A maldição da chorona [Resenha do Filme]


A maldição da chorona é mais um filme de terror do mesmo universo de Invocação do mal de James Wan, mas que dessa vez aborda com bastante precisão o folclore mexicano.

O longa começa com uma cena que nos faz entender que é La Llorona, uma mulher bonita que se apaixonou perdidamente, se casou teve duas crianças, mas enlouqueceu com a traição do marido. Como vingança matou os dois filhos e ao se arrepender se matou. Amaldiçoada, Llorona passa a afogar os filhos de outras mães.

Na década de 70 em Los Angeles, Anna (Linda Cardellini) é assistente social, viúva e com dois filhos. Na tentativa de ajudar duas crianças de uma mãe supostamente abusiva, acaba na verdade prejudicando eles. E é neste ponto que vemos duas sequências muito boas no longa. A primeira é das crianças no abrigo, já que assusta bastante ver os dois irmãos sendo perseguidos pela Llorona e depois a sequência dos filhos de Anna no carro onde tiverem o primeiro contato com o fantasma. Assustadora e angustiante as duas cenas.


No entanto, depois o filme passa a seguir a linha mais “normal” de jump scare, sendo previsível em alguns momentos, mas ainda assim interessante, principalmente por não se enrolar e nem perder muito tempo para nos apresentar o plot inicial. Anna não demora pra perceber o que está acontecendo com os filhos que ouvem uma mulher chorando e que passa a persegui-los constantemente. Desesperada ela busca ajuda de um padre que já havia conhecido Annabelle e que não duvidou da história de Anna. Para ajudá-la, entra em cena O curandeiro interpretado por Raymond Cruz.

Rafael é responsável pelo alívio cômico da trama, tem um jeito um tanto egocêntrico e faz rituais que mais parecem coisa de programa de televisão. No entanto, é a única opção de Anna para salvar os filhos. 


Além das boas atuações de Raymond Cruz e Linda Cardellini, destaque também para Roman Christou, filho mais velho da protagonista! E também gostei da trilha sonora e ambientação.

A maldição da chorona não traz nada de novo ao gênero, é previsível em alguns momentos e não tem o mesmo impacto que Invocação do Mal. No entanto, é muito, muito melhor que A Freira, tem um bom enredo e consegue nos assustar em algumas cenas.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: A maldição da chorona
Título Original: The Curse of La Llorona

Diretor: Michael Chaves
Data de lançamento: 18 de abril de 2019
Nota: 4/5

*conferimos o filme na cabine de imprensa
Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Olá,
    Como odiei A Freira não tenho muito expectativa com esse. Só fica me lembrando o episódio do Chaves e já dou risada.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Olha eu conheço essa atriz, ela é ótima, porém eu não veria esse filme, não é meu estilo, tenho medo hahaha


    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  3. Oiii Mi

    Esperava tanto de A Freira e foi decepcionante pra mim, mas esse quero arriscar e assistir porque achei super intrigante a lenda toda de la llorona e fiquei animada em saber que tanto Raymond quanto a Linda desempenham bem seus personagens. Apesar de ser previsível (como aliás esta sendo com a maioria de filmes do gênero) parece que vou gostar muit6o mais do que de A Freira.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi!!

    O que anda acontecendo com esses filmes né? Eu gosto muito do gênero e sempre acabado conferindo, como ele é do universo de Invocação vou lá conferir, mas adorei saber que tem coisas boas, e gostei muito de saber a respeito da lenda! Quando eu vi o trailer fiquei toda curiosa! Com certeza darei uma chance mesmo tendo alguns problemas!!

    Beijos
    Naty

    ResponderExcluir