Vem Comigo [Resenha Literária]


“O tempo é o único capaz de curar, mas a dor permanece como uma ferida aberta.”

Difícil acreditar que este é um romance de estreia, por ser tão belamente escrito e tão emocionalmente corajoso. É uma montanha russa de tristeza e alegria. Você entrará em uma jornada física: por se aventurar em incríveis destinos globais e emocional: pois essa história te quebrará em mil pedaços durante a leitura.

Eu fui completamente arrastada por essa história enquanto Tegan e Gabe lutavam contra uma perda devastadora, tentando encontrar o caminho quando a vida lhes oferecia uma mão horrível.


Após vivenciar um acidente de carro antes do Natal, Tegan parece não conseguir sair de sua própria cabeça ou ver além de sua dor, e está tão cheia de um vazio e raiva que ela não pode deixar de querer se esconder do mundo e atacar qualquer um que se aproxime. Ela estava grávida e seu bebê não sobreviveu ao trauma, por conta de todo o sofrimento vivido, Tegan não consegue perdoar o marido que dirigia o carro naquele fatídico dia.
Tudo bem ficar com raiva Tegan, faz parte do processo de cura. Mas em algum momento você precisa decidir se é capaz de perdoar o Gabe pelo que aconteceu.
Embora felizmente eu nunca tenha passado por uma tragédia como a de Tegan, minha filha nasceu quase três meses antes do normal e passou muito tempo no hospital. Ela agora é saudável, e tem 13 anos, mas eu nunca vou esquecer de ir pra casa sem ela em meus braços, aquele vazio que irradiou naquele momento foi horrível e só quem tem um filho que permanece em uma incubadora vive a mesma dor. Karma descreve esse sentimento e me fez imediatamente simpatizar com Tegan e a miríade de sintomas físicos e emocionais que a acompanham no acidente que ela e o marido se envolvem.

Gabe, em um esforço para iniciar o processo de cura da esposa, lembra-se do “pote dos desejos”, onde eles colocaram desejos e vontades que eles gostariam de cumprir durante suas vidas enquanto estavam felizes, assim eles embarcam em uma jornada em busca da cura do amor através da dor!


Gabe é uma pessoa gentil, paciente e cuida da esposa nesse momento doloroso de uma maneira única, e ao longo do livro nos apaixonamos por ele. Durante as viagens para a Tailândia, Itália e Havaí nos vemos diante de cenários muito bem detalhados e se prepare para adicionar esses três locais à sua lista de desejos, porque a habilidade de Karma Brown em transportar o leitor me fez sentir como se estivesse montando em um elefante, fazendo aula de culinária ou aprendendo a surfar com o casal. Ela atinge todos os sentidos e tudo o que queremos é embarcar nessa longa viagem.

Vem comigo é uma história dolorosamente linda, com personagens com nuances que faz você ter uma empatia genuína, e com detalhes tão finamente renderizados que você irá se sentir como se estivesse dentro dele.

A morte deixa uma dor que ninguém consegue curar. O amor deixa uma lembrança que ninguém é capaz de roubar.


Há uma reviravolta sem precedentes no final do livro que fez meu coração quebrar em inúmeros pedaços. Sinceramente não a vi chegar e isso me afetou de tal maneira que chorei por mais de uma hora sem parar (o último título que me fez chorar tanto foi: Como eu era antes de você), independente de todo o meu sofrimento, entendi o que foi feito, pois conduziu a história em uma direção que finalmente encontrou uma conclusão com um sentimento de satisfação e esperança.

Eu não posso recomendar Vem Comigo o suficiente, para quem quer viajar em uma aventura às vezes triste, mas imensamente fascinante, e com personagens inesquecíveis. O fato é que este romance de estreia de Brown foi surpreendente pra mim, e posso te afirmar que ela encontrou uma fã pra sempre nesta leitora que vos escreve.

A capa do livro: Linda! Se você considerar apenas o valor da superfície: é atraente, colorida e faz você pensar em férias e viagens, o que desempenha um papel enorme na história. Olhando um pouco mais para o que poderia ser o simbolismo dela, temos Tegan, atualmente nas águas calmas e brilhantes prestes a ser ultrapassadas pelas ondas muito mais escuras e turbulentas. Tegan luta com suas emoções ao longo da história, então pode ser perfeitamente representada pelo conjunto escolhido por esse livro. No entanto, você decide como olhar pra ela, espero que você entenda depois de enfrentar o final dessa jornada.


A história inspiradora de Tegan é de força, amor, esperança e perda, e tenho certeza que ficará comigo por muitos anos. 
As coisas boas são aquelas pelas quais vale a pena esperar.
A edição da Verus Editora está linda, com um conjunto único escolhido a dedo para que esse livro nos faça lembrar de sempre recomeçar!

FICHA TÉCNICA

Título: Vem Comigo
Autora: Karma Brown
Nota: 5/5
Onde Comprar: Amazon

 

Natália Silva
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. Oi Natália, não conhecia este livro, fiquei encantada com a resenha e super curiosa, mas não sei se leria no momento, porém acho que pelo que vc falou, este livro daria um ótimo filme estilo PS Eu te Amo, certo?!

    Beijinho Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Adoro dramas que falam e luto, esse parece ser ótimo. Mas não simpatizo muito com a capa.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  3. Esse é aquele tipo de livro que nos fisga logo de cara, né? Amei tudo, a história e a capa. Já quero me aprofundar mais nessa obra!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Natália.
    Há poucos dias li uma resenha sobre esse livro e fiquei com muita vontade de ler, mas agora estou mais ainda.
    Você definitivamente me cativou com o texto.
    Anotei agora na wishlist.
    Apesar de chorar horrores, eu gosto de livros tristes.
    Acho que faz bem Às vezes, sabe?
    E adorei a análise que você fez da capa.
    Faz a gente enxergar de outra maneira.

    Beijoooos

    Teca Machado
    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Natália!
    Faz tempo que não leio um livro que me faz chorar e sofrer desse jeito que você descreveu aqui. Só pela premissa, ele não tinha me chamado a atenção, mas lendo sua resenha, fiquei com vontade de conferir e, provavelmente, me apaixonar pela escrita da autora também.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  6. Deu para ver que é daqueles livros que vão mexer com o coração do leitor. Que é lindo e triste, e que desperta muitos sentimentos.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nat!
    Todo mundo comenta sobre essa reviravolta que estou bem curiosa para saber o que é...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Muito bom seu artigo, estou acompanhando seu blog há alguns dias e posso dizer é estou adorando. Sempre tem conteúdo de qualidade com bastante dicas e informações interessantes!

    Parabéns!

    Meu Blog: Website Apostando na Loteria

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nat

    Ainda não bateu aquela vontade de pegar o livro pra ler, mas, que eu me lembre, até hoje só li resenhas positivas sobre ele. Vamos ver se leio ainda esse ano.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei a separação dos períodos e lugares.
    QUERO LERRRRR
    Beijinhos ;*

    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
  11. Oii
    Eu li a pouco tempo e ainda não estou totalmente recuperada, confesso. Meu coração quebrou em mil pedacinhos e estou tentando colar. Apesar disso, tenho três novos destinos na minha lista de lugares a conhecer e fazia tempo que não era tão transportada para dentro de uma história como essa.

    Beijos

    ResponderExcluir