Romance is a Bonus Book [Dorama]


Romance is a Bonus Book é um seriado coreano (Dorama) original Netflix que estreou dia 26 de janeiro e finalizou no dia 17 de março, sendo que a cada semana tinha um novo episódio. No total foram 16 com duração de uma hora cada, protagonizados pelos atores Lee Na Young e Lee Jong Suk.

A série começa contando a história de dois amigos, Cha Eun Ho é um jovem escritor muito famoso e editor-chefe mais jovem da editora na qual trabalha e é um dos fundadores. Já Kang Dan Yi foi largada pelo marido por outra mulher, sem dinheiro para se manter, sem casa e sem emprego. Ela tenta à sua maneira sobreviver, até mente para seu melhor amigo, já que limpa a casa dele e cuida das coisas dele, se passando por uma empregada e ao mesmo tempo procura por emprego, isso tudo sem ele saber. 

Num certo dia, ela vai a uma entrevista de emprego que é na editora onde Cha Eun Ho trabalha e ele é um dos responsáveis para selecionar os candidatos. Depois disso, e de uma cena bem comovente o protagonista descobre que sua melhor amiga veio mentindo para ele esse tempo todo e que ela resolveu a concorrer uma vaga de emprego que não condizia com sua formação, sem contar que ela está sem onde morar, pois perdeu a casa e o ex-marido não ajuda em nada. A princípio ele fica muito chateado com a situação, entretanto, aos poucos à sua maneira vai ajudando a protagonista na sua nova vida e no novo serviço. Ele a convida a morar com ele, assim ela economiza o dinheiro do aluguel. E a mocinha pensa que Cha Eun Ho só está ajudando por ser seu melhor amigo e por estar com pena dela.


Desde o primeiro episódio percebemos o quanto é difícil para uma mulher divorciada e sem apoio financeiro sobreviver. A mocinha passa por muitas dificuldades para mostrar que pode sim sobreviver sem o marido e que tem capacidade de voltar para o mercado de trabalho, nem que isso ela precise começar por baixo. E esse foi o ponto alto desse dorama para mim, Dan Yi é uma vencedora, não deixa se abater, mesmo quando as coisas estão difíceis, ela segura firme e segue em adiante. Mas não só ela passa por dificuldade por ser mulher dentro do seriado, suas amigas de trabalho passam por situações um pouco semelhantes. Nesse dorama podemos ver que por mais que a mulher corra atrás e desista de seus sonhos para ser bem-sucedidas no mercado de trabalho, elas não recebem os seus devidos valores. 

Outro ponto altíssimo é a atuação do ator Lee Jong Suk, o personagem dele, Cha Eun Ho, é um fofo elevadíssimo ao quadrado. No primeiro episódio não mostra esse lado do mocinho, muito pelo contrário, mostra um escritor bem-sucedido e que não para com mulher nenhuma. Até a própria mocinha acha que ele não possui coração, no entanto, aos poucos nos primeiros episódios vai mostrando o porquê ele é do jeito que é. E que ele é inteligente, sensível e um tremendo de um homem. 


E principalmente nós espectadores vamos vendo que ele ama a Dan Yi, não como amiga e sim como mulher. Porém, ela só o enxerga como amigo e algumas cenas ela se refere a ele como irmão mais novo. E isso o deixa muito irritado e ele mostra para ela em diversas situações que para ele, ela é o mundo dele. E são essas cenas que me deixaram suspirando e com raiva da protagonista por não enxergar que o homem ao seu lado está apaixonadíssimo por ela. O romance entre os dois é lento, pois demora um pouco a mocinha enxergar que ele a ama e todos os seus sinais. 

Outro questão é a ambientação, o cenário principal do seriado acontece dentro de uma editora. Como leitora e apaixonada me vi mergulhada nesse universo. A cada episódio pude ver como os editores encontram manuscritos para a editora e principalmente todo o trabalho feito neles e a dúvida eterna se ele vai virar um best-seller. Teve uma cena na qual o presidente da editora e amigo de Cha fala que hoje em dia vender livros está difícil, pois as pessoas não os valorizam. E isso mexeu muito comigo, pois é a pura verdade! Sem contar que mostra como o leitor faz a grande diferença, pois uma editora para sobreviver ou ser a melhor, precisa publicar livros que atraem os nossos olhares e isso não é um processo fácil. 

E é dentro desse processo todo que a maioria dos personagens do dorama é apresentado. 


Temos aqui: um chefe que quer vender e acha que cada livro que chega vai ser um best-seller. Uma chefe que faz a vida da mocinha ser difícil. Um autor e editor-chefe (mocinho) que é lindo e maravilhoso, que todas as mulheres babam por ele. Temos uma ex estagiária do editor-chefe que se tornou editora, além disso, é apaixonada por ele. Também temos um mistério envolvendo um grande autor de diversos best-sellers. Como vocês estão vendo, esse dorama é uma comédia romântica, mas com um lado supersensível. 

Romance is a bonus book é o seriado coreano mais divertido, sensível e emocionante que eu já vi. Nele mostra mulheres girl powers, mostra que independente de sua criação existem homens que além de amar as mulheres, quer que elas sejam felizes e bem-sucedidas com seu próprio esforço. Confesso que não esperava tanto assim desse seriado e que principalmente se tornaria um dorama favorito da vida, assim como I am not a robot.

Em suma vou parar de escrever o quanto eu amei esse dorama e de escrever mil razões para fazer você assistir. Então segue meu conselho final: VEJAM, PRINCIPALMENTE SE VOCÊ É UMA LEITORA, ASSIM COMO EU! E AMAM HISTÓRIAS FOFAS ENVOLVENDO LIVROS, ASSIM COMO EU!

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários:

  1. Eu comecei a assistir, mas só vi o primeiro episódio. Não era bem como eu pensava que seria, mas não achei ruim, não. Só não fui completamente cativada ainda. Preciso continuar assistindo, porque pelo visto a coisa só melhora, hehe!

    =)l

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ari
    Só assisti um dorama na vida e me diverti muito, apesar de me incomodar um pouco o estilo de atuação deles. Numa hora estão sérios depois fazendo coisas bem bestas, aí eu fico meio achando estranho KKKK Mas eu adorei a dica!!!
    Beijo

    http://www.capitulotreze.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu quero começar a assistir mais seriados e filmes coreanos. Sempre tem muitas pessoas elogiando e as histórias parecem ser muito legais. Esse é um deles que já vai para a listinha.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Ari,

    Eu adoro doramas, mas sempre deixo de lado para assistir uma série ou um filme.
    Gostei muito da premissa desse, me lembra alguns mangás que li.
    Vou assistir o primeiro episódio para ver se gosto.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  5. Oi
    eu amei esse dorama, principalmente porque tem o meu divo do Lee Jong Suk, e achei super legal ter bastantes cenas em livraria e envolve a produção de livros.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Geralmente esse estilo de produção não me atrai. Mas amei o fato de se passar numa editora, além do fato que me lembrou um pouco a série da Hilary Duff, Younger.
    Vou anotar pra maratonar depois, espero curtir também.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. Oi Ariane!
    Eu adorei a premissa, vou colocar na listinha! Não resisto qnd a ambientação é em editora! hahah
    Já tentei começar alguns doramas mas não dei muita continuidade em nenhum, acho q ainda não achei um q vai me apaixonar de verdade!
    Bjs e feliz Páscoa!
    A Colecionadora de Histórias - Blog

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Aiin, esse dorama é muito perfeitinho, eu assisti e ameei, chorei os litros também kkkk

    Ótima crítica. Beijos!

    Abobrinha com Chocolate

    ResponderExcluir