A cinco passos de você [Resenha do Filme]


Sendo bem sincera, eu não aguento mais filmes com gente doente, se for câncer a paciência é menor ainda. Por isso, mesmo sendo sobre fibrose cística, fui conferir A cinco passos de você bem receosa do que eu encontraria, mas encontrei um filme meigo, realístico e sem forçar a barra.

Stella (Haley Lu Richardson) vive no hospital há muito tempo, acho até que ela convive mais com as enfermeiras do que com a família que pouco aparece na história. A fibrose cística faz com que os paciente produzam muco, suor e sucos digestivos, atingindo o sistema digestivo, respiratório e as glândulas sudoríparas Assim, Stella tosse muito sempre e sofre de infecções pulmonares, tendo dificuldade para respirar. Está na fila de espera por um pulmão novo que tem prazo de validade de apenas 5 anos. No entanto, Stella não é um protagonista chorona, pelo contrário, com seu canal no YouTube ela vai mostrando sua rotina diária, estuda, tem amigos, só que não vive como uma pessoa comum. Ninguém com essa doença vive.


E vivendo no hospital com seu melhor amigo Poe (Moises Arias), que também tem fibrose cística, ela conhece Will (Cole Sprouse), um rapaz que tem a mesma doença que ela, mas de um tipo mais agressivo. Eles não podem ficar perto um do outro, se Stella pega a bactéria de Will ela pode ficar ainda pior, por isso eles se mantêm a seis passos de distância sempre, até que a protagonista resolve roubar um passo e ficar um pouco mais próxima de Will.

O relacionamento dos dois evolui aos poucos, Will não tem muita esperança e rejeita o tratamento, é um garoto ranzinza, mas Stella sendo o oposto, consegue fazer com que Will se trate e melhore seu humor. A paixão é inevitável, para o desespero da enfermeira Barb (Kimberly Hebert Gregory) que já viu isso acontecer antes e terminar em tragédia. Escapando sempre que podem os dois começam a se relacionar mesmo a 5 passos de distância e é bonito ver a relação deles.

O longa não apela para nos fazer sofrer, mas é inevitável em alguns momentos, o tempo todo a gente fica com a sensação de que algo ruim vai acontecer, já que de fato é um amor impossível. De certa forma achei o final diferente do que eu esperava, mas ainda nos emociona.


Apesar de focar principalmente nos protagonistas, com boas atuações de Cole Sprouse e Haley Lu Richardson (que me lembra a Marjorie Estiano), o longa também tem um personagem bastante carismático, Poe o melhor amigo de Stella e Moises Arias também faz uma boa atuação.

Senti falta dos pais dos pacientes na trama, mas de modo geral A cinco passos de você me surpreendeu, me agradou mais do que eu imaginava. É filme com adolescentes doentes, mas tem uma boa dose de realidade, retratando muito bem a rotina dos pacientes em hospitais, sem apelação, afinal, um dia todos nós vamos morrer. 

E vale lembrar que o livro é na verdade baseado no filme, e está sendo lançado pela Editora Globo Alt.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: A cinco passos de você
Título Original: Five Feet Apart
Diretor: Justin Baldoni
Data de lançamento: 21 de março de 2019
Nota: 4/5


*conferimos o filme na cabine de imprensa
Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. Mi, estou bem curiosa com esse filme (ainda mais depois que descobri que o Cole Sprouse fez o papel do Ben criança em Friends, haha).
    Não sabia qual era a doença que os fazia ficar distantes.
    Apesar de ter enjoado também de filmes/livros de doença, já tem um tempo que a hype passou, então já estou de boa para ver de novo, hehe.
    Quero muito assistir e fiquei feliz que você tenha gostado.
    Já quero.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Michele.
    Eu me apaixonei pela capa do livro, mas quando vi sobre o que era desisti de ler. E provavelmente também não vou assistir. Esse tema de doença já não me encanta mais como nas épocas dos livros do tio Nich hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi!
    Infelizmente pra mim esse filme continua sendo um A Culpa é das Estrelas 2 hahhahahhahah Cansei desse tipo de narrativa.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi!!!

    Ahh eu gosto de enredos assim, nos faz agradecer um pouquinho mais os dias por estarmos vivos, temáticas nesse sentido nos fazem dar um pouco mais de valor pra vida quando esquecemos!! Adorei a resenha, e confesso que estou curiosa pra conferir o longa!!

    Beijos
    Naty

    ResponderExcluir
  5. Oi Mi!
    Vou confessar q acho q ainda não me cansei desse tipo de filme, acho lindo! hahahah
    Que bom q vc gostou e q o final n foi previsível. Vou querer assistir!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi
    estava muito curiosa para ler uma opinião desse livro, que bom que gostou e que a história é mais real, adoro o Cole em Riverdale, espero conseguir assistir esse filme em breve.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir