Mulheres Na Luta - 150 Anos Em Busca de Liberdade, Igualdade e Sororidade [HQ]


“O objetivo do feminismo é que o gênero de uma pessoa não restrinja sua liberdade.”

Antes de mais nada eu tenho que pedir licença para abordar esse assunto. Eu entendo que muitas pessoas acham que um homem não pode falar sobre o feminismo, mas eu discordo. É claro que eu não tenho experiência de uma mulher e não posso - nem devo - abordar determinados pontos. Mas, antes de mais nada, tenho uma mãe, esposa e filha. Além de tias, avós, amigas e etc. Para mim, o feminismo é a definição acima. Eu defendo a liberdade das pessoas e sua igualdade. Cada um é responsável por si, pelos seus atos e pelo seu corpo. 

Eu posso vir aqui e falar sobre paternidade, mas não posso falar sobre gravidez, pois o meu papel foi estar ao lado da minha esposa durante todo período. Mas eu não senti as dores, o desconforto e tudo mais que acarreta a gravidez. Acredito sim que podemos discutir certos assuntos, mas sempre atentos onde podemos chegar. E para poder falar de determinados assuntos temos que entender pelo menos o mínimo possível.


A Graphic Novel Mulheres Na Luta - 150 Anos Em Busca de Liberdade, Igualdade e Sororidade de Marta Breen e Jenny Jordahl, lançado pelo selo SEGUINTE pode ser uma porta de entrada para quem quer saber e entender mais sobre esse movimento tão evidente nos dias atuais e ao mesmo tempo tão complexo. Essa obra é um resumo dos últimos 150 anos na luta das mulheres pelos seus direitos. Quando digo resumo, é resumo mesmo, pois há muita coisa para ser dita até hoje. As autoras mostram alguns ícones do movimento, o que as levaram para levantar suas vozes e as consequências de seus atos. 

É inegável que ainda vivemos em uma sociedade machista, e por mais que as mulheres conquistaram, ainda falta muito para sua total igualdade. Chega a ser inacreditável como elas eram tratadas no passado. No entanto, esse problema não atingia (e ainda atinge) somente as mulheres, mas também pessoas de baixa renda, comunidade LGBT+ ainda sofrem com preconceitos e discriminações. Imagine-se, então, uma mulher de baixa renda LGBT+ no século XIV?! Mesmo a mulher sendo deixada de lado, e tratada com desigualdade, quando há necessidade ela é tida como importante, e assim foi nas guerras quando não havia mão de obra necessária - pois estavam eles na guerra - elas vestiram uniformes e foram para a lida. Anos depois, elas continuam no mercado de trabalho, mas sofrem com salários baixos, discriminação e assédios. Qual motivo, então, delas não serem reconhecidas pelos seus valores e capacidades e não somente quando são “necessárias”?



Se hoje, vemos mulheres trabalhando, votando, podendo escolher quem deita ao seu lado, se quer ter filhos, casar ou não, devemos muito à essas mulheres. Muitas delas tiveram fins trágicos, muitas delas pegaram em armas, muitas delas lutaram silenciosamente. Como todo movimento, há os mais pacifistas e os mais radicais, e nessa luta não seria diferente. Hoje observamos várias vertentes do movimento, são ideologias e contextos diferentes, mas todas em busca do bem comum. 


Mulheres Na Luta é um material importante nos dias atuais pois é direto e claro, não faz rodeios e apresenta nomes, apresenta as motivações. A arte de Jenny Jordahl tem um estilo cartunesco sem uma riqueza de detalhes, mas consegue enviar a mensagem. Cada fato, época tem sua cor, seu tom, deixando a HQ bem colorida. É uma obra atual que merece seu espaço. 

FICHA TÉCNICA

Título: Mulheres Na Luta 
Autoras: Jenny Jordahl e Marta Breen
Nota 3,5
Onde Comprar: Amazon

 

Renato Zanotte
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários:

  1. Olá, Renato

    Muito boas duas colocações sobre saber onde se pode chegar ao falar sobre algo que não sentimos na pele.
    Me incomoda a maneira radical com que algumas vertentes enxergam o tal do "lugar de fala".
    Eu li essa GN logo no lançamento e achei bem bacana. Didática e instrutiva na medida certa, ideal para os mais jovenzinhos.


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Um livro mega importante que todos deveriam ler. Adorei a indicação!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Renato,
    Acho que o feminismo deve ser aberto a discussão para todos a sociedade. Inclusive para homens, já que como você mesmo falou, está inserido num mundo com mulheres e mulheres próximas que você ama.
    O livro é necessário para valorizar algumas dessas mulheres, mas não todas. Gostaria de conhecê-lo melhor. Mas também acho que generalizam muito e precisamos ver o que as minorias sofrem.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Renato.
    Eu tenho bastante vontade de ter essa GN, a edição para estar incrível. Acredito que as pessoas não sabem o que é o feminismo por isso que muita gente é contra. Machismo e feminismo é bem diferente e as pessoas acham que é igual. Gostei das suas colocações.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Renato, tudo bem?
    Esse é um tema forte, abrangente e que infelizmente ainda terá muita luta pela frente. Gostei muito da maneira como você apresentou o livro e nos deixou saber do que sentiu e entendeu com a leitura. Anotei a dica.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Oi Renato,

    Achei muito bem estruturada sua resenha e essa GN está na minha lista de desejados.
    É um tema muito necessário nos dias atuais e torço que apareçam cada vez mais livros desse tema.

    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  7. Oi, Renato!
    Adorei você ter feito essa resenha. Gostei de ver seu ponto sobre a graphic novel.
    Eu creio que os homens podem sim defender os direitos das mulheres, sem ferir a questão do lugar de fala.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Oii Renato

    Achei um amorzinho esse livro, parece bem gostosindo de ler e interessante, abrindo a mente com mensagens boas, um livro pra se compartilhar com toda a família e amigos!!!

    Amei os desenhos 💞 Deu até vontade de ter!!!

    tecka fanfics 22

    ResponderExcluir