A Devolvida [Resenha Literária]


Quando comecei a ler A devolvida percebi que era um drama bem realístico e à medida que fui lendo me deparei com uma história fácil de ler, sensível e ao mesmo tempo mais leve do que eu esperava.

Apenas quando terminei a leitura percebi que a autora não diz o nome da protagonista. A história é narrada por ela, mas a personagem é chamada sempre de a Devolvida, um fato que marca sua vida e é o tema do livro. Aos treze anos, ela volta para a família que nem sabia que existia, ela foi criada por uma prima, Adalgisa e achava que era filha dela e do seu marido. E ao voltar para os pais verdadeiros, a protagonista passa por um verdadeiro choque de realidade. Vive num lar sem amor, violento, bastante pobre e cheio de irmãos.


A história se passa em uma cidade pequena da Itália, mas poderia ser qualquer uma do nordeste, onde é bastante comum mães empobrecidas darem seus filhos. Adalgisa criou a protagonista como se fosse sua mãe, mas algo acontece que a faz devolver a personagem e só vamos entender os motivos no final. E a protagonista sofre com a nova família por tudo ser muito diferente, pede e implora para voltar a antiga casa, algo que não acontece e assim, ela vai se adaptando a seu novo lar. Adriana passa a ser uma irmã querida, mesmo fazendo xixi na cama que dividem o tempo todo. O bebê, caçula da família, é bem cuidado pela protagonista e ainda temos o irmão Vicenzo que vive uma vida fora da lei para colocar comida em casa. 

Uma determinada cena de Vicenzo e alguns diálogos e descrições da trama me lembram um pouco o estilo Naturalista, sem qualquer pudor. No entanto, a autora consegue nos apresentar um drama familiar mais leve do que o enredo sugere e temos uma clara evolução da protagonista que vai encarando a realidade da vida com bastante maturidade, apesar de viver uma situação difícil. E é difícil ter simpatia pelas duas mães da personagem e pelos dois pais também. A protagonista é tratada como uma carga qualquer, levada de um lado para o outro conforme a vontade dos adultos, o sentimento de rejeição é palpável.


A devolvida é considerado um dos grandes romances da Itália, já vendeu mais de 250 mil exemplares, com direitos negociados para mais de 25 países, e adaptações no teatro e no cinema. Acho, inclusive, que daria uma boa série de TV. Minha única ressalva foi o final. Donatella encerra explicando sobre o que aconteceu para a protagonista ser devolvida, nos dá indícios de como serão as coisas, mas não finaliza com um ponto final definitivo. É como se fosse um corte da vida da personagem e eu confesso que fiquei com vontade de saber mais.

FICHA TÉCNICA

Título: A Devolvida
Autora: Donatella Di Pietrantonio
Nota: 4/5
Onde Comprar: Amazon

 

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários:

  1. Oi, Mi!
    Não conhecia o livro, e amei a sua resenha ♥ Apresenta temas importantíssimos e , infelizmente, muito atuais também. Parece ser o tipo de leitura que deixa a gente reflexivo, né? :/

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  2. Oi Michele, sem dúvidas que é uma trama e tanto, eu não sei se leria este livro, mas fiquei muito curiosa com sua resenha, engraçado que pela capa eu imaginava outra coisa, pois nunca tinha lido nem a sinopse!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  3. Amei sua resenha, Michele. Eu gosto muito de livros assim, eles são bem reflexivos. Ainda não conhecia esse, mas super anotei a dica! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi!
    Não sei o motivo, mas essa capa me incomoda um pouco e isso acabou afastando minha vontade de ler o livro. Apesar da sua resenha ter sido muito boa, ainda não me prendeu, sabe? Mas vou deixar a dica anotada para ler mais para frente.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  5. Uau, uma história tão impressionante, que já vendeu tantos exemplares e que eu nunca tinha ouvido falar. Já gostei dessa indicação!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, Michele.
    Eu fiquei interessada nesse livro desde que lançou. Mas achei melhor esperar as resenhas para saber mais sobre ele, pois num primeiro momento tinha achado que era de suspense e só depois que fui ver que era drama hehe. E ainda estou na dúvida sobe ler ou não hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Mi!
    O fato de se passar na Italia me chama atenção. Geralmente leio muito que se passa so nos EUA ou maximo Londres. E legal conhecer costumes diferentes. A premissa da obra embora nao seja minha vibe parece muito interessante. Que bom que foi uma leitura tao surpreendente.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Mi!

    Sabe que eu fiquei mega envolvida com as resenhas que tenho lido a respeito. Quero muito conferir essa obra, e ter contato com esse universo. Um livro que sem dúvida é um prato cheio pra psicologia

    Adorei suas considerações. Vou aguardar uma promoção pra comprar.

    Beijos
    Naty

    ResponderExcluir