Maratonei: Doramas e Sex Education!


Eu tenho certeza de que todos os personagens das séries que assisti e mencionarei aqui vão ao mesmo cabeleireiro. Exceto as mulheres, claro, que são mais vaidosas e criativas. Ou então os profissionais da região só sabem fazer um tipo de corte. 

A gente não entende nada do que eles falam e eles não escrevem, eles rabiscam, é impossível decifrar. O estilo de vida deles é muito diferente, são explosivos, impulsivos, às vezes agressivos, mas cheios de honra e de códigos morais e de hierarquia. Não são personagens de uma série de ficção alienígena, mas são os doramas coreanos que assisti na Netflix, Túnel e Signal.

Não vou me deter colocando aqui o nome dos atores, mas dou a dica, as séries são boas. No mínimo são muito divertidas, interessantes e ficamos presos na história, ansiosos para saber o que vai acontecer no próximo capítulo. Os atores são carismáticos e é impressionante como a gente acaba se apegando aos personagens, ao ponto de sentir saudades depois que encerramos todos os episódios. São minisséries que ocupam nosso tempo e curiosidade. E o mais legal é assistir e conhecer uma cultura completamente diferente da nossa e tão longe da cultura americana a qual estamos acostumados a empurrar goela abaixo.


As duas séries são de ficção e os personagens centrais são detetives, viajam no tempo e precisam resolver assassinatos, muitas vezes cruéis, para voltarem ao seu tempo, ao seu passado...ou não. Túnel e Signal têm tudo para conquistar o público fora da Coréia, São tão bem feitos, com excelente fotografia e cenários, figurinos e lutas bem ensaiadas, uma pitada de humor, romance e crimes.

Vale a pena dar uma chance aos Coreanos!

Da Coréia nós vamos direto para a Europa assistir Sex Education.

A séria beira a pornografia, o nome já diz, claro. Mas eu confesso que de cima dos meus tantos e tantos anos de idade, ainda assim eu tive algumas aulas interessantes e aprendi algumas coisas, alguns termos que desconhecia, algumas práticas de que não fazia ideia de que existiam. 

Otis Milburn é interpretado pelo britânico Asa Butterfield, sua mãe Jean Milburn, (Gillian Anderson) é terapeuta sexual, o que dá a Otis bagagem suficiente para que ele dê consultas a seus colegas de escolas que precisam de ajuda para aprenderem a lidar com suas dúvidas sexuais, com a ajuda de Maeve, Ema Mackey, e o incentivo de seu melhor amigo Eric (Ncuti Gatwa) ele vende seus conselhos que acabam ajudando ou atrapalhando, mas sempre trazendo agitação para a história. 


Dentro da escola o diretor Mr. Groff, (Alistair Petrie) que vive em guerra com seu filho rebelde Adam (Connor Windells) e namora a colega Aimee, (Aimee Lou Wood).

Sex Education tem de tudo um pouco, tem romance, amizade, dramas adolescentes, dramas adultos, choro, riso e sexo, muito sexo. Tem também paisagens lindas, pequenas estradas e casas incríveis. Eu não consegui definir muito bem em que década se passa a série, as roupas são bem peculiares, mas na maioria das cenas, as roupas não importam!

Sex Education está na Netflix!

Marise Ferreira
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

3 comentários:

  1. Oi Marise,
    Não sou uma fã de doramas, nenhum ainda me prendeu, PORÉM adoro Sex Education!
    Achei essa season 2 muito boa e com destaque da Maeve. O Eric era mais legal na primeira temporada, mas esse contraste fez um grande efeito para vermos o que o Adam faz com ele. Gostei muito e que venha a terceira temporada!!!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marise
    Eu concordo com a Ale ali em cima, eu não gosto de doramas mas de Sex Education eu entendo! Eu amei demais essa série, acho que ela fala tudo aquilo que eu gostaria que a gente falasse mais: sexo sem tabus, e é isso.
    Eu amo o Eric e o Otis, pra mim são os melhores personagens.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adicionei Sex Education para ver algum dia. Gostei das resenhas das séries.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir