Entrevista com a autora Dani Assis!


A autora Dani Assis é de São Paulo e apaixonada pelo mundo literário, desde a infância foi apresentada aos livros através dos contos dos irmãos Grimm. Quando adulta, encontrou na escrita sua principal fonte de paz e calmaria. Seu estilo na escrita gira em torno dos romances dramáticos e românticos, escreve sobre personagens verdadeiros que aqueçam e emocionam o coração de quem lê, trazendo ao leitor um envolvimento único com suas histórias. Dani é autora dos livros Sem Vida e Sem Caminho e nos concedeu gentilmente uma entrevista!

Confira abaixo:

No livro “Sem Vida”, temos um enredo arrasador, que quebra o coração dos leitores durante a leitura. Você escreveu sobre a “morte” de uma maneira única, como se deu a construção dessa história?

Às vezes, eu me assusto quando perguntam sobre a “morte” em Sem Vida, porque para mim, o livro é mais sobre redescoberta e o poder do amor, do que sobre a dor. Meus livros estão sempre num arco ascendente, em geral os personagens partem de um ponto crítico em suas vidas, como o Oberon, e vão em direção à cura, ao amor, à aceitação, em busca do tão sonhado felizes-para-sempre. O que diferencia minha escrita nesse quesito, sobre o luto por exemplo, é que eu não mascaro a dor, descrevo os sentimentos como eles são, a dor dói, estraçalha, põe de joelhos, e a dor do luto é a pior de todas elas. Estamos acostumados a ler a parte doce dos romances, e, nos meus, a mescla dos sentimentos é o que norteia toda a história o que contribui para o leitor se identificar com aquelas pessoas, é fácil olhar para eles e sentir o que sentem com a evolução do enredo.

Você agora faz parte do time de escritores da Editora Harlequin, que é uma editora referência em romances. Como está sendo para você participar dessa equipe?

Não consigo expressar em palavras o tamanho da minha alegria. Para os autores que começam sua carreira no mercado independente a barreira mais difícil de cruzar é a distribuição dos livros e o acesso a uma equipe de edição de qualidade indiscutível. Então, quando recebi o convite para fazer parte de uma editora do porte da Harlequin com a escrita de um livro inédito meu coração quase parou. É o sonho de todos os escritores que queiram seus livros viajando por todo o Brasil, ao alcance de todos. Já estamos trabalhando no livro novo e posso dizer que está ficando um primor. 

Você escreve livros com romances dramáticos, e constrói histórias que nos enche de sentimentos bons! Onde você busca inspiração para escrever histórias que quebram tantas barreiras e nos faz ter tanta empatia por seres que estão dentro dos livros?

Eles são, de fato, muito reais, é como se aqueles personagens estivessem sentados ao nosso lado contando suas histórias. Sempre me perguntam sobre inspiração para desenvolver essas histórias e eu não tenho um lugar específico para buscar inspiração. É como se eu tivesse nascido um copo vazio e durante a vida meu copo fosse enchendo, com: livros, músicas, filmes, conversas, pessoas, amigos, família... minha bagagem emocional: desilusões, alegrias, tristezas, tudo isso é o que me molda como pessoa. E é daí que vem a inspiração para escrever, do meu profundo desejo de ver pessoas no mundo que são como Oberon, Agatha, Pierre ou Chantal, sendo respeitadas, amadas e felizes.


Como leitora e autora, qual é o tipo de conteúdo que você gostaria de ver nos blogs e Instagram literários?

Eu acho que o trabalho dos blogs e das redes sociais literárias já estão num nível absolutamente incrível. Brinco que eu posso escrever cem livros, mas não conseguiria produzir tamanho conteúdo e interação que vocês conseguem. O trabalho dos blogs é fundamental na disseminação cultural com um todo. O mundo não é mais como era antigamente, e, hoje em dia, as pessoas buscam a opinião e as indicações de outras para decidir que livro ler, que peça de teatro assistir, que filme ver. E nisso só posso dar os parabéns pelo trabalho que realizam.

Quais são suas autoras favoritas? 

Tenho várias, desde Jane Austen e as irmãs Brontë, Nora Roberts, Lucinda Riley, as nacionais contemporâneas Carina Rissi, Babi A. Sette. Estou também num caso de amor com a escrita nua e real de Chimamanda Ngozi Adichie. São muitas, e é provável que eu esteja esquecendo de mais umas vinte rsrs. 

E quais são seus próximos projetos?

Os próximos lançamentos são Pássaro Liberto que chegará na Amazon em breve, que conta a história de Blanca e Egan, dois jovens que vivem numa situação de vulnerabilidade social e mostra como em muitas vezes o caminho que seguimos é mais impostos pelo meio que nos cerca, do que por nossas próprias vontades. 

Há também o livro inédito pela Editora Harlequin, com Antonella e Vittorio. Seu namorado acaba de sofrer um acidente fatal e a família decide doar seus órgãos. Antonella dá início a uma incrível jornada para descobrir quem são as pessoas que compartilham um pedaço de seu namorado. Ela conhece Vittorio e ambos não têm ideia de que ele carrega o que ela mais procura. É uma história sensível, que nos faz viajar por um mundo onde o amor é o sentimento que rege todos os outros.


Além do conto spin-off de Sem Caminho intitulado A Caminho do Amor que contará a história de Louise e Olivier e que promete arrancar muitos, mas muitos suspiros.

Mensagem para os leitores:

É sempre difícil eu deixar uma mensagem que represente o tamanho da minha gratidão, acho que nunca vou conseguir agradecer o suficiente todo o acolhimento que recebo desde que tomei a decisão de expor o que escrevo. Passei anos escondendo meus escritos em cadernos trancados em gavetas com medo do que fossem achar, com medo do julgamento. Mas quando tive a coragem de revelar, uma enxurrada de bons sentimentos me atingiu, eu só tenho recebido amor, carinho, acolhida... Principalmente, as mensagens que recebo de pessoas que passaram por perdas como Oberon, ou que sofrem com a rejeição como Pierre, pessoas que vem até mim e dizem como as histórias ajudaram-nas a seguir em frente. E isso é algo que não tem preço.

Confira abaixo as redes sociais da autora

http://bit.ly/2RB8Swr Clube da Dani (Grupo Fechado Leitura Facebook)

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Oi, Ariane!
    Não conhecia os livros da autora, mas me apaixonei instantaneamente pelas capas haha Ler a autora falando sobre como ela escreve sobre a dor e os sentimentos, me deixou bem curiosa para conhecer suas obras. Já anotei na minha lista de leituras.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  2. Que linda. Já fiquei com vontade de conhecer os livros dela.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ariane
    Eu não conhecia a autora mas adorei saber que ela existe porque eu mega adoro romances dramáticos, já vou colocar os livros dela na minha wishlist e ler pra ontem!
    Beijo
    Capítulo Treze
    INSCREVA-SE NO CANAL
    Sorteio de aniversário dos blogs O que tem na nossa estante e Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi Ari!
    Que capas lindas *--*
    Nao conhecia a autora mas parece muito bom as tramas e ela uma graça.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir