Nocturna [Resenha Literária]


Nocturna é o primeiro volume de uma trilogia criada pela autora Maya Motayne. A escritora se inspirou na cultura latina para dar vida ao seu primeiro livro.

No início por meio da narrativa do Príncipe Alfehr somos apresentados ao reino de Castallan e sua magia. Cada castellano nasce com uma afinidade maior para manipular um dos elementos naturais: água, fogo, terra e ar. Porém, apenas algumas pessoas têm um “próprio” que é um poder especial e único. Além disso, aos poucos no decorrer das páginas vamos descobrindo que Castallan viveu anos sob o domínio de Inglésia, cuja a colonização não permitia que o povo de Castallan utilizasse qualquer tipo de magia. Então, depois de ser verem livres, o reino acabou tendo o seu lema que é: magia para todos.

Também por meio da narração do Príncipe, vamos vendo que Alfie (como ele gosta de ser chamado) está em processo de negação sobre a morte Dez, seu irmão mais velho, e assim, ele vive buscando uma forma de encontrar uma magia que possa trazê-lo de volta. Por causa desses pensamentos, ele vai parar numa casa de jogos. E o prêmio para quem ganhar são alguns livros que contém magias perigosas. E é lá nessa casa de jogos que ele conhece a ladra Finn.


Finn Voy é uma personagem bem interessante, digo isso porque aos poucos descobrimos que ela passou a vida toda na rua e teve que se virar para conseguir sobreviver. Além disso, “o seu próprio” a ajudou muito, pois ela é capaz de mudar sua aparência física sempre que deseja. Por isso e os outros motivos Finn conseguiu entrar na casa de jogos.

Após uma sequência de acontecimentos, o príncipe acaba tendo em mãos os livros. E Finn acaba parando nas mãos de Kol, a mulher mais temida do reino. E para conseguir sua liberdade de volta, ela terá que entrar no palácio e roubar o manto da invisibilidade que pertence à família real. Enquanto isso no palácio está acontecendo uma comemoração pela volta de Alfie, pois após a morte de Dez, ele que terá que assumir futuramente o trono. E é aí que o caminho dos dois se cruzam novamente e dessa vez as coisas acabam ficando feias, porque sem querer querendo Alfie liberta uma magia obscura e que poderá colocar a todos em perigo.

Eu estava com muitas expectativas em relação a esse livro, já que a sinopse tinha me agradado muito. Entretanto, no decorrer da minha leitura, fui vendo que apesar de um enredo ser até interessante e ter uma protagonista bem legal, a história deixou a desejar, porque em todo momento durante a minha leitura senti que já tinha lido a trama em algum lugar.


Fica claro, para qualquer leitor que esteja lendo ou leu Nocturna, que a autora bebeu em outras fontes para dar vida o seu universo, se inspirando em muito em outras histórias, o que não seria um problema se a autora se a autora tivesse trabalhado mais na construção dos personagens. De qualquer forma, eu até pretendo a continuar a lendo a trilogia porque querendo ou não Maya despertou a minha curiosidade e quero ver até onde isso vai dar.

No final das contas, o livro não é ruim, mas faltou um melhor desenvolvimento, mas pode agradar a diversos leitores, principalmente os iniciantes no gênero. 

FICHA TÉCNICA

Título: Nocturna
Autora: Maya Motayne
Nota: 3,5/5
Onde Comprar: Amazon

 

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Olá, Ariane.
    Eu estava bem interessada nesse livro desde que li a sinopse dele. Mas dai fui lendo as resenhas de pessoas que amam livros de fantasia e acabei desanimando em ler ele. Agora vou aguardar o segundo livro para ver se realmente vale a pena a leitura.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Uau, a capa desse livro me chamou muita atenção. Uma pena a história não ter sido desenvolvida da forma que ela poderia ter sido. A proposta dela era bem bacana! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu não conhecia essa trilogia, mas eu adorei toda a proposta, uma pena que não tenha suprido as expectativas, espero que no próximo livro a experiência seja ótima <3

    Beijo
    http://www.leiapop.com/

    ResponderExcluir
  4. Ari, até que você foi boazinha. Eu achei esse livro ridículo e uma cópia descarada de Um Tom Mais Escuro de Magia
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    Amei sua resenha!
    Estava muito empolgada pra ler esse livro, porém, toda resenha que leio dele o blogueiro tem as mesmas ressalvas, logo, estou ficando meio com o pé atrás... Ainda assim, quero e pretendo ler, mas, vou abaixar bastante as expectativas ;)
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir