Anne de Green Gables [Resenha Literária]


Anne de Green Gables é um romance da autora canadense L. M. Montgomery que foi publicado em 1908 e apesar de ter uma protagonista criança, ao menos ao princípio da história, é um obra para todas as idades. 

Anne Shirley é uma órfã tagarela (muito tagarela mesmo), de onze anos de idade que por engano é adotada por dois irmãos já de meia idade, Matthew e Marilla Cuthbert. Na verdade, eles queriam um garoto para ajudar na fazenda Green Gables onde eles moram na cidade Avonlea, mas por um equívoco Anne foi destinada a eles e Matthew se encantou pela menina logo à primeira vista. Não foi o mesmo caso com Marília, mas até a senhora que é bem rabugenta, acaba ficando com pena da garota e a aceita em sua casa. 

Durante o livro vamos acompanhar as aventuras de Anne que tem uma imaginação muito fértil, o que atrapalha demais sua concentração e como também tem uma língua quase incontrolável acaba tendo muitos problemas com diversas pessoas, mas Anne faz de tudo para agradar Matthew e Marília, até mesmo pedir desculpas quando a ofendem por conta de seu cabelo vermelho. Anne também às vezes entra em confusão sem querer, como colocar remédio num bolo e não fermento, ou imaginar a floresta assombrada a ponto de depois não conseguir andar só á noite por lá. E todas às vezes Marília é rigorosa demais com a criança, mas aos poucos Anne conquista também o duro coração da personagem, que não faz por mal, apenas se preocupa bastante com a desconcentração de Anne. Confesso que em alguns momentos, dei toda razão a Marília, Anne pode ser exagerada e dramática demais.


Anne é ingênua, bondosa, estudiosa, a melhor da sua sala e sonha em ter vestidos com mangas bufantes. No entanto, Anne foge dos padrões da sociedade machista desde a infância, ela não é exatamente uma garota submissa, embora seja obediente à Matthew e Marília. Anne questiona os sermões chatos, a autoridade exagerada dos professores, sempre com uma honestidade incrível que por vezes a coloca em situações complicadas. E quando se torna adolescente não coloca nenhum garoto na frente dos seus objetivos. O feminismo ainda que discreto na obra fica evidente quando Anne segue estudando, ao contrário de sua amiga Diana cuja mãe acha desnecessário que a filha tenha muita educação. Anne também foge dos padrões de beleza da época, ao ser ruiva sofre bastante preconceito, sempre debatido pela personagem.

Anne também é bastante competitiva e de forma alguma se dá por vencida, ainda mais se o rival for Gilbert, um garoto que na infância fez piada com seu cabelo. Gilbert falhou uma única vez, mas Anne tem uma enorme dificuldade em perdoá-lo, mesmo quando ele dá provas de seu arrependimento. E o relacionamento dos dois é desenvolvido aos longos dos outros livros de Lucy Maud Montgomery, que conta um total de seis volumes, sendo Anne de Green Gables apenas o primeiro.


Outro destaque na obra é a relação dos irmãos Cuthbert com a protagonista. Matthew é extremamente negligente em relação a educação de Anne, deixando o fardo mais pesado para Marília, mas o personagem claramente está sempre ao lado da órfã quando ela precisa. E Marília apesar de severa desenvolve um amor profundo por Anne, é ótimo acompanhar a relação das duas.

O livro termina com um evidente amadurecimento de Anne, Lucy Maud Montgomery soube desenvolver com muito cuidado a protagonista é perceptível as mudanças que Anne passa. No final fiquei muitas saudades dos personagens, bastante triste com o final de um deles e querendo sabendo bem mais da vida de Anne.


Anne de Green Gables é muito bem ambientado no fim do século XIX e já vendeu mais de cinquenta milhões de cópias, traduzido para 20 línguas, sendo adaptado para o cinema, desenhos animados, peças de teatro e recentemente uma adaptação na Netflix (CLIQUE AQUI). Vale muito a pena conhecer Anne. 

FICHA TÉCNICA

Título: Anne de Green Gables
Autora: Lucy Maud Montgomery 
Nota: 5/5
Onde Comprar: Amazon

 

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

10 comentários:

  1. Oi Mi,
    Acho essa capa da Anne linda demais!
    Eu assisti a série e adorei, agora preciso ler o livro urgentemente!

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu estou louca para ler essa história, tanto que ainda nem comecei a ver a série rs. Adorei essa edição e estava curiosa para ver por dentro, vou até adicionar como desejado no skoob para comprar depois! Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi!
    Uma fofura de trama *-* Nem li e amei todo esse desenvolvimento da personagem. Parece ser uma historia super envolvente e encantadora.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Essa capa está linda demais, acho que o compraria só por ela. Fiquei bem curiosa para conhecer a história, gosto de livros assim! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    Adoro "livros de criança" que também são para adultos, sempre nos remetem aqueles sentimentos mais puros e gostosos de se ler :)
    A edição também está linda e já quero um desse em minha estante 3
    Bjão

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Mi, até tentei ler esse livro, mas não consegui chegar nem em 20%. Não sei se era a edição que estava lendo...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  7. Olá, Michele.
    Eu me apaixonei por esse livro e pela Anne. Ela me ganhou na hora que apareceu na história. E mesmo sua dramaticidade e seus monólogos eu amava hehe. A versão que li foi a da Autêntica e espero que eles lancem os outros livros.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. O livro parece ser realmente muito bom <3

    pimentamaisdoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Mi! Conheço a história apenas pela adaptação da Netflix e achei a saga da garotinha muito interessante, tenho certeza que o livro deve empolgar mais ainda. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Que resenha!! Imagine-me batendo palmas haha
    Eu li o livro também e me apaixonei pela Anne criança <3 Quero muito ler os outros livros.
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir