Cores Vivas [Resenha Literária]


Cores Vivas é uma obra que não consegue passar despercebida, a começar por sua edição, que é uma verdadeira explosão de cores. Com detalhes belíssimos na lombada, a edição por si só é inteiramente convidativa. Um trabalho excelente, sem sombra de dúvidas.

No enredo, nos deparamos com uma história atual e até mesmo necessária para os jovens; que traz temas fortes como uso e abuso de drogas, tráfico de drogas, criminalidade; representatividade social, dentre outros.

Marlon é um garoto que fora criado com princípios. Seu irmão mais velho escolheu caminhos errados, seu pai havia morrido. E assim, sua mãe tentava protegê-lo e guiá-lo da melhor forma. Forma esta que mesclava a liberdade e a rigidez.


Mesmo com algumas proibições, e mesmo os diálogos entre mãe e filho existirem, Marlon não hesitou em infringir uma norma importante da sua casa: a de não mentir. Sonya, a garota por quem era apaixonado, o convidou para sair. E não havia regra que impediria o fato. No dia do passeio, Marlon toma decisões erradas. E tudo sai completamente do controle quando a garota morre.

O que era pra ser um encontro perfeito, se torna caso de polícia. O mistério surge. O que provocou a morte da garota? A medida que Marlon tenta buscar respostas e provar sua inocência, descobre que não passava de um peão num jogo que se passa facilmente na nossa realidade.

Eu não posso contar a história inteira para vocês, mas não esperem nada de surreal e tão pouco um suspense arrepiante. O livro trata de questões adolescentes que, infelizmente, são muito comuns. O jovem que queria uma garota (até então inalcançável), o medo em contar para a mãe que por algum motivo poderia (e iria) impedir o encontro, a apresentação ao mundo das drogas ilícitas… o medo de não ser aceito ou ser taxado como "careta" diante de uma recusa.


Atos ingênuos. Tão justificáveis diante da idade. Mas as consequências acabam se tornando muito maiores. As reações de uma ação impensável, foram imensas, aliás, estamos numa cena onde um jovem, negro, com um irmão que possui uma ficha criminal extensa, estava com uma moça loira num parque, que poderia ter morrido por overdose. 
Uma menina linda e loira morreu. E eu… eu era um garoto de Hackney com um irmão gângster.
Esse fato, que se torna o grande suspense, é justamente o ponto positivo da história, e é o que faz o livro se tornar uma leitura essencial e didática para os jovens. Inclusive, a linguagem simples, com diálogos informais, torna o livro ainda mais fácil de ser interessante para algumas faixas etárias, já que promover uma conexão.


A questão do preconceito é tratada de uma forma que não tem a intenção de levantar reflexões, mas sim de expor o quanto nossa sociedade ainda o cultiva. Fato que tem o poder de chocar uma idade onde tudo é mais leve do que parece ser. 

Mesmo entendendo a magnitude da obra, não ocorreu a interação que eu esperava. A linguagem informal me incomodou, o desenrolar se tornou maçante, e cheguei a me irritar com o excesso de repetições de algumas palavras.


Acredito que tive uma expectativa bem diferente. Resenhas diversas me fizeram acreditar que teria uma história diferente. E espero que vocês não julguem minha opinião, eu amo livros que tem esse poder, porém o desenvolver como um todo não conseguiu me agradar. 

Levando em consideração a mensagem da obra, preciso terminar minha resenha recomendando o livro principalmente para adolescentes. 

FICHA TÉCNICA

Título: Cores Vivas
Autor: Patrice Lawrence
Nota: 3/5
Onde Comprar: AmazonDarkSide® Books

 

Bianca Gonçalves
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

7 comentários:

  1. Olá, Bianca

    Tenho lido boas resenhas a respeito deste livro. Que pena que o todo ficou devendo em alguns aspectos, mas acho sim que os jovens podem gostar e aprender muito com a história.

    Beijos
    – Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Bianca,

    A capa e cores chamam atenção para a obra. Achei o tema bem interessante tambem, e acredito que para os jovens é um bom pedido de leitura.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Bianca.
    Eu compraria esse livro por causa dessa edição que está maravilhosa. Mas a história não me atrai, por isso eu acho que não vou ler ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bia!
    Pena que a história não foi tão boa assim... realmente um desenvolvimento maçante é de desanimar qualquer um
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir
  5. Eu adorei essa obra, achei o final bem corrido, porém foi somente isso que me incomodou. É uma pena que ela não tenha funcionado para você.

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  6. Amei sua resenha, a capa sem dúvida, chama muita a atenção. Mas, acho que a história é mais para adolescentes como você mesma citou!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Bianca
    Não sabia bem o que esperar desse livro. Sinceramente nem a capa me interessou, mas eu gostei de ser totalmente diferente do que eu imaginava KKKKK
    Pena que não foi de toda forma interesse :/
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir