The Marvelous Mrs. Maisel [Resenha da Série]


A primeira coisa que pensei depois dos primeiros episódios de Maravilhosa Sra. Maisel (The Marvelous Mrs. Maisel) foi “por que demorei tanto para ver?”. Que série maravilhosa!

Rachel Brosnahan é Miriam "Midge" Maisel, uma dona de casa em 1958 em Nova York, com dois filhos, que no dia que descobre que seu marido a trai com a secretaria também descobre que tem um talento especial para a comédia stand-up. Aos longo das temporadas vamos acompanhar a jornada de Miriam que deixa de ser uma simples e boa esposa para uma comediante com um ótimo repertório de palavrões e muito feminismo e sarcasmo.


O casamento de Miriam acaba e sua vida profissional começa. É como se o divórcio a despertasse, mas sua relação com Joel Maisel (Michael Zegen) não é das mais descomplicadas, ainda existe muito amor envolvido pelas duas partes. E por mais que comece detestando Joel pela traição, o roteiro conseguiu me fazer enxergar um homem arrependido. Não é só a protagonista que passa por uma boa transformação, Joel também passa por um processo de amadurecimento, buscando seus próprios sonhos e aprendendo a respeitar Miriam como exatamente ela é. 

Miriam não só descobre uma incrível talento, como também percebe que pode ter opinião e independência financeira, começa a trabalhar numa loja de maquiagem e durante a noite batalha pelo sucesso como comediante, junto com sua agente Susie (Alex Borstein). A relação das duas é ótima, Susie é o oposto de Miriam, não liga para a aparência, não entende nada de moda e não tem muito dinheiro, mas acredita no sucesso da protagonista e luta por ele.


Outros personagens interessantes na trama são os pais de Miriam. Rose (Marin Hinkle) fica bastante abalada com a separação da filha, se consulta continuamente com uma cartomante para se convencer de que Miraim e Joel ficarão juntos. Em um determinado momento da série Rose surta e seu período de férias na França foi ótimo para a personagem que teve boas cenas. Já o pai é interpretado pelo brilhante Tony Shalhoub (Monk). Professor, metódico, mal humorado, Abe é um personagem essencial para a trama, ele tenta manter a união da família, ao mesmo tempo que precisa lidar com todas as mudanças da filha. É um personagem engraçado, mas tem uma boa carga dramática também.

Miriam é sempre o centro das atenções devido ao seu enorme carisma, ela encanta a platéia, amigos, familiares e a nós também. É uma personagem que vai descobrindo que ser mulher com voz não é uma tarefa nada fácil e sua luta diária é extremamente envolvente.


Maravilhosa Sra. Maisel tem uma ambientação impecável, fotografia, figurino, trilha sonora, às vezes eu acho que estou em um musical dos anos 50. Uma produção de qualidade, com um bom enredo e personagens cheios de carisma. É uma série bastante divertida com um ótimo drama, tudo muito bem dosado. As duas temporadas da série estão disponíveis na Amazon Prime Video e a terceira estreia dia 6 de dezembro.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Oi Mi! Essa série é sempre muito elogiada e já levou vários prêmios. Agora que assinei o Prime finalmente vou conferir e espero curtir.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Não tinha ouvido falar dessa série. Adorei a história dela.
    Bom fim de semana!

    Até mais, Emerson Garcia

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir