Eu sou a lenda [Resenha Literária]


Eu sei que muita gente quando olha para o título desse livro se lembra da adaptação para o cinema que teve como protagonista Will Smith. Porém, é bom avisar que apesar do longa ter sido baseado na obra de Richard Matheson, o enredo tem uma diferença enorme em relação ao livro: vampiros e zumbis. No livro a humanidade foi tomada por um vírus que torna as pessoas em uma espécie de vampiros, com problemas em relação ao sol, alhos e estacas. Já no filme estamos falando de um apocalipse zumbi.

Como adoro vampiros, que brilham ou não, ao começar a leitura fiquei bastante empolgada com a história e a empolgação durou até o final. Narrado em primeira pessoa, o livro é praticamente um diário em que Robert Neville vai nos contando como é a sua vida, sendo o único que sobreviveu ao vírus. Quase que como um monólogo, Robert nos demonstra claramente sua angustia em viver sozinho, sua solidão, depressão, necessidade de sexo e cansaço. 


Robert é um protagonista depressivo, mas que ao menos tempo sua sua inteligência e muita força de vontade para combater os vampiros que o rodeiam, como urubus esperando a primeira oportunidade. E apesar de termos uma história narrada apenas por um personagem e seu ponto de vida mais descritivo, a narrativa não cansa, mesmo porque Richard Matheson mescla o presente com o passado, nos mostrando em alguns momentos tudo que acontece com o mundo pela perspectiva de Robert.

O enredo se desenvolve à medida que o protagonista vai estudando sobre o vírus, matando os inimigos, até que ele conhece uma misteriosa mulher. Tudo de modo realístico, sombrio, mas longe do terror clássico e muito mais próximo da ficção científica.


E por fim, vale ressaltar a edição da Aleph que incluiu uma crítica de Mathias Clasen sobre a obra e uma entrevista com o autor no final do livro!

FICHA TÉCNICA

Título: Eu sou a lenda
Autor:  Richard Matheson


Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Olá, Michele.
    Bom ler sua resenha porque eu assisti o filme e achei bem chato na verdade. Só assisti porque era com o Will hehe. Acho que vou dar uma chance ao livro. A edição parece estar muito bem feita.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi!!

    Eu já tinha visto algo a respeito do livro, mas não sabia que era diferente. Adorei a resenha, e adorei o filme também. Como você disse também adoro vampiros (brilhantes ou não). Fiquei curiosa!!

    Beijos
    Naty

    ResponderExcluir
  3. Deve ser muito incrível esse livro. Já assisti o filme mas sei que é bem diferente, mais cheio de detalhes na história, sem contar que essa edição está linda.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. OI Mi
    Eu amei demais o filme e chorei muito no final. Quando descobri que tinha um livro eu até me interessei, mas sempre enrolo demais para ler e acabo não fazendo isso. Quem sabe um dia.
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nunca vi o filme, mas ouço falarem super bem tanto dele quanto do livro. Taí uma obra que ainda quero conhecer =D
    Adorei a resenha <3

    ResponderExcluir