Ofélia [Resenha Literária]


Quando eu era adolescente, adorava conferir as releituras modernas das peças de Shakespeare, sempre gostei desse universo fantástico de época e de suas trágicas histórias. Fiquei muito contente quando a Verus Editora trouxe o livro de Lisa Klein para o país.

Como o título sugere, Ofélia é uma releitura de Hamlet escrita da perspectiva de sua amada. Esta história distorce seu conto, não apenas começando muito antes do início da peça, mas também terminando após a resolução.

Para aqueles que não sabem nada sobre Hamlet, este foi escrito entre 1599 e 1601, onde a peça de Shakespeare é situada na Dinamarca e reconta a história de como o príncipe Hamlet tenta vingar a morte de seu pai, Hamlet, o Rei, executado por Cláudio, seu irmão que o envenenou e em seguida tomou o trono casando-se com a rainha (uma sinopse bem curta dessa tragédia).


Lisa Klein nos oferece uma perspectiva diferente sobre o caráter shakespeariano não desenvolvido. Ofélia é uma jovem bonita e de força de vontade que vive no mundo muitas vezes traiçoeiro da intriga na corte. Na maioria das vezes evitada e usada por seu pai e irmão, a outrora moleca e voluntariosa Ofélia se transforma em uma mulher com inteligência e paixão sob as asas de mulheres da corte como a rainha. No entanto, às vezes ela se sente separada do resto das mulheres quando falam de coisas como amor e casamentos.

Isso é claro, até que ela cruze o caminho com o príncipe Hamlet. Sua atração um pelo outro é inegável, e ela se vê entrando em espiral no amor. Mas quando, após a morte suspeita do pai de Hamlet, a paixão do príncipe por ela se transforma em uma terrível paixão por vingança, aqui ela deve seguir seu próprio caminho, com ou sem seu amor, se quiser viver.
Agora todo o fogo e toda a carne são apenas cinzas frias.
Não quero revelar muito da história a partir de agora, mas é uma história que permite vários ensinamentos. O livro é denso e bem escrito, e tem muitos elementos de uma história que queremos: amor, conspiração, perigo, desespero, engano, assassinato, loucura, mistério. A história é realmente brilhante, exceto que muitas páginas dela poderiam ser retiradas com tranquilidade, e explico o motivo. Muitas situações colocadas têm a mesma base da história original, e tendo o livro como ponto de vista da protagonista algumas passagens poderiam ser facilmente excluídas.


O livro é um romance inteligente e bem pensado, cheio de personagens maravilhosos e reviravoltas surpreendentes. Este livro sombrio, emocional e poderosamente escrito é certamente uma tragédia; sabemos isso por ser Shakespeare. No entanto, durante todo o processo, há uma nota de esperança, mesmo quando tudo parece caminhar para algo ruim.
Queria ter sido autora da minha própria história, não apenas uma atriz na peça de Hamlet ou um peão no jogo mortal de Cláudio

Tenho certeza de que aqueles que leram Hamlet irão apreciar a releitura de Lisa Klein da história, mas não é preciso ter lido Shakespeare, para apreciar Ofélia. Qualquer pessoa gostará desta obra de arte comovente, romântica e de tirar o fôlego.

FICHA TÉCNICA

Título: Ofélia
Autora: Lisa Klein
Nota: 4/5
Onde Comprar: Amazon

 

Natália Silva
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Olá,
    Adorei a ideia da autora, e nossa, tem curtir o universo do auto num nível hard pra criar algo assim. Quero ler, mas acho que vejo o filme primeiro

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. super legal ver o universo de um classico tão incrível como esse pela visão da personagem feminina Ofélia, com certeza quero ler esse livro!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nat!
    Eu não sabia muito da personagem antes de lançarem esse livro. Por enquanto não seria prioridade na leitura, mas dica anotada
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi Natália,
    Eu vi algumas críticas negativas ao livro, então não levei a dica a frente.
    Mas fico feliz que tenha sido uma experiência positiva para você. Não tenho muito o costume de ler releituras de Shakespeare.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir