Dolittle [Resenha do Filme]


Dolittle é o primeiro papel de Robert Downey Jr. depois de dizer adeus ao Homem de Ferro. E embora esteja novamente na pele de um herói, Dolittle é bem diferente, é um personagem que fala com os animais e usa seu tom para ajudá-los. É diferente também do Dolittle de Eddie Murphy dos anos 90, é menos pastelão, ainda que de certa forma excêntrico.

Baseado no livro The Voyages of Doctor Dolittle de Hugh Lofting, o longa inicia com uma animação nos apresentando o protagonista e nos mostrando o quanto o doutor já foi feliz, mas ao perder sua amada ele se fecha para o mundo vivendo numa mansão que mais parece um zoológico cedida pela rainha. No entanto, Stubbins (Harry Collett) que é um jovem de uma família de caçadores, atira sem querer num esquilo e entra na mansão para pedir ajuda. Ao mesmo tempo, Lady Rose (Carmel Laniado) também busca o médico para salvar a rainha que está morrendo de maneira muito suspeita. Sem muito o que fazer, Dolittle é obrigado a sair do retiro e ajudar a rainha e para salvá-la terá que enfrentar um grande aventura, com piratas, conspirações e dragão, tudo com ajuda de seus amigos animais e de Stubbins, seu novo aprendiz. 


A premissa é boa e a introdução aos personagem também, o lado excêntrico do doutor é divertido, bem como ver um gorila com problemas de ansiedade, um avestruz preguiçoso, um urso polar que está sempre com frio, entre outras esquisitices que o longa apresenta. Os cenários também são ótimos, diferentes e bem produzidos. No entanto, um espectador mais atento consegue encontrar alguns problemas no filme. Para começar as transições, de modo preguiçoso; se utiliza o recurso narrativo que à princípio parece funcionar, mas no meio do filme falha causando problemas para conectar uma sequência. O longa também peca no ritmo, oras acelerado, dinâmico sem nos dar muita explicação, oras perdendo tempo em situações desnecessárias ao enredo, a cena final com dragão dá um pouco de vergonha alheia. Por fim, os efeitos visuais também não agradam, sabemos que poderia ter sido melhor. 

O carisma de Robert Downey Jr. nos convence e as interações com os animais são boas, a empatia pelo curioso grupo é imediata e quem pode julgar o Dolittle por preferir os animais aos humanos? O time de dublagem é de peso: Rami Malek, John Cena, Kumail Nanjiani, Octavia Spencer, Tom Holland, Craig Robinson e Ralph Fiennes. Entretanto, em alguns momentos os diálogos poderiam ser melhores também e aproveitar melhor as estrelas do filme.


Como boa parte das críticas está relacionada a questões técnicas é bem possível que o público acabe relevando tudo isso por conta do entretenimento. E vale ressaltar que Dolittle é um filme familiar, mas que deve agradar principalmente as crianças. É um longa repleto de ação, aventura, comédia e parece Sessão da Tarde.

Trailer


FICHA TÉCNICA

Título: Dolittle
Direção: Stephen Gaghan
Data de lançamento: 20 de fevereiro 2020
Nota: 3/5

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Oi, Mi!
    Não tinha visto absolutamente nada desse filme, a não ser o cartaz.
    Eu realmente pensei que era igual ao do Eddie Murphy. Mas pelo jeito nem tanto.
    Fiquei curiosa. Não sei se para ver no cinema, mas quero assistir.
    Principalmente porque o Robert Downey Jr é ótimos é papeis excêntricos (é só lembrar do seu Sherlock).
    Pena que tem problemas, principalmente técnicos, mas se estamos falando de entretenimento puro e simples, isso realmente não vai incomodar tanto.

    Beijoooos

    Teca Machado
    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi!
    Eu ainda nao vi, mas pelo trailer eu achei muito vibes Piratas do Caribe nem vou mentir.
    Ainda quero assistir, mas nao sei. Talvez eu espere uma versão em casa mesmo KKKK.

    Abraços
    Emerson
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi,
    Eu vi uns trailers e gostei, até pensei em ir ver porque minha mãe adora o Robert, mas agora estou com um pé atrás. Já ou vi gente dizendo que os roteiristas foram preguiçosos, então desanimei bastante...
    beeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Interessante ver o ator em um papel tão diferente.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir