À Beira da Eternidade [Resenha Literária]


À Beira da Eternidade foi uma grande surpresa. Eu gosto muito de viagens no tempo, mas quase sempre me decepciono com algumas histórias. Felizmente não foi o que aconteceu aqui.

Bridger Creed é do ano de 2146; Alora Walker, de 2013. O que os dois têm em comum? Nada! Somente o fato que o pai de Bridger pediu, antes de morrer, para que ele salvasse a garota de uma morte eminente. Ao longo de um pouco mais de 300 páginas, vamos acompanhar Bridger de volta ao passado tentando cumprir o pedido do pai, enquanto descobre o mistério que envolve Alora.

À Beira da Eternidade foi primeiramente lançado em 2015, então você vai encontrar alguns típicos clichês de ficção YA, como uma garota que não se encaixa na escola, o carinha escolhido para salvar a linha do tempo e por aí vai. Creio que esses clichês foram os responsáveis por ter feito uma boa leitura. A escrita da autora é bem direta e fácil, sem muita descrição, mas que te envolve que nem vê os capítulos passarem.


Muitas informações são jogadas no início da história, o que pode deixar tudo um tanto confuso. Aos poucos fui me acostumando com alguns termos e organizações do ano de 2146. Porém, boa parte da história se passa em 2013, já que Bridger tem a missão de salvar Alora.

Bridger foi um personagem que gostei bastante. De início ele parece ser mais um típico mocinho YA com algumas atitudes, mas logo isso é substituído por um jovem íntegro, pé no chão e maduro. Claro que ele tem suas inseguranças e dúvidas sobre a missão que o pai lhe deu e como vai cumprir sem mexer na linha do tempo. Por mais que ele deseje acatar o pedido do pai, sabe que ao salvar Alora ele vai mudar toda uma história.

Alora é uma garota um tanto apática. De início ela não tem muitos atributos para chamar atenção na história, além do mistério dos seus apagões e aparentemente seguir o clichê da garota “normal” que chama atenção do astro da escola. Eu pensei que seria mais do mesmo quando, de repente, o astro da escola se mostra uma pessoa agressiva e stalker de marcar maior, junto com um mistério envolvendo sua ex-namorada.


Bridger e Alora funcionam bem juntos. Bridger aos poucos vai conquistando a amizade e a confiança da garota e ele se torna uma espécie de confidente dela. Alora precisando desabafar algumas coisas sobre sua vida, encontra em Bridger um aliado para entender a razão dos seus apagões. Tudo leva a acreditar que haveria um envolvimento romântico entre os dois. Realmente começa a nascer um sentimento entre os dois, porém, isso é deixado em segundo plano quando a história começa a se aprofundar.

À Beira da Eternidade tem um início e meio um tanto morno, mas a reta final compensa com um ritmo acelerado e angustiante. Os últimos capítulos são cheios de ações e descobertas, mas também deixando alguns questionamentos para sua continuação.

FICHA TÉCNICA

Título: À Beira da Eternidade - À Beira da Eternidade #1 
Autor: Melissa E. Hurst
Nota: 4/5
Onde Comprar: Amazon

Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

7 comentários:

  1. Olá, Luiza.
    Eu gostei bastante desse livro. Não gosto de ler livros com viagens no tempo porque sempre fico perdida e esse foi muito de boa. Espero que tragam logo a continuação.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi
    legal que o ritmo do livro é acelerado e que gostou da leitura, é dificil eu ler algo que envolva viagem no tempo, mas esse parece ser bem interessante e que bom que gostou.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luiza!
    Há bastante tempo não leio um livro que tenho viagem no tempo em seu enredo. Gostei de saber que essa história não decepciona.

    Beijos
    Construindo Estante || Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi Luiza,

    Estou aguardando ansiosamente a continuação desse, pois realmente a história me cativou.
    Espero que a editora não demore para trazer para cá.

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  5. Hey Luiza! Tudo bem?
    Venho tentando ler essa temática de viagem no tempo, mas não consigo assimilar, sou péssima nisso. Não conhecia o livro, mas me parece uma trama interessante, já que a viajem é feita para m tempo bem próximo do que vivemos, o que creio que diminuiria minha dificuldade. Anotada a dica! E adorei sua resenha, viu?
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    | Blog Misto Quente |

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu!
    Eu ate que curto tramas com viagem temporal. Ta ai Todos os Nossos Ontens que nao me deixa mentir, mas mao sei, sempre fico com um pe atras achando q vai da um no na minha cabeça. Eu preciso ta muito atento a cada detalhe ou realmente me concentrar pra entender bem.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Amei conhecer esse livro, Lu. Apesar do início lento, que bom que ele se superou e se tornou uma boa leitura. Fiquei com vontade de conhecer! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir