Molly [Resenha Literária]


Que sou apaixonada por animais, todos sabem. O que eu não sabia era que existia algo como a Agência de Detetives de animais do Reino Unido. Se isso fosse uma obra de ficção, eu pensaria que a ideia de um cachorro treinado especificamente para encontrar gatos perdidos era intrigante e completamente inacreditável. Mas, essa é uma história verdadeira, interessante e completamente informativa. 

O autor, Colin Butcher, foi anteriormente detetive da polícia de Surrey e foi premiado por sua contribuição ao departamento de investigação criminal. Querendo um novo desafio, ele criou uma Agência de Detetives com o objetivo de recuperar animais perdidos. Seus anos de experiência como detetive de polícia o levaram a observar e trabalhar ao lado de cães policiais e seus treinadores. Ele viu como os cães descobriram drogas ilegais através do olfato altamente desenvolvido e como foram treinados para procurar criminosos.


Ele originou a ideia de ter um “cão” de companhia treinado para rastrear gatos perdidos pela assinatura individual de cada gato. Em sua busca por um treinador, ele recebeu muitas recusas e zombarias. Foi-lhe dito que a ideia era uma impossibilidade que nunca funcionaria. Ele persistiu em seu objetivo até que finalmente um centro de Cães concordou em participar do treinamento. Seu trabalho habitual é preparar cães para detectar mudanças na saúde de pessoas com problemas de saúde ou farejar certas doenças.

Colin agora precisava encontrar um cachorro que considerasse adequado para o treinamento e o trabalho. Ele queria um cão de resgate e, depois de uma longa busca, encontrou Molly, voluntariosa, teimosa e insegura, tendo estado em vários lares diferentes durante sua juventude. Ela é uma inteligente, carismática cocker spaniel preta que rapidamente encanta os donos de animais e outros durante as pesquisas. Após um treinamento bem-sucedido, ela e Colin se tornaram uma equipe inseparável.


Eu realmente gostei de aprender sobre a ciência por trás do treinamento de um cão que pode procurar gatos através do perfume único de cada um. Também adorei ler sobre os diferentes casos de animais desaparecidos. Eu senti que conhecia a história de cada pessoa através da escrita de Colin. Fui um amor animal a vida toda e pude entender completamente todas as emoções de todas as pessoas que precisavam da ajuda dos dois.

O livro descreve muitas recuperações felizes de animais desaparecidos e também as decepções dolorosas. É claro que Colin mostra muita empatia pelos proprietários perturbados e por seus animais desaparecidos. O livro é bem escrito e envolvente. Ele descreve alguns de seus casos, por volta do final do ano passado, Colin e Molly haviam recuperado 64 gatos desaparecidos, 6 cães e uma tartaruga. 

Ele pretende escrever mais livros sobre suas aventuras com Molly. Este é um daqueles livros que qualquer amante de animais vai adorar. Quando tudo parece tão sombrio e horrível, é incrível ler sobre um homem e seu cachorro ajudando os outros. 


Eu sei o quão importante é um animal de estimação e recomendo esse livro para os amantes de animais, e para qualquer pessoa intrigada com o trabalho de uma agência de detetives exclusiva da vida real.

A edição da Faro Editorial está um capricho só. Em uma edição magnífica, com uma diagramação impecável eu tenho me apaixonado cada dia mais por histórias com animais!

FICHA TÉCNICA

Título: Molly
Autor: Colin Butcher
Nota: 5/5
Onde Comprar: Amazon

 

Natália Silva
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Oi Natália,
    Sei que muitas pessoas são apaixonadas por livros de animais, eu confesso que não me atraem tanto.
    Porém, devo dizer que super concordo quando você diz que a Faro Editorial arrasa nas publicações.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nat! Tudo bom?
    Eu não gosto muito de ler livros sobre cachorros, independente da temática, porque tenho trauma de chorar demais huUHASHUSAHUSAUHSAUHSAUH sou muito pamonha pra histórias com bichinhos, prefiro evitar.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Natália.
    Eu amo animais, principalmente gatos que tenho 3. Mas não gosto de ler sobre eles. Fico com medo de sofrer muito no final. Mas vi que não é o caso desse livro. Se der vou ler ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nat!
    Esse livro deve ser fofo. Não sou muito de ler livros de animais, mas deve ser interessante saber como funciona essa agência...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Hey Natália! Tudo bem?
    Eu nunca li nada com essa temática de animais, mas adoraria que só, pois amo esses bichinhos!
    Não conhecia o livro, e adorei a sua resenha, essa agência deve ser muito útil!
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    | Blog Misto Quente |

    ResponderExcluir