (Jay Ellis) é um líder empresarial bastante prepotente. Juntos aos três ainda temos Mike (Tyler Labine), Amanda (Deborah Ann Woll) e Danny (Nik Dodani).


Misteriosamente todos são chamados para participar de um Escape Room e ganhar uma quantia de dinheiro no final, por diversos motivos eles aceitam o desafio, mas quando chegam no local descobrem rapidamente que a brincadeira é macabra e os riscos são reais!

A primeira sala começa a esquentar a ponto de pegar fogo e o grupo percebe que se não decifrarem as pistas vão acabar morrendo! O roteiro não tem medo de matar, sem dó, nem piedade, apesar de quase não ter sangue no longa. Mas o filme consegue nos fazer ter empatia pela maioria dos personagens, nos apegar a eles para depois vê-los morrer em situações horríveis. E é inegável a semelhança em alguns momentos com Jogos Mortais.


As mortes são boas para um filme de suspense e a trama consegue nos deixar bastante tensos. Visualmente o longa acerta bastante, com uma excelente ambientação das salas, todas com temas relacionados a cada trauma de cada um. E os personagens, ainda que estereotipados são carismáticos e formam um grupo bem diferente. Infelizmente, o longa derrapa no final que poderia ter terminado um pouco antes, mas deixou um bom gancho para o segundo filme.

Apesar do final ser questionável, Escape Room convence, tem momentos de pura tensão e angústia, sendo um suspense com excelentes personagens e uma boa trama.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Escape Room
Direção: Adam Robitel
Data de lançamento no Brasil: 07 de fevereiro de 2019
Nota: 4/5

*conferimos o filme na cabine de imprensa
Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Oi Mi
    Eu já ouvi falar de Escape Room mas não sabia se existia de verdade, até porque essas coisas nunca tem em Bsb, mas fiquei chocada com esse enredo. Nunca vi Jogos Mortais porque não curto esse teor e acho que não veria esse também.
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi!
    Tenho vontade de ir numa escape room, mas no meu fim de mundo não tem.
    Eu vi alguns nomes conhecidos no filme e fiquei com muita vontade de assistir.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Odeio quando o final deixa a desejar. Mas achei a história muito interessante.. adoro essas histórias de suspense envolvendo jogos..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu sou doooida para jogar esse tipo de jogo! Deve ser super legal! xD
    Quanto ao filme, ainda não assisti, mas como adoro suspense, assistirei! ^^

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir