O Abismo Mágico [Dorama]


Quem me conhece, sabe que eu amo doramas e estou amando ainda mais que a Netflix esteja investindo cada vez mais neles. E o escolhido da vez foi O Abismo Mágico, um dorama coreano que está disponível no catálogo da Netflix desde maio e tem no todo 16 episódios, com média de uma hora cada.

E confesso logo de cara esse dorama deu enganada, achei que ele era fofinho com toque sobrenatural, mas não! Quer dizer, ele tem sim suas partes fofinhas e românticas, porém ele tem cenas bem pesadas. É uma história com toques sobrenaturais misturada com thriller e isso me deixou bem curiosa para ver como as coisas iam se desenrolar, já que eu não gosto de suspense.

Já no primeiro episódio o protagonista Cha Min (Ahn Hyo-seop) morre num acidente trágico e bem sinistro. No entanto, ele volta a viver, sendo ressuscitado pelo abismo que é uma pedra que lhe foi dado por seres de outro mundo. Se não bastasse voltar a viver por causa de uma pedra, ele volta em um corpo totalmente diferente. É que antes de morrer Cha Min era considerado um jovem muito feio e o abismo mágico ressuscita a pessoa com a aparência de sua alma. E apesar de Cha Min ser chamado de feio, sua alma, na verdade, é linda (temos aqui uma mensagem bem legal).


Enquanto Cha Min tenta assimilar o que aconteceu com ele e como irá explicar para as pessoas a sua nova aparência, a sua melhor amiga Go Se- yeon (Bo-Young Park) é assassinada dentro da própria casa. A polícia tem diversos suspeitos, mas o principal é o próprio Cha Min, já que os dois se falaram na noite anterior e atualmente ele está desaparecido.

Então Cha Min resolve ressuscitar Go Se-yeon, pois ela é muito querida por ele, e dessa forma ela poderá explicar para todos quem é o verdadeiro assassino. Só que Go Se-yeon volta também em outro corpo, porque sua alma é de aparência comum. Se ela era linda por fora, sua alma não era. E isso deixa a protagonista muito irritada por diversos motivos, sendo que um deles é que ela não poderá voltar a sua vida antiga. Além dessa confusão toda, Go não consegue lembrar quem a matou e o serial killer que ela estava investigando quando era promotora continua solto, podendo ser o verdadeiro assassino dela.


O que mais me chamou a atenção nesse seriado coreano nem foi o romance óbvio entre Go e Cha Min, mas sim o roteiro. Quando eu achava que a história se caminharia para um certo desfecho, acabou me surpreendendo. E à medida que outros personagens, como Jang Hee-jin (noiva de Cha Min), Seo Ji-wook (colega de Go) e Lee Si-eon (investigador, entram na trama, o dorama fica ainda mais interessante, mais rico no quesito de sub-tramas e o romance acontece aos poucos.

No final das contas, passei adorar esse seriado pelas gratas surpresas que tive, principalmente pelas mensagens que ele traz. Vale destacar que Ahn- Hyo-seop me fez suspirar!

Nota:4/5

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

1 comentários: