Resgate [Resenha do Filme]


Como ouvimos por aí... você não assiste a um ator apenas porque ele é bonito né? Enfim, aqui isso é real!!

Chris Hemsworth é tão bonito quanto talentoso e esse drama da Netflix foi produzido por Sam Hargrave, conhecido por suas colaborações com os irmãos Russo, que dirigiram o ator nos aclamados filmes da Marvel. 

Tyler Rake (Hemsworth) é um assassino de aluguel que bebe demais com um segredo trágico e um suprimento infinito de tons frios. Ele foi enviado ao Bangladesh para resgatar Ovi (Rudhraksh Jaiswal), o filho adolescente solitário de um criminoso indiano. Graças a uma guerra de território entre o pai preso e outro chefão das drogas, ele foi sequestrado e está detido em Dhaka. Assim que sai do caminho, Tyler precisa tirar o menino de uma cidade que está fechada (bem propício né?).


Naturalmente, essa missão impossível dá a Tyler e ao garoto tempo para se relacionar. Ovi observa que Tyler não "parece um Tyler". Ele acha que Tyler parece "um Brad". O que é uma piada interessante. Brad Pitt, com quem Hemsworth é frequentemente comparado, interpretou Tyler Durden no Clube da Luta. Sam está dizendo essencialmente: “Tudo o que você ouviu é verdade! Chris e eu estamos canibalizando a carreira de Pitt!”

A química de Ovi com seu salvador parece genuína. Ele diz: "Sou como um pacote em papel pardo... mais como uma coisa do que como uma pessoa". Graças a uma excelente performance de Jaiswal (uma estrela infantil, de Mumbai), essas palavras têm peso real. Também é bom ver David Harbour, de Stranger Things, ser bem utilizado: Gaspar, um velho conhecido de Tyler, está suado e com olhos redondos (imagine um cruzamento entre John Goodman, Zach Galifianakis e o cantor de rock alternativo, John Grant). Mesmo quando Gaspar está sorrindo, você pode dizer que ele quer gritar. Harbour e Hemsworth, que nunca trabalharam juntos antes, se reúnem alegremente por aqui.


Enquanto isso, as muitas sequências de perseguição do filme são envolventes. Há algo quase ridículo na maneira como Tyler joga Ovi para fora de carros em movimento. Ruas e veículos vibrantes clamam por atenção. A propósito, não há sexo. Mas a contagem de corpos é altíssima e as brigas são insanamente horríveis.

Este filme é simultaneamente inteligente, pioneiro, absurdo e antiquado. Vai agradar aos fãs de Os Brutos também amam de 1953. E é claro que também atrairá crianças, dado que todo o universo da Marvel está em pausa, muitos pais serão tentados a ignorar a faixa etária classificatória de 16 anos e irá tratá-lo como diversão em família. Eu não os culpo. Resgate me fez rir e chorar, é ousado não apenas pela maneira como conta sua história, mas também pelo meio em que escolheu contar. E de quebra, parece que continuará!! 

Trailer


FICHA TÉCNICA

Título: Resgate
Título Original: Extraction
Direção: Sam Hargrave
Data de Lançamento: 29 de abril de 2020
Nota: 4/5
Netflix

Natália Silva
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

3 comentários:

  1. Estou completamente louca pra assistir só de ler aqui rsrs e quando vi o trailer não tinha chamado tanta atenção. Já vou correndo assistir :D

    https://www.submersaempalavras.com/

    ResponderExcluir
  2. Coitado que o Chris não merece ser comparado com o Brad Pitt, gente
    Provavelmente irei ver só por causa dele mesmo
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Já baixei esse filme na Netflix para ver. Parece envolvente. Que ótimo saber que vai ter uma continuação.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir