Louvor à morte [Dorama]


Louvor à morte é uma série coreana original da Netflix que possui três episódios de um pouco mais de uma hora cada. O dorama foi lançado em 28 de dezembro de 2018 para todos os países do mundo, exceto aqueles em territórios asiáticos, pois já tinha sido lançada por lá. O roteiro é de Cho Soo Jin e a direção ficou por conta de Park Soo Jin, famoso por dramas como The Doctors e Dr. Romantic, o elenco é composto pelos atores Lee Jong-suk, Shin Hye-sun e Kim Myeong-su.

Inspirada em uma história real que aconteceu no período colonial japonês, conta a história de um escritor Kim U-jin que se apaixona pela soprano feminista coreana Yun Sim-deok. Eles se conheceram no Japão e se apaixonaram em um curto período de tempo. Porém, o escritor, filho de uma família rica e de pais conservadores, já era casado. Além do drama vivido pelo mocinho, a protagonista também enfrenta suas batalhas, ela se lança como cantora clássica ao voltar para a Coreia. Apesar de ser reconhecida por sua voz e seu talento, ela se torna uma cantora pop e atriz para conseguir um dinheiro bom, pois sua família é pobre e depende do que ela ganha para sobreviver. 


Nesses episódios vi uma mocinha com pensamentos a frente de sua época, tentando lidar com adversidades da vida e ao mesmo tempo viver seu sonho de ser cantora. E vi um mocinho que é atormentado pelos seus deveres como filho único, além de ter que viver de acordo com o que outros falam e não de acordo com ele. E se os dois optam por realizar seus sonhos, sofrem as consequências.

E tudo isso se passa na década de 1920, quando a Coreia sofria com a ocupação japonesa que iniciara em 1910 e que se manteria até 1945, trazendo graves consequências para o desenvolvimento e modernização da região, além dos crimes humanitários cometidos nessa época. 


Não posso ficar falando muito da série porque ela é curta! Confesso que o que me levou assistir Louvor à morte foi o ator Lee Jong-suk, já que sou apaixonada por ele, depois de ver os episódios e gostar da série fui pesquisar melhor, uma vez que é baseado em fatos reais. E vi que a história dos dois é bem conhecida nos países asiáticos, já tendo diversas adaptações para o teatro e cinema.

Depois de saber melhor a história do casal, achei o máximo a iniciativa da Netflix de trazer para o seu catálogo. É uma história que me emocionou de tão linda e triste ao mesmo e valeu cada minuto que eu passei assistindo ela.

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Oi Ariane!
    Peguei tua dica aqui da outra vez do "Romance is a bonus book" e adoreeeeeei! ♥ Foi o primeiro dorama q consegui assistir todo! E fiquei apaixonada pelo Lee Jong-suk, por isso coloquei Louvor à morte na minha listinha pra ver tbm né *-*
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com
    Ps: tá rolando sorteio de 5 anos do blog! ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi Ari,

    Eu gosto de doramas, mas sempre deixo de lado para assistir outras coisas. Tenho várias dicas anotadas que vejo por ai em blogs e esse com certeza vai ser incluído.
    Uma hora eu sento e assisto eles rs.

    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir