Entrevista com Kristen Ciccarelli autora de A caçadora de dragões!


Kristen Ciccarelli é a autora da trilogia “Iskari” que está sendo publicada pela Editora Seguinte aqui no Brasil. Os livros são narrados por protagonistas diferentes, a saga mostra um reino onde contar histórias atrai dragões, e uma garota precisa matar o pior deles para escapar de um acordo que ameaça seu futuro. E até agora a editora já lançou os dois primeiros volumes: A caçadora de dragões e A rainha aprisionada, os dois livros foram lidos e resenhados pela nossa colaboradora Luíza.

A autora canadense virá ao Brasil no mês de Agosto para participar da FLIPOP! Um evento organizado pela própria Editora Seguinte. Por causa disso, o blog entrou em contato com a Kristen e conseguiu uma entrevista exclusiva com ela. A autora está super ansiosa para conhecer de perto os leitores brasileiros. 

Confira:

O que serviu de inspiração para o livro “A caçadora de dragões” e a “A rainha aprisionada”?

Assim como Asha (personagem principal de A caçadora de dragões), passei a maior parte da minha vida me envergonhando das coisas que mais amo: criatividade, imaginação e histórias. Então eu queria explorar um mundo onde essas coisas realmente são vergonhosas. Eu queria escrever um livro em que as histórias são coisas inerentemente perigosas que, quando usadas, prejudicam as pessoas. E eu queria que meu personagem principal: a) fosse particularmente bom em manejar essas histórias perigosas, e b) se sentisse profundamente envergonhado de si mesmo como resultado. Você pode aprender mais sobre a história por trás de A caçadora de dragões nesse vídeo 


O segundo livro, A rainha aprisionada, pega exatamente onde A caçadora de dragões termina, apenas que esse é do ponto de vista de Roa. Você conhece mais de Asha e dos dragões, mas também aprende com a misteriosa Roa, por que ela faz um acordo com Dax, irmão de Asha, no livro 1, e quais são as consequências desse acordo.


E como você faz pra intercalar a história com as lendas dos reinos?

Esta é uma pergunta difícil para eu responder! No fundo eu sabia que Asha era uma contadora de histórias, e também que suas histórias precisavam ser poderosas o suficiente para atrair dragões. Então esse foi o ponto de partida. Eu queria mostrar os tipos de histórias que ela costumava usar para caçar dragões. Mas quando comecei a escrevê-las, também percebi que poderia usá-las para criar mais profundidade. Para mostrar a história de Asha e seus relacionamentos; para mostrar a história e os mitos do seu povo. E então, ainda mais, eu poderia usar os mitos e lendas para dizer algo sobre as próprias histórias, para mostrar como elas podem ser usadas para oprimir e libertar. Basicamente, eu escrevi o que eu achava que o livro precisava, e foi assim que as lendas vieram a ser. 

Você foi confirmada para participar da FLIPOP aqui no Brasil. Quais são as suas expectativas para o evento?

Eu nunca fui a São Paulo antes (apenas no Rio e Campinas, mas isso foi há mais de 10 anos). Ouvi dizer que São Paulo é muito grande (muito maior que o lugar onde vivo), então espero não me perder! (Lol). Mas, seriamente: o que estou mais entusiasmada é para conversar com os leitores brasileiros na FLIPOP.

Quais são seus livros favoritos?

Oh meu Deus, eu tenho tantos! Vou tentar reduzi-lo a 5. ☺
The Forgotten Beasts of Eld de Patrícia McKillip Sabriel/Garth Nix
The Queen of Attolia de Megan Whalen Turner
Keturah & Lord Death de Martine Leavitt
Orgulho e Preconceito de Jane Austen

As capas brasileiras de seus livros são muito diferentes das originais. O que você achou delas? Você gostou do resultado?

Eu realmente prefiro capas ilustradas! Quando criança, eu adorava desenhar (e passear a maior parte das minhas aulas de matemática desenhando dragões ao invés de prestar atenção!), então tenho uma profunda admiração pelos ilustradores. Considero uma grande honra quando alguém traz meu livro à vida na forma de uma capa ilustrada. Kako fez um trabalho fantástico com as edições brasileiras, na minha opinião. Eu amo todos os detalhes escondidos (como os pequenos dragões na chave encontrados na parte de trás de A rainha aprisionada). Estou impressionado com o trabalho dele!


O que podemos esperar de “The Sky Weaver”?

Sem dar muito spoiler, direi que The Sky Weaver é o livro de Safire (da mesma forma que A rainha aprisionada é o livro de Roa, e A caçadora dos dragões é o livro de Asha). Além disso, os leitores poderão ver mais deste mundo porque, embora The Sky Weaver comece em Firgaard (a capital), os personagens viajam para o norte em direção a um misterioso arquipélago chamado Star Isles – que é vagamente baseado na ilha onde eu moro. Há dragões e piratas e aventuras no alto mar, e também terá um romance (LGBT) de personagens que de inimigos viram amantes. ☺

Para finalizar, gostaria de enviar uma mensagem para os seus leitores aqui no Brasil?

Primeiro de tudo: OBRIGADA a todos e a cada um dos meus leitores brasileiros. Nunca, em meus sonhos mais loucos, achei que uma história que sonhei na minha cabeça não só estaria em várias estantes de livros de outras pessoas, mas em um idioma diferente do meu. É uma honra ter meus livros publicados no Brasil e receber mensagens incríveis de leitores brasileiros. Estou tão ansiosa para a FLIPOP, onde vou conhecer pelo menos alguns de vocês. Beijos para vocês daqui do Canadá!

Então esperamos que vocês tenham gostado das perguntas que foram feitas por mim e Luíza para a Kristen e esperamos ainda mais que vocês tenham gostado da autora, além disso esperamos que vocês que não leram ainda os seus livros, possam sair correndo para ler eles!

Segue abaixo o link para redes sociais da autora:

linktr.ee/kristenciccarelli

Ariane de Freitas e Luiza Helena
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. AAAAA eu já quero The Sky Weaver!!! E queria tanto vê-la na FLIPOP, mas infelizmente não vai dar...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Ahh que legal. Ela parece ser tão simpática. Que pena que não poderei ir na Flipop

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir